Um engenho suspeito, encontrado escondido dentro de um tinteiro de impressora num avião de carga proveniente do Iémen, levou as autoridades britânicas a banir o transportes destes materiais em bagagem de mão em aviões que partem do Reino Unido ou que fazem escala no país, limitando também os transportes de carga.

Apesar do engenho identificado no voo da UPS ter sido despistado como não explosivo, as autoridades decidiram avançar com o bloqueio por um período mínimo de um mês. De notar que este embargo afecta apenas tinteiros com mais de meio quilo de peso.

O cartucho de impressão que foi encontrado num voo que fazia escala em Londres aparentava ter sido manipulado, apresentando fios eléctricos visíveis e um pó branco. A inspecção realizada à posteriori concluiu que o material não era explosivo, mas a origem do voo no Iémen fez com que as autoridades mantivessem o alerta.

A secretária de estado da segurança interna, Theresa May, explicou ontem as medidas agora tomadas, que estão também publicadas no site do Governo e que afectam também o transporte comercial de toners, que têm de estar identificados como provenientes de fontes credenciadas.


In' TeK