Uma bomba explodiu esta manhã na embaixada suíça em Atenas, Grécia. As autoridades explicam que se tratou de um pequeno engenho explosivo e que não houve nenhum aviso. Não há, para já, registo de vítimas.
Na segunda-feira, a polícia grega encontrou uma encomenda armadilhada destinada ao presidente francês, Nicolas Sarkozy.

Antes, as autoridades tinham encontrado em Atenas três bombas no correio com destino às embaixadas do México, da Bélgica e da Holanda. Uma das bombas chegou a explodir, ferindo uma funcionária da Swiss Mail, uma empresa de correio expresso.

Segundo as autoridades, a bomba que explodiu tinha sido entregue por dois homens, numa encomenda que se destinava à embaixada do México em Atenas. As outras duas tinham como destino as embaixadas da Bélgica e da Holanda.

Dois homens foram detidos. Um deles é suspeito de pertencer a uma guerrilha de esquerda. Na altura da detenção estavam armados e vestiam coletes à prova de bala.


dd.