A Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR apreendeu em Vila Franca de Xira mais de 1,2 toneladas de amêijoa "imprópria para consumo humano", quando estava ser transportada para comercialização, disse fonte do comando daquela força de segurança.


De acordo com o comando da UCC, o sub-destacamento de Lisboa "apreendeu em Vila Franca de Xira, cerca de 1200 quilos de amêijoa japónica, em situação irregular para consumo humano", no decorrer de uma acção de fiscalização a actividades relacionadas com a captura e comércio de bivalves.


Aquela força de segurança estima que os bivalves apreendidos tenham um valor comercial "superior a 9500 euros", adiantando que seguiam dentro de uma carrinha com destino ao Mercado Abastecedor de Lisboa (MARL).


"A amêijoa, que havia sido capturada no rio Tejo, foi analisada pela autoridade veterinária e considerada imprópria para consumo humano", pelo que se "procedeu à sua destruição nas próprias instalações do mercado abastecedor, acrescentou a fonte.


Ainda de acordo com a mesma fonte do comando da UCC "todos os responsáveis foram identificados e elaborados os respectivos autos" de contra ordenação.





omirante.pt
__________