Página 24 de 44 Primeiro ... 1423 24 2534 ... Último
  1. #346
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Després aproxima-se do segundo posto


    Ciryl Després lidera a 10ª etapa com uma vantagem a rondar o minuto e meio para Marc Coma, que prossegue a sua prova sem grandes problemas, preparando-se para suplantar as últimas grandes dificuldades, colocando-se assim mais perto de nova vitória no Dakar, prova que venceu apenas por uma vez, embora tenha dominado claramente a corrida em 2007, perdendo-a devido a um acidente, numa desconcentração que deixou o piloto bastante combalido.
    Després aproxima-se do segundo posto -

    Desta feita, o piloto espanhol lidera desde o primeiro dia, e ficou com a vida muito facilitada com o atraso de Després, que apesar de tudo, na geral, já só está a 22 minutos de David Fretigne, contando já com os tempos parciais de hoje. Na terceira posição roda o Chile F. Lopez, enquanto Helder Rodrigues é para já 14º, com o motard da Lagos Team a perder uma posição caso tudo se mantenha igual até final. Já Paulo Gonçalves era 13º à passagem pelo km 87, não tendo ainda passado pelo segundo controlo horário de passagem.

    AS

  2. #347
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão "É como me pedirem para escolher entre o pai e a mãe!


    Depois dos pilotos passarem pela primeira vez no deserto de Atacama, e descobrirem as suas imensas dunas, passou a haver a possibilidade de comparação directa entre os desertos do Sahara e de Atacama. Curiosamente, a maioria dos pilotos mais experimentados do Dakar, que agora já conhecem bem os dois continentes, não conseguem responder claramente à questão: Sahara ou Atacama? Nenhum se decide!

    "Atacama foi muito duro, mas também é muito bonito!", confessa o piloto de motos Norbert Dubois. Já o francês Eric Croquelois: "É como me pedirem para escolher entre o meu pai e a minha mãe! Aqui há mais que areia, há pó e o terreno é mais irregular. Por vezes as dunas terminam abruptamente e já quase saí disparado para aí umas vinte vezes.", referiu.

    Já o sul-africano Alfil Cox, que agora corre em buggy, tem uma opinião mais técnica: "A vegetação e as pedras nas dunas são uma boa vantagem, mas pelo contrário, as dunas são maiores, mais altas que no Sahara, onde são mias pequenas e empinadas.", referiu.

    AS

  3. #348
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Orlando Terranova lidera etapa


    Carlos Sainz está, para já a alargar novamente a sua liderança, num dia em que o domínio está a pertencer a Orlando Terranova, em BMW X3 CC. Na sua peugada segue o imponente Hummer de Robby Gordon, e só depois passou Carlos Sainz, na frente dos seus companheiros de equipa.
    Orlando Terranova lidera etapa -

    Consequentemente, na geral, poucas modificações, pois a diferença entre o espanhol e Mark Miller, seu companheiro de equipa, mantém-se ainda na casa dos vinte minutos, com Giniel de Villiers, um pouco atrás, a cerca de quatro minutos de Miller. Nani Roma dificilmente passará da quarta posição, a não ser que algum problema suceda a algum dos três Volkswagen, que a pouco e pouco tornam a possibilidade da marca alemã reservar para si todos os lugares do pódio mais verosímil.AS

  4. #349
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Erro de navegação para Després e Coma


    Depois de terem inicialmente surgido à cabeça da corrida, na sua fase inicial, Cyril Després cometeu um erro de navegação ao km 480 e teve de retornar 23 km até encontrar de novo o caminho correcto.

    Erro de navegação para Després e Coma -


    Na sua peugada foi o líder da geral, Marc Coma, pelo que cometeu o mesmo engano, ficando assim explicado atraso dos dois homens da frente. Apesar da diferença de tempo, qualquer desconcentração poderá ser fatal para o líder, veja-se por exemplo o que lhe sucedeu em 2007, quando liderava confortavelmente o Dakar.
    AS

  5. #350
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Piloto espanhol em estado de coma

    CRISTOBAL GUERRERO SOFREU QUEDA NA 10.ª ETAPA



    A 10.ª etapa do Dakar'2009, marcada por uma longa especial com partida e chegada em Copiapo, já ficou marcada por uma queda grave do motard espanhol Cristobal Guerrero, que foi transportado para o hospital em estado de coma.

    O piloto da KTM caiu ao km 160 de um percurso cronometrado de 430 km e vai ainda realizar exames na unidade hospitalar de Copiapo, não se sabendo concretamente qual a gravidade dos ferimentos."Rc"

  6. #351
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Helder Rodrigues quarto, vitória para Jordi Viladoms


    Jordi Viladoms venceu a etapa de hoje do Dakar 2009, disputada ao redor de Copiapo, no Chile, na frente de Alain Duclos, com Helder Rodrigues a ser quarto, a 8m29s do vencedor. Com este resultado, o motard do Lagos Team sobe um lugar na geral, e é agora quinto classificado. Paulo Gonçalves surge, para já, em 12º, a 28m15s do vencedor da tirada, e na classificação é 11º.
    Helder Rodrigues quarto, vitória para Jordi Viladoms -

    Marc Coma, o líder da classificação geral, foi apenas sexto, a 12m17s de Viladoms, enquanto Cyril Despres, se quedou pela quinta posição. OS dois homens cometeram um erro de navegação, por volta do km 291, tendo-se visto na obrigação de retornar 23 kms para regressar à pista certa.

    Na classificação geral, a hierarquia não se modificou. Marc Coma continua solidamente instalado na liderança, com uma vantagem de 1h24m50s, sobre David Frétigné e 1h31m11s sobre Cyril Despres.

    AS

  7. #352
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Dakar só fala espanhol


    Se nas motos só mesmo uma hecatombe poderá tirar a vitória a Marc Coma, já nos automóveis, Carlos Sainz constrói, dia após dia, uma margem cada vez mais difícil de recuperar para os seus adversários, que por acaso até são seus companheiros de equipa na Volkswagen.
    Dakar só fala espanhol -

    Desta feita, e ao que tudo indica, Carlos Sainz (VW Touareg) irá somar novo triunfo em etapas, que a confirmar-se, será o sexto nesta edição do Dakar.

    Para já, e numa altura que faltam terminar a tirada muitos concorrentes, o piloto espanhol terminou na frente, com uma vantagem de 21 segundos para o norte-americano Robby Gordon, no imponente Hummer, e 7m39s sobre o seu colega de equipa Mark Miller.

    Nani Roma, foi quarto a 15m01s, e atrás de si ficou colocado Giniel de Villiers, a 18m15s do espanhol, o que significa que na geral Sainz voltou a dilatar a margem para os seus adversários, colocando-a em 27m31s sobre Miller e 41m13s sobre o Touareg de Giniel de Villiers. Nani Roma permanece em quarto, agora a 1h13m13s do seu compatriota.

    Cerca de meia-hora para gerir nos cinco dias de prova que faltam para terminar. Neste contexto, está cada vez mais perto a primeira vitória de um piloto espanhol, nos automóveis, no Dakar.AS

  8. #353
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão 11ª Etapa anulada devido ao mau tempo


    A 11ª Etapa do Argentina-Chile Dakar, que se deveria realizar amanhã, quarta-feira, entre Copiapo, no Chile e Fiambala, na Argentina, foi anulada devido às más condições climatéricas.
    11ª Etapa anulada devido ao mau tempo -

    "As condições meteorológicas previstas para o dia de amanhã, não permitem respeitar os horários previstos para a jornada. Em consequência, a especial será anulada, com os concorrentes a seguirem para Fiambala em ligação, a partir das 8h00 da manhã de quarta-feira.", referia o comunicado da organização do Dakar.

  9. #354
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hélder Rodrigues: "Estou mais próximo de fazer história no Dakar"


    Num dia muito atribulado, com grandes alterações de última hora no traçado, Hélder Rodrigues voltou a estar em destaque na frente do Rali Dakar Argentina-Chile. Mais rápido que Coma, que se perdeu, foi quarto na etapa e subiu ao 5º lugar da classificação geral.

    Aquela que se esperava ser a mais longa e dura etapa do Rali Dakar Argentina-Chile transformou-se antes numa das mais atribuladas até ao momento, com a organização a ser forçada a grandes alterações. O nevoeiro cerrado acabou assim por ditar as regras, obrigando a caravana a uma longa espera. Hélder Rodrigues irá certamente recordar este dia, mas por outras razões: conseguiu a sua melhor prestação até agora ao terminar a etapa com o terceiro melhor tempo.

    A décima etapa do Rali Dakar Argentina-Chile acabou por ser dominada pelo espanhol Viladoms, que completou os 476 quilómetros da especial (estavam previstos 666) em 6h35m32s. Rodrigues ficou a apenas 8m29s e superou os ainda líderes da competição, Marc Coma e Cyril Despres. Com esta prestação, o nosso melhor motard de sempre na grande aventura do todo-o-terreno mundial passa a ocupar o quinto lugar da classificação geral. Um resultado que o coloca em perfeita sintonia com os objectivos traçados para esta participação: "Foi um dia muito duro onde a navegação fez a diferença. A minha estratégia resultou e agora sinto que estou mais próximo de fazer história no Dakar", afirmou o piloto à chegada a Copiapo.

    AS

  10. #355
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ricardo Leal dos Santos foi 11º da geral


    Ricardo Leal dos Santos e Pedro Pires de Lima, em BMW X5, brilharam ontem na etapa rainha do Dakar sul americano ao averbarem um magnífico 11º lugar da classificação geral da etapa.
    Ricardo Leal dos Santos foi 11º da geral -

    Numa trada em que o deserto do Atacama foi abordado em várias travessias de enorme dunas o piloto do Pioneer Desert Team Delta Q ousou intrometer-se entre as principais equipas do rali confirmando que, não fora o azar da primeira metade da prova e seriam estes os seus adversários habituais. O BMW X5 da dupla portuguesa foi ainda o terceiro de entre as equipas privadas que competem neste Dakar Argentina Chile.

    "Finalmente conseguimos fazer uma etapa quase limpa, já que as pequenas coisas que nos aconteceram podem ser consideradas como fazendo parte das dificuldades da etapa que era mesmo bastante dura. Era a etapa rainha e sinto que me saí muito bem. À nossa frente só estão carros de equipas oficiais e dois privados. Foi mesmo muito bom", comenta Ricardo Leal dos Santos que acrescenta: "O Pedro navegou muito bem e não tivemos nenhuma crise. Uma roda que saiu da jante, um pequeno atascanço e uma chamada de atenção da embraiagem que a 12 quilómetros do final nos quis pregar um susto".

    Na etapa mais majestosa do rali, a dedicação dos navegadores será muito importante. Pela manhã, os veículos saem de junto do Oceano Pacífico para seguir em direcção à fronteira. O retorno a Argentina será em um marco encantador, no Passo São Francisco, a cerca de 4.700 metros de altura.AS

  11. #356
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Elisabete Jacinto viveu momentos dramáticos


    Foram momentos dramáticos os que Elisabete Jacinto viveu na passada quarta feira, poucos quilómetros depois de ter arrancado para a quinta etapa do rali Dakar, competição de todo o terreno, que este ano se está a disputar na América do Sul.

    "Desde a segunda etapa que o Dakar se vinha tornado num inferno de pó. Era muito difícil ver dois palmos à frente do nariz, devido a extensas nuvens de pó levantadas pelo o carro ou o camião que seguia à nossa frente. Foi nesse contexto que se deu o acidente. Um Buggy abrandou numa zona de terreno muito instável e atascou. Nem vi nada. Só me apercebi que tinha batido em qualquer coisa. O toque não foi violento mas o Buggy começou a arder. Tentei recuar, mas o carro ficou preso ao nosso camião e veio atrás. Tentámos apagar o fogo, mas os extintores não foram suficientes. Foi tudo consumido pelas chamas", explica Elisabete Jacinto.

    Até essa altura da corrida a piloto do Team Oleoban MAN Portugal estava a ter um comportamento desportivo notável. "No primeiro dia de corrida fiz logo um 11º lugar. Foi o melhor resultado dos portugueses. Nos camiões nunca ninguém tinha pensado que eu conseguisse ser tão rápida e classificar-me junto do protótipos. Mais tarde o director desportivo da Kamaz veio dizer-me que estava a acompanhar a minha corrida e que todos os dias ia ver os meus resultados. O facto de ser mulher numa competição de homens tem grande impacto e na Rússia publicam várias fotos e entrevistas comigo" salienta Elisabete Jacinto que confessa não ter reconhecido Yvan Muller, campeão do mundo do WTCC, piloto do Buggy que ela se preparava para ultrapassar e que também foi obrigado a terminara a prova mais cedo.

    "Não sou nenhum expert em desporto motorizado e para mim era apenas um piloto que, tal como eu, estava em estado de choque, ao ver tudo a arder. Estava a dar o melhor de mim e sentia que podia fazer uma grande prova se não fosse o maldito pó. Estou convencida que este ano poderia ter terminado o rali nos 15 primeiros", conta Elisabete Jacinto.

    Agora, Elisabete Jacinto apanhou boleia num dos automóveis de imprensa e acompanha o dia a dia da prova. "Nunca tinha visto assim uma corrida. Gosto de reparar como os pilotos abordam cada situação e claro retenho muito mais nos camiões. Adoro ver a leveza com que os primeiros ultrapassam as dunas. É magnífico. No Bivouac tenho feito um papel de espião e já fui espreitar as evoluções técnicas dos principais camiões. Já aprendi muito", explica a piloto que, para já, não que falar do futuro.AS

  12. #357
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Pedro Bianchi Prata: "A parte melhor foi sem dúvida as dunas"


    A décima etapa deste Rally Raid, inicialmente a mais longa de todas, acabou por ser reduzida logo de manhã após a verificação da especial confirmar que havia uma falta de areia em certos troços, passando de 666km a 476km.

    O arranque foi complicado, o nevoeiro não permitiu a descolagem dos helicópteros médicos e acabou por ser adiada. Mesmo assim, Bianchi Prata, da equipa Bianchi Prata/CIN, não desanimou com todas estas alterações e enfrentou com entusiasmo a especial, que de acordo com o piloto portuense foi a que lhe deu mais prazer.


    Pedro Bianchi Prata: "A especial foi linda, das mais bonitas até hoje. Havia partes de muita areia e pedra e passagens em zonas montanhosas. A parte que me deu mais prazer foi sem dúvida as dunas. Havia descidas com mais de um quilómetro...Realmente impressionante! Com dunas desse tamanho todo o cuidado é pouco e optei por não andar muito rápido para reduzir os riscos. Mesmo assim em comparação com ontém, melhorei a minha classificação. O calor sente-se muito mas o deserto é lindo e a paisagem é tão rica e diferente de tudo que até hoje já vi, que passa para segundo plano. Com o arranque de hoje adiado, a redução da especial acabou por ser benéfica. Tantos quilómetros num percurso tão diversificado acabou por ser demorado." AS

  13. #358
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Adélio Machado : "Fartámo-nos de cavar, por prancha tirar prancha..."


    Quando se prepara para cumprir em ligação a "anulada" 11ª etapa do Dakar Argentina-Chile Dakar, Adélio Machado mostra-se bastante optimista quanto às especiais que faltam realizar com vista a um lugar entre o pódio T2 e o excelente resultado que vem mantendo entre a comitiva lusa, liderando a classificação desde a sexta etapa:
    Adélio Machado : "Fartámo-nos de cavar, por prancha tirar prancha..." -

    "Vamos continuar a ser prudentes e não por em risco em grande desafio. Para vencer o Dakar teremos que chegar ao final, o Dakar ganha-se etapa a etapa, sendo regular e consistente. É isso que temos vindo a fazer, é importante saber gerir o esforço e a mecânica do carro nestas etapas de muito desgaste em especial para as viaturas de serie" relembrou o piloto de Famalicão que terá na etapa de amanhã um grande teste à capacidade da mecânica do Toyota que não pode contar com assistência no final do dia de hoje no bivouc em Fiambalá, sendo esta uma etapa maratona.

    A etapa de hoje foi anulada devido às condições meteorológicas - estando previsto intenso nevoeiro no alto das montanhas com altitude a chegar aos 4.000 mts, o que coloca em causa o cumprimento do horário previsto. Desta forma os concorrentes efectuaram uma ligação de Copiapó até ao bivouc localizado em Fiambalá.

    O Deserto de Atacama criou grandes dificuldades ao piloto da Padock Competições na décima etapa, com as mais íngremes dunas do Chile a obrigar ao uso das pranchas: "fartamo-nos de cavar, por prancha tirar prancha... foi uma etapa que obrigou a muito trabalho físico da equipa e muita atenção na navegação. Tivemos um descuido que nos custou cerca de 45 minutos e um furo, tirando isso correu normalmente, com grandes alterações de piso, mas é isto o Dakar" revelou Adélio Machado que terminou a decima etapa do Dakar sul americano na primeira metade da caravana, descendo um lugar na categoria Produção - T2, a escassos minutos do pódio.


    ASS)-

  14. #359
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Martine Pereira passou a noite no deserto


    Martine Pereira e José Marques acabaram de chegar ao bivouc em Copiapó depois de uma longa etapa, devido aos problemas de alternador e bateria do Toyota Land Cruiser: "foi muito complicado, é segunda noite que passo no deserto! Desta feita, foi a bateria e o alternador que teimava em não funcionar. Fomos obrigados a esperar pelo camião de assistência que por três vezes teve de mudar estes órgãos mecânicos."

    "Acabamos por fazer a parte que faltava da especial com dunas enormes a um ritmo muito lento, sempre na calha do nosso camião de assistência que nos acompanhou em pista. O que importa é que chegamos ao final de mais uma etapa, bem de saúde e entre a caravana. Vamos tomar o pequeno-almoço e partir para esta especial que acabou por ser anulada" adiantou o piloto da Padock Competições bastante agastado, mas feliz por poder prosseguir esta grande aventura desportiva e humana.

    A anulação desta 11ª etapa, devido às condições meteorológicas adversas, com denso nevoeiro nas montanhas da Cordilheira dos Antes com altitudes a rondar os 4.000 mts, levará os concorrentes em ligação de Copiapó até ao bivouc localizado em Fiambalá: "o que será optimo, depois de uma desgastante etapa. Vamos aproveitar para descansar um pouco quando chegar-mos ao bivouc e preparar a especial de amanhã em direcção à fronteira argentina. Buenos Aires é cada vez mais um lugar apetecível! O pódio é já um horizonte".

  15. #360
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Etapa 10: Dunas a perder de vista...


    A etapa 10 do Dakar, considerada por muitos a mais difícil da prova, voltou a colocar imensas dificuldades aos pilotos. Descubra porquê no vídeo que se segue.

Página 24 de 44 Primeiro ... 1423 24 2534 ... Último

Tópicos Similares

  1. Passeio todo terreno
    Por cprcosta no fórum Convívios
    Respostas: 1
    Último Post: 22-12-2013, 21:55
  2. Road Books de Todo-Terreno
    Por satteam no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 7
    Último Post: 22-12-2009, 02:05
  3. Manuais de Viaturas Todo-o-Terreno
    Por F.B.I. no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 0
    Último Post: 03-01-2009, 23:03
  4. Todo o terreno
    Por Opium® no fórum Videos
    Respostas: 1
    Último Post: 26-04-2008, 23:33
  5. Todo-o-terreno no Piódão
    Por satteam no fórum Vídeos, Fotos e Eventos
    Respostas: 0
    Último Post: 28-03-2008, 00:52

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar