Página 1 de 44 1 211 ... Último
  1. #1
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Novo Todo-o-Terreno/Especial Dakar 2009

    ONDE VER - ETAPA 1 - ZE MAÇÃO e VILA DO REI


    AS

  2. #2
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão ONDE VER - ETAPA 1 - ZE PROENÇA-A-NOVA, OLEIROS e CASTELO BRANCO


    AS

  3. #3
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão ONDE VER - ETAPA 2 e 3 ZE's GAVIÃO e BELCHIOR


    AS

  4. #4
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão ONDE VER - ETAPA 4 - ZE's ALCÁCER DO SAL - GRÂNDOLA e SANTIAGO DO CACÉM


    AS

  5. #5
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão ONDE VER - ETAPA 5 - ZE's DE MORGADO DE ARGE e PORTIMÃO


    AS

  6. #6
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Carlos Sainz: "Estão cá todos os bandidos"


    Já está na estrada desde as 8h45 a primeira etapa do euromilhões PAX Rally, a segunda prova do Dakar Series, que irá decorrer até domingo entre Lisboa e Portimão.

    Ontem foi dia de verificações técnicas e administrativas, com o Parque Eduardo VII a ser invadido pelos participantes na primeira edição do Euromilhões Pax Rally.

    Ao final da tarde, aqueles que, durante os próximos cinco dias, vão atrair as atenções dos amantes do desporto automóvel, estiveram na Conferência de Imprensa de pré-evento, na qual Carlos Sainz (VW Race Touareg 2) fez rir os presentes ao referir que em Portugal "estão todos os bandidos", apontado para aqueles que estavam ao seu lado.

    Carlos Sainz: "Estão cá todos os bandidos"

    Para o piloto espanhol a competitividade vai ser grande: "Vamos ter uma prova aberta, que todos queremos ganhar, e difícil, já que as pistas portuguesas são estreitas, o que torna difícil, por vezes, encaixar lá estes carros, que são muito grandes."

    Como não podia deixar de ser, o sucedido em Janeiro, quando a 24 horas do arranque, o "Lisboa-Dakar" foi anulado, não podia deixar de vir à baila, com o piloto a reconhecer que "foi uma grande desilusão para todos": "Trabalhámos um ano para participar na prova e a 24 horas do seu arranque soubemos que não íamos alinhar à partida."

    Nani Roma: "Prova vai ser muito dura"

    Outro espanhol, Nani Roma (Mitsubishi Pajero Evo), que perdeu a última edição do Transibérico, depois de a ter dominado, está de regresso a Portugal. "É um país de que gosto muito e estou disposto a vencer, embora saiba que, com esta concorrência, nada está garantido, tanto mais que a prova vai ser muito dura."

    Filipe Campos: "O objectivo é ser o melhor português"

    Filipe Campos (BMW X3), que encabeça o lote de pilotos portugueses no Euromilhões Pax Rally 2008, não escondeu que "o objectivo é ser o melhor português e terminar logo atrás dos pilotos das equipas de fábrica, que têm um andamento e carros superiores."

    "Preocupação da organização é a segurança de pilotos e de público"

    Por sua vez, o Tenente-Coronel Mesquita Fernandes, comandante de operações do PAX, fez questão de sublinhar que a principal preocupação da organização é a segurança de pilotos e de público: "Para a assegurar, vamos ter no terreno cerca de 500 homens, que terão a missão de facilitar a vida a todos quantos estejam envolvidos com a prova e permitir a maior fluidez de trânsito possível."

    AS

  7. #7
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão euromilhões Pax Rally disputa-se até domingo


    Guerra entre oficiais

    Mesmo se um pouco aquém das expectativas em relação ao número de inscritos, a edição inaugural do euromilhões Pax Rally promete dar que falar ao longo de cinco dias. Afinal, esta será a última oportunidade para as equipas oficiais da Mitsubishi, Volkswagen

    e X-Raid medirem forças entre si antes do inédito Dakar 2009
    Segunda prova a receber o "label" Dakar Series, após o incaracterístico Rali da Europa Central, em Abril passado, a edição inaugural do euromilhões Pax Rally é a resposta portuguesa ao vazio deixado pela anulação do Lisboa-Dakar 2008. Longe de se resignar com esta decisão, a João Lagos Sports cedo se propôs a reacender o espírito desta aventura, apresentando logo em Maio o projecto para uma corrida totalmente disputada em território nacional, com partida em Lisboa e final em Portimão.
    Mantendo o elo de ligação ao mítico Dakar, até para a eventualidade de um regresso a África e a uma nova partida de Lisboa, nascia, então, o Pax Rally, competição aberta a carros, motos e quads e proposta ao longo de cinco etapas (duas delas inéditas), entre quarta-feira e domingo, num total de quase 800 quilómetros de especiais.

