Página 29 de 44 Primeiro ... 1928 29 3039 ... Último
  1. #421
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Carro de Carlos Sousa sai de França este fim-de-semana


    Finalmente a luz-verde! Depois de alguns dias de indefinição, Carlos Sousa já recebeu, finalmente, luz-verde do Japão para o seu projecto no CPTT. O Todo-o-Terreno Nacional fica assim mais rico com a chegada prevista de um competitivo Racing Lancer, ex-equipa oficial da Mitsubishi.
    Carro de Carlos Sousa sai de França este fim-de-semana -

    Carlos Sousa confirmou ao AutoSport que "o carro sai este fim-de-semana das instalações da MMSP, em França, pelo que só terei tempo de realizar um pequeno teste de adaptação na quinta-feira em Reguengos. Vou ficar a saber onde são os pedais, como é o volante e como se abre e fecha a porta.", ironizou.

    "A única ambição que vou ter para a primeira prova do Campeonato de Portugal de TT, o Ervideira será tomar o pulso aos adversários, saber onde me situo relativamente à concorrência, e adaptar-me ao carro e a equipa", referiu. Há no entanto mais uma novidade. O co-piloto irá ser Luís Ramalho, que substitui assim Andreas Schulz.
    AS

  2. #422
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Rali TT Serras do Norte "revisto e aumentado"


    A região de Macedo de Cavaleiros, volta a receber nos dias 20 e 21 de Março, a 17ª edição do Rali TT Serras do Norte, segunda etapa do Campeonato de Portugal de Todo o Terreno, contando ainda para o Desafio Elf Mazda. Mais uma vez, o Motor Clube de Guimarães contará com o imprescindível apoio da Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros na organização desta jornada.

    Esta prova apresenta profundas alterações face às ultimas edições, pois toda a sua estrutura foi reformulada e a quilometragem aumentada.

    De forma a aproximar este Rali TT das populações, o Motor Clube de Guimarães e Câmara de Macedo de Cavaleiros realizarão bem no centro da cidade que serve de centro nevrálgico, duas especiais espectáculo com 1,6 km de extensão, que serão percorridas no final dos sectores selectivos 2 e 4 (os maiores), do segundo dia de prova. Esta é a segunda vez que este clube realiza especiais espectáculo, e pensamos que só assim, é possível fidelizar novos adeptos, para um Campeonato que promete imenso. Os habitantes de Macedo de Cavaleiros terão oportunidade de verem evoluir os carros de TT, sem grandes deslocações, pois esta especial será realizada bem no centro da cidade.

    A par desta inovação, todos as equipas poderão colocar ao longo do traçado (Especiais e/ou Zona de Assistência), painéis ou lonas com a publicidade dos seus patrocinadores pessoais.

    O percurso já está delineado, e será disputado no concelho de Macedo de Cavaleiros, sendo composto por uma Super Especial com cerca de 5,4 kms a disputar ao inicio da tarde de Sexta Feira dia 20, seguida de um sector selectivo com 40 kms, mais uma novidade no programa do Rali TT Serras do Norte.

    Troço maior com 150 quilómetros

    Assim, a estrutura da prova será composta por uma super especial, e cinco sectores selectivos. O troço maior terá cerca de 150 kms, sendo percorrido por duas vezes. Como já vem sendo apanágio, esta região tem um grande potencial para receber o TT, apresentando boas pistas, na sua maioria caracterizada por declives suaves.

    Tal como já vem sendo habitual, serão criadas Zonas de Espectáculo ao longo do percurso, para que o público possa com relativa facilidade e comodidade, presenciar o evoluir desta etapa do Campeonato de Portugal de Todo o Terreno. O centro nevrálgico funcionará no Parque de Exposições de Macedo de Cavaleiros.

    Esta profunda reformulação da estrutura do Rali TT Serras do Norte, só foi possível com o apoio do Município de Macedo de Cavaleiros, que tudo tem feito para que esta prova de TT seja um marco na região Transmontana, vendo no desporto automóvel um excelente veículo para a promoção da sua terra e das suas gentes.AS

  3. #423
    Avatar de The Cure
    Registo
    Feb 2008
    Posts
    281

    Padrão Carlos Sousa festeja 20 anos de carreira no TT

    Confirmada participação no CPTT


    Carlos Sousa vai regressar ao Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno para festejar 20 anos de carreira na disciplina, com Luís Ramalho como navegador.



    O consagrado piloto português vai estar já à partida do Ervideira Rali TT, que decorrerá em Reguengos de Monsaraz, no próximo fim-de-semana de 20 e 21 de Fevereiro. O ex-campeão da Taça do Mundo de Todo-o-Terreno estará aos comandos do Mitsubishi Racing Lancer com que a equipa dos três diamantes efectuou o último Dakar, com o intuito de conseguir recuperar o título que em tempos foi seu.



    Este regresso ao Nacional de Todo-o-Terreno deixa Carlos Sousa bastante satisfeito: "Acho que esta é a melhor forma de comemorar 20 anos de carreira exclusivamente dedicada ao TT. Correr em Portugal sempre foi para mim um enorme prazer e poder disputar um Campeonato que considero ser dos melhores da Europa, é uma mais-valia para a minha carreira desportiva", começou por dizer Carlos Sousa que contou com a TMN desde o primeiro momento para conseguir montar este projecto desportivo.



    No que diz respeito à primeira prova do Campeonato, já no próximo fim-de-semana, Carlos Sousa mostra-se cauteloso: "Vai ser a primeira prova com um carro com o qual não estou familiarizado, como tal, as minhas ambições para já serão de conseguir alcançar o melhor resultado possível dentro de um processo de habituação e sem correr demasiados riscos. Estou com muita vontade de voltar à competição", concluiu Carlos Sousa

  4. #424
    Avatar de The Cure
    Registo
    Feb 2008
    Posts
    281

    Padrão Miguel Barbosa promete "atitude de ataque"


    Miguel Barbosa começou a temporada 2009 da melhor forma, com o piloto do BMW X3 CC a cotar-se como o piloto mais rápido no prólogo do Ervideira Rali TT, primeira prova do campeonato nacional de Todo-o-Terreno.
    Com um tempo de 4m28,45s o piloto da equipa Castrol Vodafone Liberty Seguros mostrou-se adaptado à nova máquina bávara, deixando o actual campeão nacional, Filipe Campos, a dois segundos e o regressado Carlos Sousa, a mais de seis segundos.



    Para a dupla Miguel Barbosa e Miguel Ramalho, competir perante tanta gente "foi motivador e uma grande surpresa" deixando no ar "os parabéns à organização que realizou um trabalho espectacular na promoção e logística da prova".



    Se o primeiro lugar na super especial é sempre um factor importante até porque "é quase uma estreia com este carro", a verdadeira competição inicia-se amanhã com o tricampeão nacional a assumir uma "atitude de ataque, procurando ganhar o máximo de vantagem sobre os meus concorrentes".



    O público foi, aliás, uma das notas positivas desta primeira especial, comparecendo em força a esta prova em Reguengos de Monsaraz, para assistir a um grande espectáculo proporcionado por todos os pilotos e dando bons indícios para o resto da prova.

    As

  5. #425
    Avatar de The Cure
    Registo
    Feb 2008
    Posts
    281

    Padrão Pilotos e jornalistas plantaram sobreiros


    Numa acção muito pouco vista nesta área, pilotos e jornalistas juntaram-se a representantes da Ervideira e Corticeira Amorim, na plantação de sobreiros num total de 450 árvores, dez por cada equipa inscrita.



    "Foi uma excelente ideia e tive muito prazer em ajudar a lançar as sementes do futuro" referiu Carlos Sousa, tri-campeão nacional de todo-o-terreno de regresso às provas nacionais para comemorar 20 anos de carreira, ao volante de um Mitsubishi Racing Lancer.



    "Nunca tinha feito nada semelhante, mas esta foi uma ideia absolutamente extraordinária e se o nosso contributo é válido para ajudar a melhorar o ambiente e a ajudar gerações futuras, estarei sempre disponível" lançou Filipe Campos, actual campeão nacional de Todo-o-Terreno. Pelo mesmo diapasão alinhou Miguel Barbosa, ao referir que "foi uma iniciativa muito interessante e que faz todo o sentido."



    Convirá recordar que os sobreiros agora plantados são a base da matéria- prima para o futuro da Ervideira, pois esta árvore atinge o seu ponto de maturação após 30 anos. Duarte Leal da Costa referiu que "só daqui a 50 anos teremos o fruto deste trabalho, mas ficará para sempre gravada a imagem destes amigos a plantar o futuro e a contribuírem para um melhor ambiente."



    Uma iniciativa que deixou muito satisfeitos os pilotos e jornalistas e todos os que, de forma espontânea, se juntaram nesta acção de plantação de sobreiros nos terrenos da Herdadinha, próximo do local onde se disputou o prólogo do Ervideira Rali TT 2009.
    AS

  6. #426

    Registo
    May 2007
    Posts
    1.655

    Padrão Morreu José Megre

    José Megre faleceu ontem, vítima de doença prolongada. A sua partida representa uma perda inestimável para o automobilismo português.

    Megre foi o grande responsável por fomentar o todo-o-terreno em Portugal como uma actividade desportiva e de lazer.

    Autosport

    Paz á sua alma.
    Tive o privilégio de o conhecer pessoalmente.


  7. #427

    Registo
    May 2007
    Posts
    1.655

    Padrão Pequena Biografia de José Megre

    Pequena biografia de uma grande vida

    Nascido a 26 de Março de 1942, em Lisboa, José Megre desde cedo se começou a interessar por automóveis.

    Depois de efectuar um Curso de Engenharia Mecânica com especialização em Automóveis em Londres, Inglaterra (1963-66), Megre decidiu participar nalgumas competições automóveis, em especial no Todo-o-Terreno, de entre as quais se destacam as participações pioneiras no Dakar ao volante dos saudosos UMM.

    Aliás, a partir de 1982, Megre passou a dedicar-se exclusivamente à disciplina de todo-o-terreno como piloto, ao que se seguiu a criação e organização das maiores provas desportivas internacionais desta especialidade que ainda hoje se realizam em Portugal, das quais são exemplo a Baja de Portalegre, Baja de Portugal Vodafone 1000, Rally Transibérico, 24 Horas de TT de Fronteira ou o Transportugal.

    Para além das suas participações no rali Paris-Dakar, foram também relevantes as suas participações no rali Paris Cidade do Cabo e Paris-Moscovo-Pequim, entre várias outras provas internacionais de todo o terreno.

    Desde 1987 foi o responsável pela criação e organização de várias expedições intercontinentais em África, Ásia e Américas, todas elas com um mínimo de 15 mil quilómetros. É o sócio número 1 e co-fundador do Clube Todo o Terreno, criado em 1982, e Presidente e co-fundador do Clube Aventura, iniciado em 1984.

    De salientar, ainda, os 30 anos dedicados ao sector automóvel, como Director Técnico, Administrador e finalmente Consultor do Grupo Entreposto nas seguintes marcas: 20 anos com a Datsun Nissan, três anos com a Renault Camiões, e finalmente nove com a Porsche

    Autosport

  8. #428

    Registo
    May 2007
    Posts
    1.655
    Para os amantes de TT, deixo também aqui
    a página do José Megre, vale a pena visitar
    e conhecer melhor.

    Jose Megre


  9. #429
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Pequena biografia de uma grande vida

    Nascido a 26 de Março de 1942, em Lisboa, José Megre desde cedo se começou a interessar por automóveis.

    Depois de efectuar um Curso de Engenharia Mecânica com especialização em Automóveis em Londres, Inglaterra (1963-66), Megre decidiu participar nalgumas competições automóveis, em especial no Todo-o-Terreno, de entre as quais se destacam as participações pioneiras no Dakar ao volante dos saudosos UMM.

    Aliás, a partir de 1982, Megre passou a dedicar-se exclusivamente à disciplina de todo-o-terreno como piloto, ao que se seguiu a criação e organização das maiores provas desportivas internacionais desta especialidade que ainda hoje se realizam em Portugal, das quais são exemplo a Baja de Portalegre, Baja de Portugal Vodafone 1000, Rally Transibérico, 24 Horas de TT de Fronteira ou o Transportugal.

    Para além das suas participações no rali Paris-Dakar, foram também relevantes as suas participações no rali Paris Cidade do Cabo e Paris-Moscovo-Pequim, entre várias outras provas internacionais de todo o terreno.

    Desde 1987 foi o responsável pela criação e organização de várias expedições intercontinentais em África, Ásia e Américas, todas elas com um mínimo de 15 mil quilómetros. É o sócio número 1 e co-fundador do Clube Todo o Terreno, criado em 1982, e Presidente e co-fundador do Clube Aventura, iniciado em 1984.

    De salientar, ainda, os 30 anos dedicados ao sector automóvel, como Director Técnico, Administrador e finalmente Consultor do Grupo Entreposto nas seguintes marcas: 20 anos com a Datsun Nissan, três anos com a Renault Camiões, e finalmente nove com a Porsche.

    Hoje irá realizar-se uma missa de corpo presente na Basilica da Estrela, pelas 22h. Amanhã, a missa será às 10h30, com o funeral a partir da Estrela em direcção a Águas, Penamacor.

  10. #430
    Avatar de vwfilipe™
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    36
    Posts
    6.079
    é pena mas é asssim a vida...

  11. #431
    Avatar de The Cure
    Registo
    Feb 2008
    Posts
    281

    Padrão Ervideira Rali TT


    Carlos Sousa abre temporada com vitória
    Terminou há poucos instantes nos terrenos da adega da Ervideira, o Rali TT com o mesmo nome, ronda inaugural do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno 2009.
    Carlos Sousa e Luís Ramalho conseguiram levar o Mitsubishi Racing Lancer ao primeiro lugar, na frente de Filipe Campos/Jaime Baptista e Miguel Barbosa/Miguel Ramalho. ambos em BMW X3 CC.

