Página 10 de 44 Primeiro ... 9 10 1120 ... Último
  1. #136
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Apenas 15 equipas lusas no 'Dakar'


    Face às anunciadas ausências de Carlos Sousa, Miguel Barbosa, Paulo Marques e, mais recentemente, Paulo Cardoso, o contigente luso no próximo Argentina-Chile 2009 será composto por apenas 15 equipas, ou seja, praticamente metade daquele que tinha previsto disputar o último Lisboa-Dakar.
    Apenas 15 equipas lusas no 'Dakar' -

    As sete duplas que confirmaram a sua inscrição nos automóveis (sendo apenas duas estreantes absolutas na prova), juntam-se mais sete pilotos no pelotão das duas rodas, isto caso Ruben Faria consiga ainda recuperar da lesão contraída no último UAE Desert Challenge, tendo para já uma autorização especial da organização para confirmar a sua presença apenas na última semana de Dezembro. Por fim, teremos ainda Elisabete Jacinto, única presença feminina da comitiva, a competir na exigente categoria dos camiões.

    OS NÚMEROS DOS PORTUGUESES

    AUTOS
    Nº Equipa Piloto/Navegador Carro
    347 Pioneer Solo Desert Team Rcardo Leal dos Santos/NN BMX X5
    366 Red Line/LG Art Cool Francisco Inocêncio/Paulo Fiuza Mitsubishi Pajero DiD
    367 Red Line/LG Art Cool Nuno Inocêncio/Jaime Santos Mitsubishi Pajero DiD
    382 Padock & Toyota France Adélio Machado/Laurent Flament Toyota Land Cruiser
    399 Padock & Toyota France Francisco Pita/Humberto Gonçalves Toyota Land Cruiser
    402 Padock & Toyota France Martine Pereira/José Marques Toyota Land Cruiser

    MOTOS
    Nº Equipa Piloto Moto
    5 Lagos Team Helder Rodrigues KTM 690 Rally
    n/a Lagos Team Ruben Faria Honda CRF 450
    23 Honda Europe Paulo Gonçalves Honda CRF-X 450
    90 Bianchi Prata Luís Ferreira BMW G450 X
    91 Yamaha Portugal João Rosa Yamaha WR 450
    92 Bianchi Prata Pedro Bianchi Prata BMW G450 X
    185 Dakar Teck Aventure Pedro Oliveira Yamaha WR 450

    CAMIÕES
    Nº Equipa Piloto/Navegador/Mecânico Camião
    522 Team Oleoban/MAN Portugal Elisabete Jacinto/Álvaro Velhinho/Marco Cochinho MAN M2000

    AS

  2. #137
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Baja 1000: O último desafio da VW no Todo-o-Terreno

    Se o Dakar é vulgarmente classificado como o rali mais duro do mundo, então a americana Baja 1000 é, seguramente, a mais inusual e incaracterística de todas as provas que se realizam oficialmente, sendo mesmo impossível compará-la a qualquer outro evento do género ao nível dos desportos motorizados.

    As suas regras são singulares e as viaturas participantes quase únicas na sua concepção, não havendo qualquer limitação de potência, peso ou curso de suspensão, sendo a única imposição conhecida a autonomia dos depósitos nos carros de motorização diesel (246 litros).

    Pressupondo um desafio inigualável para pilotos e máquinas, o seu percurso cronometrado (a rondar sempre os 1000 km) é feito sem quaisquer paragens intermédias, tão pouco nas zonas de assistência, ficando apenas os concorrentes orbigados a passar por seis pontos de controle, mas sem recurso a qualquer cronometragem intermédia, pelo que ninguém sabe a sua verdadeira classificação até final.

    A planificação e gestão da prova é da responsabilidade de cada equipa - que pode ser constituída por uma ou até duas duplas de pilotos -, não havendo limites para reconhecimentos, serviços de assistência ou carros de apoio, sendo apenas necessário acautelar que o percurso seja cumprido no limite máximo estipulado pela organização: 31 horas.

    Um "rali de culto"

    Aberta a carros, motos, quads e camiões, nela tanto podemos ver um artesanal buggy de duas rodas motrizes como um gigante Tropy Truck com 800 cv de potência. Tendo já adquirido a categoria de "rali de culto" entre os entusiastas do "off-road", a Baja 1000 teve já como participantes de luxo pilotos como Sébastien Bourdais, Oriol Servià, Jimmy Vasser ou, recuando um pouco mais no tempo, estrelas como Steve McQueen ou Paul Newman.

    O seu percurso é um misto de caminhos de pedras, passagens por rios secos, pistas de planície, campo e até de areia. Mas, sem qualquer dúvida, a superfície mais temida por qualquer equipa, incluindo as que guiam as máquina mais potentes, é o lodo macio que todos os anos dizíma grande parte do pelotão.

    Alterado a cada ano, só o figurino base se mantém o mesmo desde a primeira edição, iniciando-se a corrida no sul da Califórnia para logo de seguida transpor a fronteira e percorrer a dura Península mexicana. Este ano, a prova teve uma distância de 1.013 km, com partida e chegada na localidade costeira de Enseada, tendo passado por algumas zonas que já não eram vistadas nos últimos 20 anos.

    A primeira equipa de fábrica a participar

    Em 41 anos de história, a Volkswagen foi a primeira equipa de fábrica a aventurar-se nesta prova utilizando a tecnologia diesel, apresentando à partida da última Baja 1000, no passado dia 21 de Novembro, um veículo completamente novo e especialmente construído para a ocasião: o Baja Race Touareg TDI (ver peça em seperado), inserido na muito competitiva e liberal categoria dos Trophy Trucks.

    Guiado em alternância pelo norte-americano Mark Miller (46 anos, natural de Arizona) e o compatriota Ryan Arciero (34 anos, Los Angeles, California), qualquer um deles já multiplo vencedor das Bajas 1000 e 500, esta espécie de Touareg XL conseguiu chegar ao final logo no seu ano de estreia: "O nosso objectivo nesta primeira Baja 1000 era terminar o evento com o nosso novo Touareg TDI - e conseguimos fazê-lo", começou por salientar Kris Nissen, director da Volkswagen Motorsport. "Foi a baja mais dura em que participei, a pista era simplesmente demolidora" comentou, por seu turno, Mark Miller, depois de atingir o final na manhã de sábado, 22 Novembro. "Logo na nossa primeira participação, mostrámos imediatamente que o Touareg e a motor TDI são um conjunto muito poderoso".

    Na caravana de 26 Trophy Trucks que arrancaram para este rali, o Volkswagen terminou em 13º da classificação. No total, 369 participantes de 24 países participaram nas diversas categorias. Os vencedores à geral foram os norte-americanos Roger Norman e Larry Roeseler.

    Jorge Rodrigues

  3. #138
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Um Touareg XL de tracção traseira


    Apresentado ao público apenas dois dias antes da partida da Baja 1000, o Baja Race Touareg TDI foi pomposamente desvendado no Salão Automóvel de Los Angeles. Decorado com as cores da Red Bull, o protótipo foi construído segundo princípios muito diferentes aos que serviram de base ao Race Touareg 2. Desde logo, porque tem tracção traseira e incorpora um poderoso motor V12 TDI de 5,5 litros de capacidade, para um potência estimada de mais de 550 cavalos.

    A par de um extradordinário de depósito com 246 litros de capacidade, esta espécie de Touareg XL apresenta um chassis e um "corpo de plástico" cerca de 10,5 por cento mais largo que a versão de produção. "Com a experiência recolhida nesta corrida, ficamos com ainda mais vontade de continuar a melhorar o nosso carro. Estamos ansiosos por participar numa selecção de ralis em 2009 que fazem parte do American SCORE, incluindo a Baja 500 e, claro a Baja 1000", anunciou já Clark Campbell, director da Volkswagen Motorsport na América.AS

  4. #139
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão VÍDEO: SCORE Baja 1000 2008


  5. #140
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão VÍDEO: Teste do Mitsubishi Racing Lancer


  6. #141
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Carmona Rodrigues e Zica Capristano no Singapura-Macau

    O PRINCIPAL OBJECTIVO DA DUPLA É "TERMINAR A PROVA"



    Carmona Rodrigues, antigo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, e Zica Capristano, ao volante de uma "pick-up" Ford Ranger, participam em Fevereiro na prova de todo-o-terreno Singapura-Macau, que passa por sete países ao longo de 9 mil quilómetros.

    O antigo presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML) confessou que esta é uma oportunidade única para conhecer novas realidades, destacando as características muito específicas da prova.

    "É uma prova com características especiais, que testa a resistência da máquina e da equipa ao longo dos sete países que atravessa", disse Carmona Rodrigues, que acrescentou que "o mais importante é participar" e que o principal objectivo é "terminar a prova" e representar bem o nome de Portugal.