    Trio maravilha

    Se é verdade que o número de inscritos ficou algo aquém das expectativas iniciais, com apenas 52 equipas nos automóveis (das quais 27 portugueses), 47 nas motos e nove nos quads - também muito por culpa do absurdo intervalo (48 horas) com a Baja Cidade de Beja/Montes Alentejanos -, o facto é que a promessa de juntar à partida os principais protagonistas da disciplina a nível mundial foi cabalmente cumprida, com a presença das equipas oficiais da Mitsubishi, Volkwagen, X-Raid/BMW e KTM a conferir inegável brilho à prova idealizada pela Lagos Sports e organizada no terreno pela Escuderia de Castelo Branco.

    A expectativa é tanto maior porque, a menos de quatro meses do Argentina-Chile 2009, esta será, ao que tudo indica, a última vez (e segunda no presente ano) que as três principais equipas do pelotão automóvel estarão frente-a-frente, num (re)encontro que servirá igualmente de tira-teimas ao resultado do Rali da Europa Central, quando Carlos Sainz roubou a vitória a Stéphane Petrerhansel na última especial...

    VW segue invicta

    Com um programa em tudo diferente ao das rivais Mitsubishi e X-Raid, a Volkswagen prepara-se para entrar naquela que será, apenas, a sua terceira competição este ano, depois das vitórias de Carlos Sainz na Hungria e de Giniel de Villiers no Brasil, por ocasião do Rali Internacional dos Sertões. Depois disso, a equipa afastou-se de todos os olhares, abdicando das partipações no Transibérico e na Baja Espanha para se concentrar no desenvolvimento do Race Touareg, realizando duas sessões de testes colectivos em Marrocos, na região de Erfoud, a última das quais no final de Agosto.

    Deixando apenas de fora o norte-americano Mark Miller, a formação liderada por Kris Nissen reaparece agora em Portugal com três Race Touareg 2 entregues ao espanhol Carlos Sainz, ao sul-africano Giniel de Villiers e ao alemão Dieter Depping. "A minha expectativa é que vai ser uma prova marcada pela extrema competividade, até porque teremos a oportunidade de voltar a medir forças com os nossos rivais da Mitsubishi X-Raid", analisou Kris Nissen. "A pressão dos nossos adversários será alta, mas provaremos que estamos já bem preparados para o próximo Dakar", prometeu o dinamarquês.

    Pajero em fim de ciclo

    Do lado da Mitsubishi, o ano tem sido de intenso trabalho, com a equipa a preparar cuidadosamente a entrada em cena do Racing Lancer turbodiesel, cuja estreia mundial está marcada precisamente para a Baja 500 Portalegre.

    Vitoriosa na última deslocação a Portugal, quando Luc Alphand se impôs no mundialista Transibérico, a MMSP entra agora no lusitano Pax Rally com três Pajero Evolution MPR13 a gasolina, para Stéphane Peterhansel (o nove vezes vencedor do Dakar), Luc Alphand e Joan "Nani" Roma, numa oportunidade para o conjunto liderado por Dominique Serieys dar continuidade ao desenvolvimento de alguns componentes do novo carro, como as suspensões e os novos pneus da BFgoodrich.
    A exemplo da rival VW, viaja directamente de Marrocos para Portugal, após completar nova e exaustiva sessão de testes com o Racing Lancer.

