"Um milagre": a palavra saía de todas as bocas, ontem, terça-feira, no popular bairro 20.º de Paris onde, um menino de 18 meses saiu ileso de uma queda de um sétimo andar, tendo sido apanhado por um médico que por ali passava, depois de ter batido no toldo de um café.

O bebé caiu da varanda do apartamento onde vivia, onde se encontrava sozinho com a irmã de três anos. Os dois tinham ficado entregues um ao outro, enquanto os pais saíram para passear, a acreditar em fonte próxima do inquérito policial.

A criança caiu sobre o toldo, antes de ter sido recolhida por um médico, morador no bairro.

"O meu filho apercebeu-se que uma criança pequena estava na varanda e que tinha mesmo passado a balaustrada", recordou o médico.

A criança caiu "e disse para mim mesmo que não podia deixar de a apanhar. Tive tempo para me deslocar de um lado a outro de forma a ficar bem posicionado", explicou. "A criança não teve nada. Chorou um pouco, mas acalmou-se logo de seguida", revelou.

Gaby, empregado de mesa do bar "Les Vincennes", aponta para o rasgão no toldo cor de laranja: era o local do impacto do bebé.
"Um verdadeiro milagre", comentou, porque "estávamos fechados" devido ao feriado do dia dos fiéis defuntos, "mas o sistema mecânico para recolher o toldo estava avariado".

Uma vizinha do terceiro andar também foi alertada para a iminência da queda, mas nada pôde fazer.

O caso foi entregue à comissão de protecção de crianças.

Jornal de Notícias