Em São José do Rio Preto, no estado de São Paulo
Motorista apalpava alunas em carrinha

Um motorista de carrinha escolar está a ser investigado e pode ser preso a qualquer momento na cidade de São José do Rio Preto, interior do estado brasileiro de São Paulo, acusado de molestar alunas que transportava. Pelo menos três meninas, de 10 e 12 anos, já confirmaram à polícia terem sido molestadas por ele.

De acordo com o que uma delas, de 12 anos, contou, primeiro aos pais e depois aos agentes, o motorista, quando ela entrava na carrinha, passava-lhe a mão por todo o corpo, apalpando-lhe principalmente as partes íntimas. Depois, o homem passava a mão pelo próprio corpo.

A menina acrescentou que esses actos começaram há cerca de três semanas e que outras alunas, até mais novas que ela, também eram sujeitas ao mesmo constrangimento. Ela ficou com medo de contar aos pais mas, com a repetição das apalpadelas, cada vez mais íntimas, ganhou coragem.

Os pais fizeram queixa na esquadra da cidade e, assim que a notícia foi conhecida, outras meninas ganharam também coragem e contaram aos pais situações similares. Os agentes estão a ouvir todas as alunas transportadas pelo homem, para recolherem o maior número possível de indícios e pedir a prisão dele.


Correio da Manhã