    Zica Capristano, piloto da equipa Regazzoni durante 10 anos, considera que o amigo Carmona Rodrigues constitui uma mais valia, na medida em que "é um excelente condutor" e tem muitas noções de mecânica.

    A caravana da prova asiática arranca de Singapura a 7 de Fevereiro em direcção a Macau, passando pela Malásia, Tailândia, Camboja, Laos, Vietname e Sul da China, percorrendo cerca de 9 mil quilómetros.

    "Rc"

  7. #142
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Nacional de TT com datas alteradas


    A Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) procedeu à alteração das datas do Campeoanto de Portugal de Todo-o-Terreno, devido à introdução de algumas das provas da Taça do Mundo FIA de Todo-o-Terreno em 2009.

    Assim, a ápoca terá inicio no fim-de-semana de 20 e 21 de Fevereiro, com o Ervideira Rali TT, sendo que a última prova terá lugar entre 22 e 25 de Outubro, com a 23ª Baja 500 Portalegre.

    Também já publicado foi o regulamento técnico para o Agrupamento de Produção.

    Eis o calendário actualizado para o CPTT de 2009:

    20-21 Fevereiro Ervideira Rali TT
    21-22 Março Rali TT Serras do Norte
    18-19 Abril Baja TT Terras d'el Rei
    23-24 Maio Baja TT Serra de Monchique
    15-21 Junho Vodafone Rali TT Transibérico
    5-6 Setembro Baja TT Cidade de Beja
    26-27 Setembro Rali TT Castelo Branco
    22-25 Outubro 23ª Baja 500 Portalegre
    AS

  8. #143
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Leal dos Santos com metas ambiciosas para Dakar


    Ricardo Leal dos Santos não esconde as ambições naquela que será a sua sétima particiapção num Rali Dakar, o mais duro do mundo.
    Leal dos Santos com metas ambiciosas para Dakar -

    Como tal, o piloto não só se assume como candidato ao triunfo entre os pilotos nacionais, como aposta em terminar entre os primeiros privados, classificação onde tem por objectivo alcançar o pódio entre os que optam por viaturas 4x4.

    O suporte para toda esta justificada ambição reside na performance cada vez mais viva bem evidenciada nas provas internacionais e nacionais em que participou com o seu BMW X5 durante a corrente temporada e onde foi sistematicamente um dos melhores portugueses, intrometendo-se de forma regular entre as mais fortes formações internacionais.

    Para este Dakar Argentina-Chile, o piloto irá contar com a assistência da Pionner Desert Team Delta Q, residindo aqui um dos seus motivos de confiança.

    "Temos um MAN KAT1 6x6 completamente equipado, que está inscrito na categoriaT5 e contamos ainda com o apoio e uma excelente colaboração por parte da equipa oficial da BMW, a X-Raid", começou por explicar Leal dos Santos. "A nossa equipa de mecânicos está encarregue de cuidar do carro no final de cada uma das etapas, sob a supervisão do técnicos da equipa alemã, que nos fornecerá também as peças que eventualmente venham a ser necessárias, para além daquelas que já transportamos no nosso camião" , acrescentou o piloto.

    O apoio da X-Raid não se fica, todavia, por este apoio técnico. "No caso de necessidade, que esperamos não venha a acontecer, podemos contar com o T4 da X-Raid, no percurso selectivo. É uma ajuda muito importante, numa prova tão longa e exigente como é o Dakar" refere o piloto que adianta ainda o facto de estar também assegurada a presença na prova do Director Desportivo do Pionner Desert Team Delta Q, GonçaloFerreira, que se deslocará numa viatura 4x4.

    No MAN KAT1 6x6 irão seguir Evaristo Machado (condutor), Inácio Carmona e Eugénio Garrett (mecânicos).AS

  9. #144
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Taça do Mundo só com três provas


    Cada vez mais condenada ao insucesso, a Taça do Mundo FIA de Todo-o-Terreno será composta por apenas três provas em 2009, confirmada que foi a saída do sul-americano Por las Pampas Rally, este ano já realizado no Brasil, após providencial associação com os organizadores do Rali Internacional dos Sertões.
    Taça do Mundo só com três provas -

    Ratificado no Conselho Mundial da última sexta-feira, o calendário do próximo ano tem, ainda assim, como principal novidade a antecipação do UAE Desert Challenge que passa do tradicional mês de Novembro para Março, inaugurando agora a competição entre os dias 23 a 27.