    "Uma boa vitória num dia triste", confessou Carlos Sousa, referindo-se ao falecimento, esta manhã, de José Megre.

    Numa prova marcada pelos furos sofridos, na parte da manhã, pelos dois últimos Campeões Nacionais da especialidade, Sousa soube tirar partido de um Racing Lancer sem problemas mecânicos, ainda que o motor continue a revelar-se como o elo mais fraco de um carro que, como reconheceu um dos elementos da MMS presente em Reguengos de Monsaraz, deu muitos problemas no Dakar.

    Para além da interessante luta pela vitória e, sobretudo, pelo segundo lugar, Pedro Grancha consegui colocar a Nissan Navara Offroad às portas do pódio, com um final mais complicado para o piloto lisboeta, já que foi forçado a fazer parte do último Sector Selectivo com um alicate a servir de alavanca da caixa de velocidades! Bernardo Moniz da Maia foi quinto, na frente de José Gameiro e Rui Costa, enquanto Lino Carapeta desistiu já nos últimos quilómetros.

    Nas categorias T2 e T8, a luta à décima entre Pedro Silva Nunes e Nuno Matos durou mesmo até final, acabando por ser este último a levar a melhor, logo na dupla estreia do piloto de Portalegre no agrupamento e ao volante da Isuzu D-Max da prolama. Finalmente, Bruno Oliveira (11º) venceu a competição organizada pela Mazda, enquanto José Camilo Martins (18º) foi o mais rápido entre os T8.

    As

  12. #432
    Avatar de The Cure
    Registo
    Feb 2008
    Posts
    281

    Padrão Hélder Rodrigues foi um dos pilotos presentes na Áustria

    Os 'Desert Bulls' no Hangar 7
    Depois de um Rali Dakar muito exigente, onde o tempo para confraternizações foi nulo, nada melhor do que reunir a grande família dos pilotos Red Bull numa acção descontraída no Hangar 7, na Áustria.
    Pilotos de camiões, carros e motos estiveram reunidos durante dois dias no Hangar 7, na Áustria, onde para além da troca de impressões, dos testes com os três tipos de veículos e do contacto com a imprensa de todo o mundo, os pilotos que vestem as cores da Red Bull se puderam ficaram a conhecer um pouco melhor.



    O motard Hélder Rodrigues, que com um brilhante quinto lugar foi o melhor piloto português na última edição do Rali Dakar Argentina-Chile, foi um dos convidados desta acção. "Foi muito interessante ter tido a oportunidade de estar com todos os pilotos da Red Bull que correram o Dakar, agora sem a pressão da prova. É que apesar de muitos de nós já nos conhecermos e de existirem inclusive amizades, em competição o tempo para conviver nem sempre existe", explica o piloto de Almargem do Bispo, que ainda está a definir a sua época de 2009. "Por agora tenho estado a realizar provas do Campeonato Nacional de Enduro, mas em breve já terei o calendário internacional deste ano fechado."



    No Hangar 7, situado em pleno aeroporto de Salzburgo (Áustria) e que é um verdadeiro ex-líbris da empresa austríaca, estiveram presentes os grandes protagonistas da última edição do Rali Dakar Argentina-Chile, numa acção que fez crescer ainda mais o espírito de grupo da grande família Red Bull.

    as

  13. #433
    Avatar de The Cure
    Registo
    Feb 2008
    Posts
    281

    Padrão Piloto de Barcelos é o "ponta de lança" da Tecnosport



    Hélder Oliveira aposta na conquista do título mundial de T2
    Depois do bom resultado alcançado em 2008 na prova portuguesa da Taça do Mundo de Todo o Terreno, onde levou a Nissan Pathfinder da equipa Tecnosport (Nissan Itália) à 4ª posição absoluta no Rali Vodafone Transibérico, Hélder Oliveira aposta este ano na conquista do título mundial em T2.



    Campeão Nacional e Ibérico (T1) em 2001, Hélder Oliveira foi o piloto escolhido para tentar revalidar o título mundial que a equipa italiana alcançou em 2008, passando ainda a ocupar o lugar de destaque na Tecnosport, que anteriormente pertencia ao conceituado Kenjiro Shinozuka.



    "No ano passado tive uma excelente estreia aos comandos do Nissan Pathfinder no Transibérico. Posteriormente, não fui tão feliz no Pax Rally, mas criei uma boa relação com a equipa, o que permitiu receber da parte da Tecnosport o desafio irrecusável de lutar pelo título mundial, que para eles será a revalidação de uma conquista alcançada em 2008. É um desafio enorme, de grande responsabilidade, ao qual me vou esforçar por responder dando o melhor de mim. O todo o terreno português tem muitos créditos além fronteiras e contem comigo para lutar por trazer mais um triunfo para Portugal e muito especialmente para os patrocinadores, que são uma parte fundamental neste projecto desportivo", salientou o piloto de Barcelos.



    A Taça do Mundo começa já no final deste mês com uma competição que terá lugar nos Emiratos Árabes Unidos, o UAE Desert Challenge, prossegue em África, com o Rali da Tunísia e termina em Junho em Portugal, no Rali Transibérico. Helder Oliveira terá como co-piloto o consagrado François Borsotto, que já venceu a Taça do Mundo de T2 ao lado do seu compatriota Thierry Magnaldi, tendo acompanhado por diversas vezes o também francês Jean Louis Schlesser.


    As

  14. #434
    Avatar de The Cure
    Registo
    Feb 2008
    Posts
    281

    Padrão Campeonato de Portugal de TT prossegue a Norte

    Carlos Sousa, Filipe Campos e Miguel Barbosa em novo duelo
    Carlos Sousa chega a Trás-os-Montes na liderança do Campeonato, mas Filipe Campos e Miguel Barbosa seguem logo atrás, dispostos a vingar o desfecho da primeira prova.
    Carlos Sousa, Filipe Campos e Miguel Barbosa em novo duelo -

    Seguindo-se ao alentejano Ervideira Rali TT, a 17ª edição do Rali TT Serras do Norte promete tanto ou mais que a etapa inaugural do CPTT, constituindo a oportunidade ideal para confirmar (ou não) as ambições de cada um dos principais candidatos ao título.

    Única etapa do calendário disputada a norte, a jornada do Motor Clube de Guimarães apresenta características diferentes de todas as outras, já que é traçada nas complicadas serranias de Trás-os-Montes, num percurso tão acidentado quanto sinuoso e que devido à altitude costuma limitar, sobremaneira, a potência dos motores, especialmente os alimentados a gasolina.
    Ausente do circuito nacional desde 2002 - época em que venceu este rali pela primeira e única vez na sua carreira - Carlos Sousa volta a ter no total desconhecimento do percurso o seu principal "handicap".

    Contudo, e como se viu já em Reguengos, dificilmente isso constituirá um sério problema para o experiente piloto de Almada, talvez mais preocupado com a reacção dos seus dois adversários na corrida ao título e, não menos importante, com a notória falta de potência no motor diesel Mitsubishi, para já compensada com o soberbo comportamento do chassis do Racing Lancer.

    Campos e Barbosa querem vingança

    No plano inverso, Filipe Campos e Miguel Barbosa estão já bem familiarizados com a tipologia do terreno transmontano, se bem que um e outro vão pela primeira vez disputar a prova ao volante de um BMW X3.

    Mais do que fugirem aos furos de que ambos se lamentaram em Reguengos, os dois terão agora que arrepiar caminho e colocar o actual líder do campeonato em sentido, sob pena de terminarem o ano a lutar apenas pelo vice-campeonato. E se Campos poderá ter uma pequena vantagem por voltar a dispor de um X3 mais evoluído, quer a nível de motor, quer a nível de chassis, Barbosa tem, pelo menos, a tradição a seu favor, pois venceu as últimas duas edições do rali.

    Da lista de 29 inscritos ressaltam, já se sabe, duas ausências de vulto, já que tanto Pedro Grancha (por falta de verba) como Miguel Farrajota (ausente no Brasil) vão deixar um vazio na luta pelos restantes lugares da geral... Isto na presunção que os do pódio já estarão preenchidos.

    Neste contexto, Bernardo Moniz da Maia tem aqui soberena oportunidade para melhorar o seu registo na jornada inaugural, quando foi quinto da geral, tanto mais que o piloto/empresário estreia aqui um BMW X3 igual ao seu colega de equipa. A principal oposição deverá vir de André Amaral e Rui Costa, embora com José Dinis Lucas e José Gameiro à espreita de qualquer deslize.

    Luta aberta no T2

    Ao nível do Agrupamento T2, a luta também promete, com Nuno Matos e Pedro Silva Nunes, respectivamente primeiro e segundo no Ervideira, a prometerem novo e emotivo duelo pela primazia, ainda que com José Dinis Lucas e, sobretudo, Jorge Simões (infeliz em Reguengos) a poderem intrometer-se nesta luta.

    Quanto à categoria T8, terá cinco equipas à partida e o regressado Fernando Rito como principal favorito, mais quando se adivinham dificuldades acrescidas - leia-se, falta de potência no motor da sua Navara - para o actual líder da categoria, José Camilo Martins.

