Com 4,1 por cento do mercado global de telemóveis, o iPhone ultrapassou os BlackBerry, colocando a Apple pela primeira vez no top 5 dos fabricantes.

O iPhone 4 vendeu mais do que todos os BlackBerry.


Segundo dados da analista IDC, a Apple vendeu no terceiro trimestre do ano 14,1 milhões de iPhones. A RIM vendeu 12,4 milhões e tem uma quota de 3,6 por cento.

A liderança é da Nokia, cujos 110 milhões de telemóveis representam 32,4 por cento do mercado. Seguem-se a Samsung (21 por cento) e, significativamente mais afastada, a LG (8,3 por cento). Mais de 30 por cento do mercado está disperso por outros fabricantes com menor expressão de vendas.

A entrada da Apple fez a Sony sair do top 5, o que acontece pela primeira vez nos registos da IDC, que elabora este ranking desde 2004.

Os números indicam um crescimento do mercado total de telemóveis de 14,6 por cento face ao mesmo trimestre do ano anterior.

Nos mercados emergentes da Ásia muitas pequenas marcas começaram a ganhar expressão, essencialmente conquistando terreno à Nokia. No Japão, foram as empresas locais, como a Sharp, Panasonic, Fujitsu, e NEC, as principais responsáveis pela evolução positiva do sector.

Já no caso dos EUA, da Europa ocidental e da América Latina ( “apesar da contínua lentidão da economia de alguns países", nota o relatório) o aumento do número de telemóveis deu-se graças ao crescimento do segmento dos smartphones, que tem evoluído a um ritmo superior ao do resto do sector.

Público
______