    A ameaça X-Raid

    Embora sem os mesmos meios das poderosas equipas de fábrica, a X-Raid assume-se, também ela, como uma candidata natural à vitória neste Pax Rally. Mais do que arbitrar o duelo entre a Mitsubishi e a Volkswagen, a formação liderada por Sven Quandt regressa a Portugal com um impressionante registo de quatro vitórias em cinco corridas, todas por intermédio de Nasser Al-Attiyah, sendo a única "pedra no sapato" o segundo lugar no Transibérico. A atravessar excelente momento de forma, o multifacetado piloto do Qatar confirmou ainda recentemente a conquista antecipada da Taça Internacional FIA de Bajas, sendo já apontado por muitos dos seus adversários como um dos mais sérios candidatos a vencer o próximo Dakar. Igualmente com estatuto oficial dentro da equipa, Guerlain Chichérit é outro dos nomes que importa fixar à partida da prova portuguesa, mesmo se rápido francês costuma pagar demasiado caro a sua impetusosidade. Talvez por isso, foi ele o escolhido para guiar a versão mais evoluída do X3 Cross Country, já com algumas soluções que serão utilizadas no Dakar 2009. Com cinco carros à partida, completam o "line up" da equipa o argentino Orlando Terranova, o russo Loenid Novistskiy e, claro, o "nosso" Filipe Campos, em quem recaem as maiores esperanças lusas num bom resultado.AS

  8. #8
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão euromilhões PAX rally

    As apostas de Carlos Sousa

    Estou convicto que o Pax Rally vai ser uma prova muito interessante de seguir e, se possível, até acompanhar na estrada. Nada tendo a ver com as provas de África, sendo antes uma típica baja, a fiabilidade não será aqui tão relevante, pelo que será ainda mais interessante observar este frente-a-frente entre as principais do pelotão automóvel, até porque todas elas estarão em Portugal para ganhar.

    Pessoalmente, acredito que a vitória será discutida entre o Nasser Al-Attiyah, por parte da X-Raid, e o Carlos Sainz, do lado da VW. Um e outro estão bastante à vontade neste tipo de terreno, parecendo-me difícil a qualquer outro acompanhar o seu ritmo, mesmo se nenhum perdoará qualquer falha deles. Recordo que o Nasser, piloto que sempre admirei, está num excelente momento de forma, tendo já vencido quatro bajas este ano, sendo talvez aquele que poderá mais depressa fazer a diferença num momento decisivo da corrida.

    Do lado da Mitsubishi, vamos ter certamente o Stéphane Peterhansel a querer vingar a derrota no Rali da Europa Central e no último Transibérico. Contudo, o facto da Mitsubishi estar a cumporir, este ano, a transição para um novo carro poderá afastá-la um pouco desta luta, mesmo se o "velhinho" Pajero a gasolina continua, ainda hoje, a surpreender pela sua competitividade, como se viu na Hungria e no próprio Transibérico. De resto, é bom não esquecer, continua a ter um grupo muito homogéneo. Exemplo flagrante disso é o "Nani" Roma que, embora tendo começado com um grande "handicap" face aos outros pilotos, tem evoluído a olhos vistos, faltando-lhe agora apenas alguma consistência.

    Ou seja, e bem vistas as coisas, qualquer prognóstico terá sempre de carecer de uma margem de erro muito elevada, tal a qualidade dos pilotos que vêm a esta prova. Também por isso, será difícil a algum português conseguir chegar aos lugares da frente, embora quem sabe se o Filipe Campos não conseguirá tirar alguns dividendos da guerra que se adivinha lá na frente...AS

  9. #9
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Filipe Campos lidera ambições lusas

    Face às anunciadas ausências de Carlos Sousa e Miguel Barbosa no Pax Rally, é inevitavelmente na dupla Filipe Campos/Jaime Baptista que estão depositadas as maiores esperanças portuguesas num bom resultado na corrida automóvel.

    Já com duas subidas ao pódio em outras tantas provas do calendário internacional de todo-o-terreno - foram terceiros no Transibérico e na Baja Espanha -, os actuais líderes do campeonato português espreitam agora nova oportunidade para brilhar entre um pelotão que junta a fina-flor do TT mundial.

    "Temos de ser realistas, pois estão confirmadas três equipas oficiais. Em condições normais, será impossível superá-las. Mas partimos sem qualquer pressão e na disposição de dar o nosso melhor, na certeza de que também não vamos enjeitar uma oportunidade para nos intrometermos nessa luta", garantiu o portuense, um dos três pilotos que, a par de Pedro Grancha e Ricardo Leal dos Santos, disputaram até ontem a Baja Cidade de Beja e seguem directamente para o Pax Rally.

    De resto, destaque ainda para as presenças de Helder Oliveira e Alexandre Ré ao volante de duas Nissan Pathfinder V6 preparadas pela italiana Tecnosport. No caso do piloto de Barcelos, que será navegado pelo experiente Vítor Jesus, trata-se do regresso a um carro que já utilizou com sucesso no último Transibérico, onde foi quarto da geral absoluta.

    Também com um quarto lugar na lembrança, mas na Baja Espanha de 2007, apresenta-se Pedro Gameiro, ele que retoma aqui a condução da Nissan Pick Up do Team Motivo após a bem sucedida operação no Transsyberia Rally, tendo agora o espanhol Miguel Dominguez como navegador.

    Igualmente confirmados estão os regressos dos irmãos Nuno e Francisco Inocêncio, nos dois Pajero DiD do Red Line Team, Lino Carapeta (Bowler) e Paulo Marques (Mitsubishi Pajero), sem esquecer os cinco Toyota Land Cruiser inscritos pela Padock de Adélio Machado, um dos quais para Céu Pires de Lima.AS

  10. #10
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Coma e Desprès reeditam duelo nas duas rodas

    Ao nível do pelotão das duas rodas, a curiosidade não é menor, tanto mais que a austríaca KTM surge em Portugal com quatro dos seus pilotos de fábrica.

    Além do francês David Casteau e do espanhol Gerrar Ferres, sobem ao palco dois outros nomes que dispensam qualquer apresentação, casos de Marc Coma e Cyril Desprès, precisamente os pilotos que vêm dominando a categoria nas três últimas edições do Dakar.

    Contudo, e como já ficou provado em anos anteriores, a compacta 690 Rally poderá ser imbatível em África, mas apresentar algumas fragilidades em algumas das especiais portuguesas.

    Nessa perspectiva, quer Helder Rodrigues como, sobretudo, Ruben Faria, poderão voltar a surpreender no seu terreno, mesmo se a meta principal dos dois representantes do Lagos Team será sempre a de vencer as respectivas categorias em que estão inscritos, a exemplo do que também sucederá com Pedro Bianchi Prata e o regressado Paulo Gonçalves.AS

  11. #11
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Imagens vão chegar a 160 países

    Cobertura televisiva mundial

    Mesmo para quem não tiver oportunidade de se deslocar à estrada, não haverá desculpa para perder pitada desta primeira edição do Pax Rally, que vai contar com uma cobertura televisiva de dimensão mundial.

    Com efeito, ainda antes do primeiro veículo sair para a estrada, já cerca de 160 países mostraram imagens do Pax Rally e de Portugal.

    Canais como o Eurosport, RTL, Fox Sport International ou RTBF, entre outros, associaram-se ao evento organizado pela João Lagos Sports, assegurando a emissão de compactos diários que chegarão a mais de 160 milhões de lares.

    Em Portugal, a RTP assegurou os direitos televisivos desta prova e vai dedicar vários programas ao evento ao longo das suas emissões da RTP e RTPN, além de directos nos dois últimos dias.

    AS

  12. #12
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ruben Faria na frente das motos em CP2

    Quinto em CP1 (87,40 km), o português Ruben Faria (Honda CRF 450) ascendeu ao comando das motos na passagem por CP2 (156,31 km), com dois segundos de vantagem sobre o francês Marc Coma (KTM LC4 690 Rally) e 41 s. sobre o seu compatriota Hélder Rodrigues (Honda CRF 450). Ciril Depres (KTM LC4 690 Rally) caiu de primeiro para quarto, estando agora a 1.26 de Ruben Faria.

    Classificação em CP2 (156,31 km): 1.º, Ruben Faria (Honda CRF 450), 2.39,12; 2.º, Marc Coma (KTM LC4 690 Rally), a 2 s.; 3.º, Hélder Rodrigues (Honda CRF 450), a 41 s.; 4.º, Ciril Depres (KTM LC4 690 Rally), a 1.26; 5.º, David Casteau (KTM LC4 690 Rally), a 3.54

    Rui Mendes lidera nos Quads

    À passagem por CP1 (87,40 km), os nove quads que largaram do Parque Eduardo VII continuam em prova, com o português Rui Mendes (Suzuki LTR 450) a ser o mais rápido na fase inicial da prova, o que lhe permitu ganhar 2.41 ao francês Hubert Deltrieu (Polaris Outlaw 525 IRS).

    Classificação em CP1 (87,40 km): 1.?, Rui Mendes (Suzuki LTR 450), 1.30,33; 2º, Hubert Deltrieu (Polaris Outlaw 525 IRS), a 2.41 ; 3º, Cam?lia Liparotti (Polaris Outlaw 525), a 5.07; 4º, Lu?s Engeitado (Suzuki LTR 450), a 5.46 ; 5º, Jean Claude Auer (Bombardier Renegade 800), a 10.21.AS

  13. #13
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Está na estrada a primeira edição do PAX Rally

    Dieter Depping à frente em CP1

    O alemão Dieter Depping (VW Race Touareg 2) é o primeiro comandante provisório no Pax Rally ao ser o mais rápido entre a partida do SS e CP1, onde passou com uma vantagem de 27 s. sobre o espanhol Joan Roma (Mitsubishi Pajero Evo) e 34 s. sobre o espanhol Carlos Sainz, seu colega de equipa. Sétimo da geral em CP1, Filipe Campos (BMW X3) é o melhor dos portugueses cumprindo, assim, o seu objectivo, ainda que, como é lógico, provisoriamente.

    Classificação em CP1 (87,40 km): 1.º, Dieter Depping/Timo Gottschalk (VW Race Touareg 2), 1.20,49; 2.º, Joan Roma/Cruz Senra (Mitsubishi Pajero Evo), a 27 s.; 3.º, Carlos Sainz/Michel Perin (VW Race Touareg 2), a 34 s.; 4.º, Luc Alphand/Gilles Picard (Mitsubishi Pajero Evo), a 46 s.; 5.º, Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (Mitsubishi Pajero Evo), a 1.03.AS

  14. #14
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão euromilhões PAX Rally: 1ª Etapa Lisboa-Castelo Branco

    Luc Alphand é o primeiro líder

    Luc Alphand é o primeiro líder do euromilhões PAX Rally ao ser o mais rápido na primeira etapa, que ligou Lisboa-Castelo Branco. A Mitsubishi parte na frente, mas a diferença é curta, já que o segundo classificado foi Carlos Sainz, apenas a dois segundo do francês. Giniel de Villiers foi terceiro, mas já a mais de um minuto do duo da frente. O melhor piloto luso foi Filipe Campos, na sétima posição, sendo mesmo o melhor dos BMW em prova.

    Muito calor e muito público na abertura competitiva do euromilhões PAX rally, com a primeira etapa realizada hoje entre Lisboa e Castelo Branco, com os concorrentes a terem pelo meio um sector se 220 kms, com início em Mação e final já muito próximo de Castelo Branco, capital da Beira Baixa.

    O traçado era muito estreito e sinuoso, portanto muito exigente em termos físicos e de condução, para os pilotos, embora a principal queixa tenha sido o facto de, sensivelmente a meio do sector selectivo, estes terem rodado no pó dos últimos concorrentes das motos e quads.

    Carlos Sainz foi um dos mais irritados com a situação, já que abria a estrada, com o espanhol a garantir que perdeu muito tempo para realizar ultrapassagens aos concorrentes mais lentos, pois a maioria ignorou avisos do sistema "sentinel". Um caso a rever para a organização, que não terá acautelado a diferença entre os pelotões de motos/quads e autos.

    Alphand é o primeiro líder

    Desportivamente, o dia correu bem, sobretudo a Luc Alphand que se tornou o primeiro líder da prova, apesar da sua admiração à chegada: "Foi difícil encontrar o ritmo nos quilómetros iniciais, mas depois ataquei forte e consegui chegar ao final sem furar. A especial foi fantástica pois era muito bonita, mas muito trabalhosa e exigente em termos físicos, já que o único problema foi mesmo ter realizado os últimos 50 kms sem água no carro, "referiu o francês, que chegou ao final do sector selectivo completamente extenuado.

    Menos sorte teve o seu colega de equipa Stéphane Peterhansel, que foi apenas sexto ao não evitar um furo, sendo obrigado a mudar o pneu em pleno troço. Á parte disso, o pluri-vencedor do Dakar, queixou-se que perdeu tempo na fase inicial, por falta de tracção no seu Pajero.

    Chegando a liderar a corrida em CP1, Dieter Deeping, foi outro das vítimas dos furos, neste caso um furo lento, "Estávamos a andar bem, mas depois perdemos largos minutos a trocar a roda. E se isso não bastasse, rodámos os últimos 80 quilómetros no pó de várias motos.", referiu o alemão que terminou a tirada na quarta posição.

    Mais satisfeito parecia estar o seu colega Giniel de Villiers, que foi terceiro na etapa: "Lutámos um pouco encontrar um bom ritmo, mas foi um bom desafio logo a abrir. A especial era muito bonita, mas o piso, era algo traiçoeiro em alguns locais. A pista era muito estreita e sinuosa e isso não favorece o nosso carro.", referiu.

    Nasser Al-Attiyah começou muito mal

    No lado da equipa X-Raid Nasser Al-Attiyah era a imagem da desilusão. O piloto do Qatar, para muitos o favorito número um à vitoria, atrasou-se bastante neste primeiro dia de prova, ao optar por uma afinação de suspensão demasiado dura no seu BMW X3: "Foi um erro enorme, pois pensávamos que iríamos encontrar troços rápidos e afinal o percurso era completamente diferente. Muito lento, e neste contexto optámos por uma suspensão muito dura. De tal forma que chegámos ao fim com os pneus ainda novos. Amanhã será o dia para se recuperar.", referiu o homem da BMW que amanhã irá partir da oitava posição, já com sete minutos para recuperar.

    Filipe Campos foi sétimo

    Apesar de alguns pequenos contratempos, Filipe Campos lidera entre os pilotos nacionais, tendo hoje obtido a sétima posição da geral. Foi mesmo o melhor dos BMW: "Acumulámos alguns pequenos percalços ao longo desta primeira etapa, pois demorámos cerca de 40 kms para afinar o Terra Trip. Mais tarde acendeu uma luz do diferencial central, que era afinal devido a uma avaria no sensor. Apesar do carro estar bem isso acabou por me desconcentrar e tive algumas pequenas saídas de estrada, sem consequências. De qualquer modo foi um bom início.", referiu.

    Nani Roma foi quinto na etapa, depois de ter chegado a rodar em segundo atrás de Carlos Sainz, mas o espanhol deixou o carro ir abaixo num controle, e perdeu bastante tempo.

    Azar também para Pedro Grancha que apesar de ter obtido a nona posição na estrada, não se vai livrar duma epnalização, já que deixou o seu carro ir abaixo depois controlo de chegada.

    Pior ainda esteve Hélder Oliveira, que capotou, com o seu carro a ficar bem fora de estrada a sem possibildade de a ela regressar. Já Ricardo Leal dos santos chegou ao final da tirada com o carro rebocado, desconhecendo-se para já os motivos de tal situação.



    Classificação

    1 Luc ALPHAND (FR) 3:22:47
    2 Carlos SAINZ (ES) 3:22:49
    3 Giniel DE VILLIERS (RSA) 3:23:40
    4 Dieter DEPPING (D) 3:25:13
    5 Joan ROMA (E) 3:25:46
    6 Stéphane PETERHANSEL (FR) 3:27:01
    7 Filipe CAMPOS (PT) 3:28:50
    8 Nasser AL-ATTIYAH (QAT) 3:29:47
    9 Pedro GRANCHA (PT) 3:33:24
    10 Leonid NOVITSKIY (RUS) 322
    11 Francisco INOCÊNCIO (PT) 3:47:42
    12 Maurizio TRAGLIO (IT) 3:53:18
    13 Guerlain CHICHERIT (F) 3:58:35
    AS

  15. #15
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ruben Faria venceu nas motos


    Nas motos a vitória foi portuguesa! Apesar de ter revelado ontem que só conhece bem a derradeira etapa da prova, o piloto algarvio do Lagos Team foi mais forte que Cyrill Després e Marc Coma, respectivamente, segundo e terceiro classificados. Hélder Rodrigues foi quarto, oferecendo ao Lagos Team um bom resultado de conjunto numa competição para já favorável às motos de 450cc.

    Classificação

    1 Ruben FARIA (PT) 3:42:15
    2 Cyril DESPRES (F) 3:43:27
    3 Marc COMA (ES) 3:43:30
    4 Hélder RODRIGUES (PT) 3:45:01
    5 David CASTEU (F) 3:47:45
    6 Zé HÉLIO (BRA) 3:50:04
    7 Paulo GONÇALVES (PT) 3:52:49
    8 Pedro OLIVEIRA (PT) 3:53:59
    9 Jaroslav KATRINAK (SLK) 3:54:07
    10 David MEGRE (PT) 3:56:01
    11 Gerard FARRES (E) 3:57:49
    12 João ROSA (PT) 3:58:04
    13 José PELLICER (E) 3:59:22
    14 Nuno MATEUS (PT) 3:59:34
    15 Teus VISSER (NL) 4:00:47
    16 Henk KNUIMAN (D) 4:05:03
    17 Miguel PUERTAS (ES) 4:09:13
    18 Marc GUASH (E) 4:10:45
    19 Pedro BIANCHI PRATA (PT) 4:10:52
    20 Jorge CARDOSO (PT) 4:11:47
    21 Nuno SANTOS (PT) 4:14:27
    22 Paulo CARDOSO (PT) 4:16:54
    23 Jose TAPIA (ES) 4:20:14
    24 Fernando SOUSA (Filho) (PT) 4:21:03
    25 Cristobal GUERRERO (ES) 4:21:22
    26 Gerard ROND (NL) 4:22:46
    27 Marc ROUGE (FR) 4:26:57
    28 Ricardo PINA (PT) 4:27:08
    29 Pedro VARGAS (PT) 4:28:17
    30 Fernando SOUSA (Pai) (PT) 4:30:51
    31 Evert Kroon (NL) 4:32:03
    32 Gerben VRUGGINK (D) 4:33:13
    33 LOEK BODELIER (NL) 4:40:53
    34 Kees KOOLEN (D) 4:44:47
    35 Manuel Garcia (ES) 4:46:55
    36 Raphael CRAMBES (FR) 4:48:34
    37 Dirk SCHUTTEL (NL) 4:52:25
    38 Mirjam POL (D) 4:58:09
    39 Thomas MINAUX (FR) 5:03:13
    40 Pascal MINAUX (FR) 5:10:05
    41 Dirk VAN DAM (NL) 5:11:32
    42 José HENRIQUE (PT) 5:13:50
    43 John BRAAT (NL) 5:19:10
    44 Ronny ROOS (NL) 5:19:24
    45 Kris ELTTEN (B) 5:27:02
    46 Jean VAN HOLZAET (B) 5:33:35
    47 Peter DE CLERCQ (B) 5:43:59

    Nos quads, Luis Engeitado foi o mais forte, destacado na frente do francês Hubert Deltrieu. Miguel Monteiro foi terceiro a quase um quarto de hora do líder.

    Classificação

    1 Luis Engeitado (PT) 4:03:58
    2 Hubert DELTRIEU (FR) 4:08:52
    3 Miguel MONTEIRO (PT) 4:16:21
    4 Rui MENDES (PT) 4:24:32
    5 Jos JANSEN (B) 4:50:57
    6 Anton GONNISSEN (B) 4:54:01
    7 Jean Claude AUER (FR) 4:56:57
    8 Camélia LIPAROTTI (I) 4:57:41
    9 Kurt DUJARDYN (B) 4:57:59

    AS

Página 1 de 44 1 211 ... Último

Tópicos Similares

  1. Passeio todo terreno
    Por cprcosta no fórum Convívios
    Respostas: 1
    Último Post: 22-12-2013, 21:55
  2. Road Books de Todo-Terreno
    Por satteam no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 7
    Último Post: 22-12-2009, 02:05
  3. Manuais de Viaturas Todo-o-Terreno
    Por F.B.I. no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 0
    Último Post: 03-01-2009, 23:03
  4. Todo o terreno
    Por Opium® no fórum Videos
    Respostas: 1
    Último Post: 26-04-2008, 23:33
  5. Todo-o-terreno no Piódão
    Por satteam no fórum Vídeos, Fotos e Eventos
    Respostas: 0
    Último Post: 28-03-2008, 00:52

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar