Guimarães: Vencedora só soube do prémio uma semana após o sorteio
Ganhou 256 mil euros e não sabia

Era uma vez mais o cumprimento de um ritual habitual à sexta-feira à tarde: ver se havia algum prémio e pedir mais um talão da máquina para o sorteio da noite.

Só que, para surpresa de todos, ao verificar os números, a máquina mandou aguardar, o que segundo o dono da tabacaria Airosa, em Guimarães, Baltazar Salgado, "quer dizer que há prémio grande".

E assim foi. Uma mulher de 38 anos que trabalha em Guimarães mas que reside fora da cidade tinha acertado nos cinco números e numa estrela e ganho um dos segundos prémios do Euromilhões, que na semana passada rendeu mais de 256 mil euros (256 530,59).

"A senhora, que na sexta anterior tinha pedido dez euros da máquina, ficou mesmo muito feliz. Chorou, abraçou-me e ligou logo para algumas pessoas a contar a novidade", disse ao CM Baltazar Salgado, dono da tabacaria.

Agora, a contemplada vai ter de guardar o talão até dia 8, altura em que poderá reclamar o cheque na Santa Casa da Misericórdia, em Lisboa. "Disse-lhe para ter cuidado com o talão porque sem ele não lhe dão o prémio", sublinhou Baltazar Salgado.

Com a emoção, a mulher acabou por não jogar no sorteio seguinte.


Correio da Manhã