    Única prova prevista para o continente africano, o Rali da Tunísia terá lugar entre 23 de Abril e 2 de Maio, enquanto o Rali Transibérico passa, então, a fechar o calendário, avançando, porém, sensivelmente um mês em relação à data prevista, para os dias 15 a 21 Junho, situação que obrigou já a FPAK a reformular o calendário do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, antecipando a Baja de Monchique, agora a fechar a primeira metade da época, para os dias 23 e 24 de Maio.

    No que se refere à Taça Internacional FIA de Bajas, confirma-se que terá um total de seis provas em 2009, destacando-se a saída da Baja da Grã-Bretanha e a promoção das bajas de St. Peterburgo Northern Forest, na Rússia, e da Hail Arábia Saudita, embora esta última sob reserva da aceitação de concorrentes femininas. As repetentes bajas de Itália, Espanha/Aragão e Portalegre completam o calendário.AS

  10. #145
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ruben Faria não vai ao Dakar 2009


    Ruben Faria, o pluri-campeão nacional de motociclismo de todo-o-terreno não conseguiu recuperar fisicamente a tempo de disputar o Dakar.
    Ruben Faria não vai ao Dakar 2009 -

    O motard do Lagos Team/TMN, que venceu o Pax Rally e foi uma das figuras da temporada do Dakar Series, mostrando valor face a pilotos oficiais, não vai poder alinhar no próximo Dakar, por indicação do médico que tem acompanhado a sua recuperação.

    Admirado por muitos dos seus adversários, o piloto da Olhão que fez uma boa temporada, ganhando várias especiais cronometradas tanto no Dakar Series como noutras provas, não teve a necessária autorização do seu médico para regressar às corridas.

    Habituado a correr entre os pilotos que lutam pelos lugares cimeiros, o piloto do Lagos Team tem ainda de consolidar o seu estado físico para se preparar para regressar, especialmente nestas provas com a dureza e a competitividade que são as características do Todo-o-Terreno.

    Ruben Faria, afirmou: "depois de uma temporada desportiva em que conseguimos com uma pequena equipa privada, bater-nos com os melhores pilotos oficiais, estou um pouco triste por não estar ainda com o OK médico para regressar. É preferível ter cautela e assegurar que a recuperação do acidente do Dubai será bem feita, para poder regressar às corridas em 2009 com todas as minhas forças e motivação intactas."

    O piloto do Lagos Team/TMN vai acompanhar a prova através da comunicação social e aproveitou para deixar uma mensagem: "Força e muito sucesso para o meu companheiro Hélder Rodrigues e a todos os outros portugueses. Que consigam o melhor para Portugal."

    AS

  11. #146
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Elisabete Jacinto recebida pelos embaixadores da Argentina e do Chile


    Na véspera da inauguração da exposição, com que pretende homenagear África e celebrar os seus dez anos de competição no continente africano, Elisabete Jacinto dedicou hoje o dia à América do Sul. A piloto foi esta tarde recebida na Embaixada da Argentina e na Embaixada do Chile, pelos respectivos embaixadores, encontros que serviram para a piloto ter uma ideia mais precisa dos países que este ano vão, pela primeira vez, receber o mais duro e difícil rali do mundo.

    Para Elisabete Jacinto estas visitas foram extremamente importantes e explica porquê: "Embora estivesse sempre a aprender, as provas em África já não requeriam um estudo tão aprofundado, particularmente no que se refere a usos e costumes. Para este Dakar 2009, pelo contrário, tenho lido e pesquisado muito, de forma a saber o mais possível sobre a Argentina e o Chile e particularmente as regiões por onde a prova vai passar. Todavia, tirando o Carlos de Gavardo, com quem muito conversei sobre o Chile, nunca tive contacto com outros argentinos ou chilenos, pelo que muitas pequenas coisas, que hoje falei com os senhores embaixadores, tornaram-se mais reais, mais concretas e menos teóricas", referiu Elisabete Jacinto, que se mostrou muito satisfeita pela forma como foi recebida.

    Para Jorge Faurie, embaixador da Argentina, a visita do Dakar reveste-se de particular importância, já que os argentinos nutrem uma grande paixão pelos desportos motorizados. Na conversa com Francisco Pérez-Walker, embaixador do Chile, esteve em destaque a grande variedade de percursos que a prova vai encontrar, com destaque para a altitude na zona montanhosa.AS

  12. #147
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Os novos cenários do Dakar 2009

    A edição 2009 do Dakar está quase à porta e, com ela, surge este ano um novo desafio, na forma dos terrenos sul-americanos na Argentina e no Chile.

    Para antecipar um pouco do que será esta nova aventura, eis um pequeno vídeo que mostra que o espírito do Dakar se mantém vivo.



  13. #148
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Agricultores ameaçam Dakar 2009


    Nem agora que atravessou o Atlântico e se prepara para cruzar a Argentina e o Chile, o Dakar tem descanso. Habituados às constantes ameaças perpetradas por grupos terroristas e por diversos boicotes no norte de África, os organizadores do Dakar poderão vir a enfrentar mais boicotes na Argentina.

    Os agricultores da província argentina de La Pampa, palco das duas primeiras especiais, já demonstraram a intenção de boicotarem a prova na passagem por aquela região.

    Tudo devido às taxas de exportação de grãos, com as quais os produtores locais estão em total desacordo. Devido a isso, os agricultores já estiveram na base de bloqueios anteriores aos transportes de combustíveis, numa 'crise' que durou quatro meses.

    Nicolas Véga, porta-voz da organização argentina, já afirmou estar ao corrente das ameaças, mas que, "por enquanto, são apenas rumores".

    "Pode ser que alguém queira usar o Rali para aparecer, mas acreditamos que levem em consideração a desvantagem que seria para o país um boicote à corrida", acrescentou.

    AS

  14. #149
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão 'Africa Race' ameaçada

    Um ano depois do sucedido o ano passado com o Lisboa-Dakar, pelos vistos, os pressupostos que levaram à anulação da prova que se iniciaria em Portugal não se alteraram.
    'Africa Race' ameaçada -

    Desta feita, fonte do Ministério de Exteriores de França apelou aos organizadores da África Race para que modifiquem o traçado da corrida que organizam, e que se iniciará a 30 de Dezembro, estando prevista a passagem por Marrocos, Mauritânia e Senegal,

    A sensação com que se fica ao ver as declarações oriundas do governo francês, são um "dejá vú": "Se não alterarem o traçado de acordo com as ameaças existentes, não podemos fazer mais do que manifestar a nossa grande inquietude e apelar ao sentido de responsabilidade dos organizadores", indicou um porta-voz do Ministério.

    África Race "quer" lugar do "Dakar"

    A nova África Race é uma prova de Todo-o-terreno organizada e criada por Hubert Auriol, que irá realizar-se de 30 de Dezembro de 2008 a 9 de Janeiro de 2009, com partida de Marselha e final em...Dakar, no Senegal. Pelo meio, os já conhecidos percursos de Marrocos, Mauritânia e Senegal, num total de 11 etapas e cerca de 6.500 quilómetros. A ASO cancelou o Lisboa-Dakar e "transferiu-o" para a América do Sul, e Hubert Auriol viu aí uma oportunidade para manter a magia da prova africana em vigor. Apesar de Auriol referir que a prova não pretende substituir o "Dakar", a verdade é que a concomitância de datas entre os dois eventos mostra uma clara "concorrência" entre organizadores.AS

  15. #150
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão PAX Rally em Angola?

    Pelos vistos, a realização do PAX Rally em território nacional este ano pode ter sido caso único. A segunda edição da prova promovida pela Lagos Sports, prevista para 2009, poderá vir a fazer uma incursão pelo continente africano, sendo intenção da João Lagos Sports levar a prova com o label do Dakar Series a Angola, partindo de Luanda e percorrendo outros países africanos.

    A notícia é avançada pelo diário desportivo "O Jogo", que adianta ainda que o empresário lisboeta esteve já reunido, em Lisboa, com o ministro do desporto de Angola, Gonçalves Muandumba.

Página 10 de 44 Primeiro ... 9 10 1120 ... Último

Tópicos Similares

  1. Passeio todo terreno
    Por cprcosta no fórum Convívios
    Respostas: 1
    Último Post: 22-12-2013, 21:55
  2. Road Books de Todo-Terreno
    Por satteam no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 7
    Último Post: 22-12-2009, 02:05
  3. Manuais de Viaturas Todo-o-Terreno
    Por F.B.I. no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 0
    Último Post: 03-01-2009, 23:03
  4. Todo o terreno
    Por Opium® no fórum Videos
    Respostas: 1
    Último Post: 26-04-2008, 23:33
  5. Todo-o-terreno no Piódão
    Por satteam no fórum Vídeos, Fotos e Eventos
    Respostas: 0
    Último Post: 28-03-2008, 00:52

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar