A polícia da Nova Zelândia afirmou hoje que espera encontrar mineiros vivos entre os 29 desaparecidos na sexta-feira, aquando de uma explosão numa mina de Pike River, mas adiantou que não faz ideia da duração das operações de socorro.

«Não é uma operação fácil de fazer. Estamos no segundo dia. Não fazemos nenhuma ideia do tempo que levará, mas continuamos concentrados no objetivo de tirar os rapazes dali», disse aos jornalistas o comandante da polícia, Gary Knowles.

Anteriormente, os responsáveis desta mina de carvão referiram que lavrava no seu interior um incêndio e que a libertação de gás tóxico não permitia as operações de socorro. Desde a explosão, não foi estabelecido qualquer contacto com os mineiros.
Diário Digital / Lusa