O chefe da Missão de Observação Eleitoral da União Europeia para as eleições na Tanzânia, que decorreram este domingo, considera que o processo decorreu com normalidade. David Martim apontou apenas alguns incidentes isolados.

Num dos casos registados, a polícia foi obrigada a intervir, com disparos para o ar. A acção pretendia dispersar uma multidão que se propunha a linchar o passageiro de um automóvel. O condutor tinha conseguido escapar aos populares.

Esta é a quarta vez que ocorrem eleições gerais na Tanzânia, desde a implementação do pluripartidarismo, em 1992. Há seis candidatos à Presidência e 18 partidos a concorrer aos 324 assentos parlamentares. Os resultados ainda são desconhecidos.


abola
_____