O Presidente brasileiro, Lula da Silva, escolheu Moçambique para realizar a sua 12ª e última viagem à África desde que assumiu o poder e vai despedir-se do continente com três projetos marcantes no país de língua portuguesa.

Segundo fontes diplomáticas, Lula da Silva inaugura em Moçambique, no próximo dia 10, a primeira fase do projeto da fábrica de antirretrovirais, lança a Universidade Aberta do Brasil, que utiliza a metodologia da educação à distância, e também o programa Pró-Savana para o desenvolvimento da agricultura no centro e no norte do país.

«Estes projetos serão um marco na despedida do Presidente Lula do continente africano», admitiu à Lusa o chefe de uma das Divisões de África do Ministério brasileiro das Relações Exteriores, Luciano Macieira.

Diário Digital / Lusa