Sinistralidade: Condições meteorológicas aumentam número de acidentes
Lençóis de água fazem dois mortos na estrada

As autoridades não tiveram ontem mãos a medir com o elevado número de acidentes nas estradas de norte a sul do País.

Depois de nas primeiras 24 horas da operação ‘Todos os Santos’ terem sido registados 578 acidentes que não causaram mortos, a forte pluviosidade de ontem foi fatal para duas pessoas. À hora de fecho desta edição, o total de casos ainda não tinha sido compilado pelas autoridades, mas já se tinham verificado seis acidentes muito graves.

No IC28, em Arcos de Valdevez, dois bombeiros, Voluntários de Ponte da Barca, ficaram feridos no despiste da ambulância em que seguiam. Regressavam do Hospital de Viana do Castelo, às 14h30, quando foram surpreendidos por uma intensa chuvada e, num lençol de água, entraram em despiste e capotaram. Apesar de o rail ter trespassado a viatura, sofreram apenas ferimentos ligeiros.

A acumulação de água na via esteve também na origem do despiste na EN106, em Lustosa, Lousada, que provocou a morte a Alberto Manuel Nunes Monteiro, de 20 anos. A vítima perdeu o controlo do Peugeot 206 e embateu na frente de um camião de recolha do lixo. Em Nelas, Viseu, dois ligeiros colidiram de frente por causa do piso escorregadio, na EN231, e uma mulher de 21 anos morreu. Do acidente, às 16h05, resultaram ainda quatro feridos graves, com idades entre os 26 e os 58 anos.


Correio da Manhã