Governo garante que cortes não vão afectar Educação Sexual




Alexandre Ventura, secretário de Estado Adjunto e da Educação, garantiu, esta quinta-feira, que os cortes no orçamento do Ministério da Educação não vão afectar a implementação da Educação Sexual nas escolas.

«O Ministério da Educação continua a apostar, quer na Educação para a Saúde, quer na Educação Sexual como um dos elementos da Educação para a Saúde», afirmou o governante, citado pela edição online do Jornal de Notícias. Como prova do empenhamento do Executivo nesta matéria, Alexandre Ventura lembrou que há cerca de 600 professores que já receberam formação neste domínio.

De acordo com o secretário de Estado, através da Educação Sexual o Governo procura contribuir para «mais e melhor saúde e esclarecimento da população, para uma melhor formação dos alunos, para uma diminuição da ocorrência de doenças sexualmente transmissíveis e da gravidez claramente indesejável de mães adolescentes».




Fonte - A bola PT