A PJ deteve dois homens alegadamente envolvidos num esquema de aquisição fraudulenta de mercadorias do ramo alimentar pelo menos desde 2007. Uma empresa de Paredes foi lesada em cerca de cem mil euros.

Em comunicado, a PJ explica que os arguidos terão criado diversas empresas com vista à aquisição de géneros alimentícios, que nunca viriam a pagar.

Só uma firma de produtos alimentares de Paredes foi lesada em cerca de cem mil euros.

"Na tentativa de ganhar tempo aos credores, iam trocando as respectivas gerências de forma a iludir os comerciantes, suas vítimas, de que as alterações visavam o pagamento de forma mais rápida dos valores em débito, que nunca vinham a saldar", explica a PJ.

No decurso das investigações, foram apreendidas aos detidos cinco armas de fogo, três viaturas e cerca de 3.300 euros.

Um detido tem 41 anos e é cortador de carnes verdes. O outro tem 46 anos e está desempregado. Um deles tem antecedentes criminais por fraudes do mesmo tipo.

JN