    Finalmente, oito formações vão lutar pelo triunfo na segunda jornada do Desafio Elf/Mazda. Bruno Oliveira procura a sexta vitória na competição, mas terá agora que medir forças com o consagrado Francisco Esperto, em estreia numa Mazda BT-50.

    PONTOS A RETER

    ? Embora mantendo o seu centro nevrálgico em Macedo de Cavaleiros, a 17ª edição do Rali TT Serras do Norte apresenta profundas alterações no seu figurino, este ano revisto e aumentado na sua quilometragem, aproximando-se agora dos 350 km cronometrados;

    ? Na sexta-feira, além da tradicional Super Especial de abertura (5,4 km), os concorrentes realizam ainda um primeiro Sector Selectivo com 40 km - uma novidade na prova do Motor Clube de Guimarães;

    ? No dia seguinte, a etapa é dividida em mais quatro sectores selectivos, o maior com 150 km, a ser percorrido por duas vezes. No final de cada passagem (SS 2 e 4) - e noutra inovação do MCG - as equipas realizam uma especial espectáculo (1,6 km) bem no centro da cidade, numa oportunidade para aproximar o público da corrida.

    ? Última curiosidade para o facto das equipas participantes poderem colocar ao longo do traçado (Especiais e/ou Zona de Assistência) painéis ou lonas com a publicidade dos seus patrocinadores pessoais.

    PREVISÃO DO TEMPO

    Sexta-feira, 20 de Março
    Céu parcialmente nublado
    Vento fraco (8 km/h)
    Temperatura: 4º (min.)/20º (máx.)
    Humidade média: 51 %

    Sábado, 21 de Março
    Possibilidade de aguaceiros
    Vento fraco (11 km/h)
    Temperatura: 2º (min.)/16º (máx.)
    Humidade média: 56 %


    Vencedores do Rali TT Serras do Norte

    Ano Piloto Carro
    1993 Joaquim Garcia Peugeot Proto
    1994 Francisco Esperto Nissan Terrano
    1995 Santinho Mendes Opel Corsa
    1996 João Vassalo Mitsubishi Pajero
    1997 João Vassalo Mitsubishi Pajero
    1998 Pedro Mello Breyner Mitsubishi Pajero
    1999 João Vassalo Mitsubishi Pajero
    2000 João Vassalo Mitsubishi Pajero
    2001 João Vassalo Mitsubishi Pajero
    2002 Carlos Sousa Mitsubishi Strakar
    2003 Rui Sousa Nissan Navara
    2004 Rui Sousa Nissan Navara
    2005 Luís Costa Toyota Land Cruiser
    2006 João Ramos Toyota RAV4
    2007 Miguel Barbosa Proto Dessoude
    2008 Miguel Barbosa Proto Dessoude

    EM DIRECTO

    "É mais uma prova totalmente nova para mim, mas que encaro com a mesma vontade e determinação que a anterior. Quanto a resultados, não me atrevo sequer a arriscar, pois os outros dois candidatos são igualmente fortes de certeza que vão querer inverter o sentido do resultado da primeira prova".
    Carlos Sousa

    "Vou para ganhar, aliás, como sempre acontece em todas as provas, embora sabendo que a concorrência é forte. Este ano, e como já se viu, o nível é altíssimo e não há 'favas contadas'. Lutar pelo segundo lugar está fora de questão, pelo que vou dar o meu melhor e esperar, também, pela 'estrelinha' que faltou em Reguengos".
    Filipe Campos

    "Não há dúvida que este vai ser um ano bastante disputado, apesar da primeira prova, quanto a mim, não ter permitido tirar grandes conclusões. Agora noutro palco e noutras condições, a ambição é de novo lutar pela vitória e fazer o melhor possível com aquilo que temos".
    Miguel Barbosa

    "Espero lutar por um lugar cinco primeiros, isto no pressuposto de não chover. Pessoalmente, considero esta uma prova muito agradável, até pelo facto de se desenrolar a uma altitude superior às restantes, reduzindo de alguma forma o desempenho dos carros".
    Bernardo Moniz da Maia

    "Apesar da surpresa que foi a vitória (T2) em Reguengos, os meus objectivos continuam inalterados. Ou seja, já ficaria contente com um dos três primeiros lugares da categoria, logo numa prova que, teoriamente, não é a mais indicada para o nosso carro".
    Nuno Matos

    "A vitória no Ervideira abriu-nos boas perspectivas para o título de T8. Mas o nosso carro é dos menos potentes do pelotão e nesta prova deverá estar ainda mais dimuído em termos de potência."
    José Camilo Martins

    HÁ UM ANO FOI ASSIM...

    Terceira prova do ano, terceira vitória para Miguel Barbosa e o seu Proto Dessoude 05. Sem qualquer oposição, o piloto lisboeta dominou a prova do Motor Clube de Guimarães de fio a pavio, garantindo o melhor tempo na Super Especial e nos dois sectores selectivos, deixando o adversário mais próximo a expressivos 8m21s de diferença. A operação só não foi mais positiva em termos de campeonato porque Filipe Campos voltou a secundá-lo, também pela terceira vez na época, num rali em que teve que trocar o BMX X3, estreado na jornada anterior, pelo mais limitado Proto D-Max da equipa Prolama. A apenas dez segundos do portuense terminou Miguel Farrajota, com o algarvio a conseguir o primeiro pódio da sua carreira nos automóveis, logo na segunda aparição do Proto DePieres RAV4.

    Protagonizando a recuperação da corrida, Pedro Gameiro foi quarto da geral após uma falha no motor da sua Nissan o ter impedido de ir além do 23º tempo na Super Especial. José Dinis Lucas, Paulo Graça, João Cruz e Pedro Silva Nunes fecharam o lote dos lugares pontuáveis, com este último a juntar o oitavo lugar à vitória no Agrupamento T2, à frente de Nelson Clemente e Francisco Esperto. Por sua vez, Nuno Matos aproveitou o abandono de Fernanto Rito para somar segundo triunfo do ano entre os T8.
    As

  15. #435
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Carlos Sousa: "Despeço-me como piloto no próximo Campeonato"


    Revelação surpreendente de Carlos Sousa numa entrevista em que arrasa a actual Direcção da FPAK e praticamente afasta a hipótese de disputar o próximo Dakar
    Carlos Sousa: "Despeço-me como piloto no próximo Campeonato" -

    A poucos dias de iniciar a prova que fecha a primeira metade do calendário, Carlos Sousa não podia estar satisfeito com a sua prestação no Campeonato de Portugal de TT: pleno de vitórias e uma folgada liderança de 11 pontos. "Confesso que comecei o ano com algum optimismo, pois estava confiante no meu valor e traquejo em provas internacionais. Mas é um facto que tivemos um início de Campeonato que ninguém estava à espera. E isso está a ser um grande amargo de boca para muita gente", atira.

    "Apesar da longa ausência, sempre achei que podia fazer alguma coisa. E ganhei uma motivação extra quando começaram a dizer que eu vinha para cá e ia aprender a lição, porque os outros pilotos estavam mais rodados e habituados às provas do Nacional. Esquecem-se, ou não entendem, que o nível competitivo internacional é muito maior que o nacional. E que é a competir com os melhores pilotos do mundo que se ganha ritmo e traquejo. Hoje, por exemplo, sei adequar o meu ritmo às necessidades de cada corrida. Se for preciso, aperto, mas não vou dar tudo para ganhar com uma hora de vantagem", explica.

    Analisando o que se passou nas três primeiras provas do ano, Carlos Sousa entende que "ganhámos uma prova com sorte, mas nas outras duas fomos a equipa mais forte e consistente. Em todo o caso, não deixo de enaltecer o momento de plena forma do Filipe Campos. Já o Miguel (Barbosa), esteve menos bem na última prova, mas teve a humildade de dizer que não tinha ritmo para nos acompanhar. Mas repito: Uma coisa é fazer o Nacional e outra é disputar um Dakar. E aí, a minha rodagem faz com que esteja mais próximo dos pilotos oficias. Pena a Volkswagen não vir ao Transibérico para todos perceberem isso".

    O futuro e a FPAK

    Plenamente satisfeito com a aposta no CPTT, "pois estou a fazer o que gosto e ganhei alegria de voltar a correr", Carlos Sousa não esconde que o esforço financeiro tem sido elevado: "Os apoios não cobrem sequer metade do orçamento".

    A própria saída da Mitsubishi também não ajudou, sendo praticamente certo a sua ausência do próximo Dakar. "Honestamente, acho que estou muito próximo de dizer adeus às provas internacionais. As principais equipas já estão tomadas e a esperança de estar com a Mitsubishi num projecto privado é ténue, mais com a actual conjuntura e a prova tão afastada de Portugal".

    Mais surprendente, contudo, é o anúncio de que "o próximo Campeonato Nacional talvez seja a minha despedida como piloto. É isso que eu vejo".

    Preocupado com o actual momento da modalidade - "veja-se o número de inscritos em Monchique" -, o piloto de Almada aponta responsabilidades à FPAK: "Tem parte da culpa pelo actual estado das coisas e não pode estar alheia a esta falha. Apesar de apreciar e reconhecer o trabalho de algumas pessoas, como o Pedro Cordeiro, concluo que esta Direcção esteve sempre de costas voltadas para a modalidade, ignorando problemas que persistem há mais de dez anos. Eu próprio, em 96 ou 97, chamei a atenção para o excesso de provas e a falta de rotatividade, a ausência de prémios monetários, a promoção de um troféu monomarca e o crescente custo das inscrições. Mas tudo caiu em saco roto. Por questões políticas ou de conveniência, a FPAK tem agora o TT que quer: um Campeonato perto da extinção! Pior é que acho que já não vamos a tempo de mudar isso", conclui.

    O melhor de dois mundos

    Piloto profissional desde 1992, Carlos Sousa decidiu dar um novo rumo à sua vida após o grave acidente no Dakar de 2000. "As corridas poderiam ter acabado ali e achei que era tempo de preparar o meu futuro e ocupar o tempo disponível. Mas tinha várias permissas: ser algo que gostasse e com o qual que me identificasse. Tive várias ideias e propostas no sector automóvel, mas como sempre sempre fui um grande apaixonado pelo mar, acabei por abraçar um projecto na área da náutica com dois amigos. O início foi difícil pois tive de aprender tudo, mas aos poucos fui fazendo uma empresa (a PrimeYates) à minha imagem. Hoje é das maiores a nível nacional e está já em Angola e Marrocos. É difícil ter a sorte de fazer o que mais se gosta na vida. Mas eu tive-a duas vezes".

    PERGUNTAS DOS LEITORES

    Será possível montar o V6 4,0 a gasolina do Pajero MPR13 no Racing Lancer? Passitas, fórum

    É possível sim. E essa adpatação está já prevista para Julho ou Agosto. Se tudo correr como previsto, correremos em Beja já com o motor a gasolina montado no Racing Lancer.

    Se tivesse os últimos 50 litros de combustível do mundo, qual o carro que escolhia para os gastar?
    SPEED, fórum

    Acho que o VW Race Touareg 2. Pelo conjunto, foi o carro mais performante que já guiei até hoje.

    Será que ainda é possível festejar uma vitória no Dakar?
    queijada, fórum

    É cada vez mais difícil e está bastante longe de acontecer, por falta de um lugar numa equipa de topo e também pelo budget necessário.

    Qual o melhor e o pior momento da sua carreira até agora?
    saltitos, fórum

    O pior momento foi, sem dúvida, o acidente no Dakar de 2000. Tudo o resto têm sido bons momentos, como estar ao melhor nível no Lisboa-Dakar ou voltar este ano ao Campeonato Nacional.

    Sendo um dos pilotos que melhor soube gerir a sua carreira, que conselhos daria a quem quer entrar no TT? ttracing, fórum
    Pelos baixos custos e elevada competitividade, diria para começar por um troféu monomarca, como eu próprio fiz nos UMM. Infelizmente, é algo que não existe actualmente.

    Quais as diferenças, além das óbvias, que encontra entre este Racing Lancer e o último Pajero MPR que conduziu?
    zecaTT, fórum

    Para já, importa lembrar que conduzi apenas a primeira versão do Pajero Evolution. Em todo o caso, a grande diferença que salta à vista é o enorme conforto deste carro e a eficácia da sua condução. E, claro, o incrível silêncio do motor diesel.

    BREVES

    Carlos Sousa é actualmente o único piloto no mundo a correr com um Mitsubishi Racing Lancer, precisamente a unidade que Hiroshi Masuoka guiou no último Dakar

    Tal como já tinha acontecido em 2004 com o Pajero Evolution da equipa oficial, Carlos Sousa estreou-se ao volante do Racing Lancer com uma vitória à geral

    Luís Ramalho é o seu actual co-piloto no CPTT, sucedendo a nomes como Andy Schultz, Henri Magne, Jean-Marie Lurquin ou Thierry Delli-Zotti
    AS

Página 29 de 44 Primeiro ... 1928 29 3039 ... Último

Tópicos Similares

  1. Passeio todo terreno
    Por cprcosta no fórum Convívios
    Respostas: 1
    Último Post: 22-12-2013, 21:55
  2. Road Books de Todo-Terreno
    Por satteam no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 7
    Último Post: 22-12-2009, 02:05
  3. Manuais de Viaturas Todo-o-Terreno
    Por F.B.I. no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 0
    Último Post: 03-01-2009, 23:03
  4. Todo o terreno
    Por Opium® no fórum Videos
    Respostas: 1
    Último Post: 26-04-2008, 23:33
  5. Todo-o-terreno no Piódão
    Por satteam no fórum Vídeos, Fotos e Eventos
    Respostas: 0
    Último Post: 28-03-2008, 00:52

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar