Página 41 de 44 Primeiro ... 3140 41 42 ... Último
  1. #601

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Pedro Oliveira: "Quero poupar a mecânica e não ter nenhuma surpresa"

    Pedro Oliveira foi 29º classificado da etapa, enquanto Rui Oliveira e Fausto Mota terminaram no 72º e 74º lugar, respectivamente

    A oitava etapa do Dakar Argentina-Chile ligou, esta segunda-feira, Antofagasta a Copiapo, num total de 776 quilómetros, dos quais 508 de especial. Os pilotos entraram numa fase decisiva desta aventura, com uma etapa marcada por muita velocidade, muito pó, mas também muita navegação. Tudo se torna mais complicado com o cansaço acumulado e a lista de pilotos diminui de dia para dia.
    Pedro Oliveira foi hoje o 29º classificado da etapa, mantendo o seu andamento bastante regular e continuando muito cauteloso. “A etapa de hoje foi muito física. Andei numa toada calma, pois quero poupar a mecânica e não ter nenhuma surpresa. Com o resultado de hoje entro novamente no top 25 o que é excelente”, comentou o piloto luso.
    Marc Coma reforça liderança; Portugueses voltam a atrasar-se
    Por seu turno, Rui Oliveira e Fausto Mota continuam com o objectivo delineado desde inicio e terminaram a etapa no 72º e 74º lugar, respectivamente, subindo lugares na classificação geral. “Hoje o dia não começou da melhor forma. Tive uma queda ao quilómetro 30, tendo ficado com bastantes dores num pé. Felizmente o Fausto estava por perto e em pouco tempo retomamos a etapa. Neste momento estou a fazer gelo e com certeza amanha estarei de novo em pista”, comentou Rui Oliveira, que sobe assim ao lugar 60º da classificação geral.
    Fausto Mota, apesar da paragem logo de manhã com a queda do seu colega de equipa, subiu mais seis posições à geral e é agora 66º classificado. “A equipa está cinco estrelas, as motas continuam imaculadas e nada tem falhado. Já esqueci a penalização e agora só me resta aproveitar as etapas que faltam para subir à geral”, referiu.
    A etapa de terça-feira decorrerá nas imediações de Copiapo, num troço de 270 quilómetros dos quais 235 serão de especial. Apesar de curta, esta especial será tudo menos fácil, pois as grandes “montanhas” de areia serão em abundância, pelo que será necessária uma análise cuidada, como também bastante perícia na transposição das mesmas. Esta etapa será única e com um toque de espectacularidade na partida, pois os pilotos sairão em linhas de 10 (para os melhores classificados) e de 20 para os restantes.
    Classificação 8ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 06h05m02
    2. Cyril Despres (KTM), +01m55
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +04m21
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +08m38
    5. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +25m03
    6. Ruben Faria (KTM), +29m06

    29. Pedro Oliveira (Yamaha), +01h16m58

    63. Pedro Bianchi Prata (BMW), +02h41m30

    68. Fausto Mota (Yamaha), +03h00m18

    73. Rui Oliveira (Yamaha), +03h09m04
    Classificação geral após 8ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 08h18m52
    2. Cyril Despres (KTM), +09m19
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +22m48
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +41m42
    5. Ruben Faria (KTM), +01h09m59
    6. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +02h02m26
    7. Juan Pedrero Garcia (KTM), +02h03m01

    25. Pedro Oliveira (Yamaha), +06h16m41

    40. Pedro Bianchi Prata (BMW), +09h10m46

    64. Rui Oliveira (Yamaha), +13h58m27

    69. Fausto Mota (Yamaha), +15h16m43

  2. #602

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Dakar: Marc Coma reforça liderança; Portugueses voltam a atrasar-se

    Hélder Rodrigues foi o melhor na mais longa tirada da competição, aquela que viu Paulo Gonçalves abandonar devido a uma queda

    Hélder Rodrigues foi hoje o piloto português mais rápido na oitava etapa do Dakar Argentina-Chile, terminando, uma vez mais, na quarta posição, a mais longa tirada da competição, disputada entre Antofagasta e Copiapó, no Chile, de 508 quilómetros. A etapa foi ganha por Marc Coma, que reforçou a liderança nas motos, à frente de Cyril Despres, e Francisco «Chaleco» Lopez que ganhou quatro minutos a Hélder Rodrigues na luta pelo último lugar do pódio, já que a vitória parece estar resuminda a Coma e Despres.
    Ruben Faria foi o sexto mais rápido, a quase meia hora de Coma, mantendo, no entanto, a quinta posição na geral, mas já a mais de uma hora do líder e a quase trinta minutos de Rodrigues.
    A etapa de hoje fica marcada pelo abandono de Paulo Gonçalves, vencedor da quinta etapa, na sequência de uma queda logo no inicio da etapa, numa altura que liderava, que lhe provocou uma fractura numa clavícula.
    Na geral, Marc Coma tem agora uma vantagem de 9m19s para Despres, e 22m48s para «Chaleco» Lopez. Hélder Rdrigues segue na quarta posição a mais de 41m de Coma e a quase vinte minutos do «motard» chileno.
    Classificação 8ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 06h05m02
    2. Cyril Despres (KTM), +01m55
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +04m21
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +08m38
    5. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +25m03
    6. Ruben Faria (KTM), +29m06

    29. Pedro Oliveira (Yamaha), +01h16m58
    Classificação geral após 8ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 08h18m52
    2. Cyril Despres (KTM), +09m19
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +22m48
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +41m42
    5. Ruben Faria (KTM), +01h09m59
    6. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +02h02m26
    7. Juan Pedrero Garcia (KTM), +02h03m01

    24. Pedro Oliveira (Yamaha), +06h16m41

  3. #603

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Dakar: Ricardo Leal dos Santos já é 7º nos automóveis

    Na oitava etapa, português apenas gastou mais cinco minutos do que o seu chefe de equipa, o francês Stéphane Peterhansel

    A dupla Ricardo Leal dos Santos e Paulo Fiúza ascendeu hoje ao 7.º lugar da classificação geral do Dakar 2011 Argentina-Chile. Aos comandos do BMW X3 CC da equipa BMW X-raid, Ricardo Leal dos Santos superou todas as dificuldades de uma etapa duríssima onde apenas gastou mais cinco minutos do que o seu chefe de equipa Stéphane Peterhansel.
    “Foi uma etapa duríssima que, apesar do resultado, não nos correu muito bem. Por volta do km 300 parámos por causa de um furo lento e no final o macaco dobrou-se. Poucos quilómetros mais à frente tivemos mais dois furos, também lentos, e a solução, para não perdemos demasiado tempo com o macaco manual, foi parar de 30 em 30 quilómetros para colocar ar nos pneus”, destacou Ricardo Leal dos Santos.
    Para chegar a este resultado Ricardo Leal dos Santos beneficiou ainda da penalização do francês Lavieile (Nissan) e do atraso bastante significativo do brasileiro Spinelli (Mitsubishi).
    Classificação da 8ª etapa (auto):
    1. Nasser Al-Attiyah (VW), 5h16min30s
    2. Carlos Sainz (VW), +06m36
    3. Giniel De Villiers (VW), +17m2
    4. Mark Miller (VW), +20m01
    5. Nani Roma (Nissan), +52m51
    6. Stephane Peterhansel (BMW), +01h13m41
    7. Ricardo Leal dos Santos (BMW), +01h22m11
    8. Matthias Kahle (SMG), +01h23m09
    Classificação geral após 8ª etapa (auto):
    1. Nasser Al-Attiyah (VW), 23h21min58s
    2. Carlos Sainz (VW), +05m14
    3. Giniel De Villiers (VW), +48m45
    4. Stephane Peterhansel (BMW), +01h33m30
    5. Mark Miller (VW), +02h32m23
    6. Krzysztof Holowczyc (BMW), +03h38m59
    7. Ricardo Leal dos Santos (BMW), +04h51m29
    8. Christian Lavieille (Nissan), +05h24m55
    9. Guilherme Spinelli (Mitsubishi), +05h33m48
    10. Matthias Kahle (SMG), +07h06m57

  4. #604

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Dakar: Paulo Gonçalves desistiu após sofrer queda e fracturar clavícula

    Português, que até estava a fazer o melhor tempo da oitava etapa, sofreu uma queda violenta que fracturou a clavícula, levando ao seu abandono

    O piloto português Paulo Gonçalves (BMW) foi obrigado a desistir do Dakar 2011 Argentina-Chile na etapa desta segunda-feira, após sofrer uma queda e fracturar a clavícula.
    Gonçalves, que até estava a fazer o melhor tempo da oitava etapa ao quilómetro 42, sofreu uma queda violenta pouco depois do quilómetro 55 e chegou ao primeiro ponto de controlo com queixas no ombro.
    Marc Coma reforça liderança; Portugueses voltam a atrasar-se
    Após um breve exame, o responsável pelo posto de controlo diagnosticou-lhe uma clavícula fracturada. Em consequência, Paulo Gonçalves foi obrigado a abandonar a corrida e será evacuado.
    O piloto, que estava a fazer uma brilhante prestação, deixa assim a competição para grande tristeza de todos os elementos da equipa. “Foi um dia extremamente complicado. O Paulo caiu logo no início da etapa, o que foi muito penoso para todos. Ele caiu na areia e como tal sofreu uma pancada seca que provocou a fractura da clavícula, muito provavelmente se ele tivesse caído noutro piso não teria sofrido a fractura, pois a moto não tinha nenhum dano.“
    Classificação 8ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 06h05m02
    2. Cyril Despres (KTM), +01m55
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +04m21
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +08m38
    5. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +25m03
    6. Ruben Faria (KTM), +29m06

    29. Pedro Oliveira (Yamaha), +01h16m58

    63. Pedro Bianchi Prata (BMW), +02h41m30

    68. Fausto Mota (Yamaha), +03h00m18

    73. Rui Oliveira (Yamaha), +03h09m04
    Classificação geral após 8ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 08h18m52
    2. Cyril Despres (KTM), +09m19
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +22m48
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +41m42
    5. Ruben Faria (KTM), +01h09m59
    6. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +02h02m26
    7. Juan Pedrero Garcia (KTM), +02h03m01

    25. Pedro Oliveira (Yamaha), +06h16m41

    40. Pedro Bianchi Prata (BMW), +09h10m46

    64. Rui Oliveira (Yamaha), +13h58m27

    69. Fausto Mota (Yamaha), +15h16m43

  5. #605

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Dakar: Hélder Rodrigues ao ataque na nona etapa

    Português está na frente da nona etapa do Dakar, percorrida nas imediações de Copiapo, numa tirada de 235km cronometrados

    Hélder Rodrigues começou a nona etapa do Dakar Argentina-Chile ao ataque. O piloto português, em KTM, passou no km 177 na frente, com uma vantagem de 2m29s sobre o norte-americano Jonah Street (Yamaha), e 5m02s sobre o holandês Frans Verhoeven (BMW).
    Nos automóveis, Carlos Sainz está na frente à passagem do km106, com sete segundos apenas de vantagem sobre o colega de equipa Nasser Al-Attiyah (VW) e 2m16s para o sul-africano Giniel de Villiers (VW).
    Mais desenvolvimentos dentro de momentos.

  6. #606

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Dakar: Hélder Rodrigues e Ruben Faria «perdem-se» no Chile

    Portugueses perderam o «Norte» na nona etapa do Dakar, ficando fora do «top25», mas mantêm a quarta e quinta posição na geral

    O «motard» norte-americano Jonah Street (Yamaha) foi o mais rápido a cumprir os 235km da nona etapa do Dakar, percorrida nas imediações de Copiapo, no Chile. Numa tirada verdadeiramente desastrosa para as aspirações lusas, Ruben Faria (KTM) não fez melhor que o 26º tempo, a mais de 18 minutos de Street, enquanto Helder Rodrigues (Yamaha) não conseguiu ir além do 33º tempo, depois de ter liderado a etapa à passagem do km177. Pedro Oliveira (Yamaha) continua a evoluir e foi o 28º mais rápido.
    Street venceu a etapa, com uma vantagem superior a três minutos para o belga Franz Verhoeven (BMW) e David Casteu (Sherco), num dia em que os primeiros ficaram longe dos primeiros lugares. Cyril Despres (KTM) foi apenas sétimo, recuperando um pouco mais do que um minuto a Marc Coma (KTM), que foi nono na etapa, mas mantém a liderança na classificação geral com mais de oito minutos de vantagem.
    'Chaleco' Lopez Contardo (Aprilia), terceiro classificado na geral, foi décimo, resultado que não foi aproveitado pelos portugueses, visto que Helder Rodrigues e Ruben Faria ainda fizeram pior, perdendo 18m29s (Ruben Faria) e 27m17s (Helder Rodrigues) para o último lugar do pódio.
    No que diz respeito aos restantes portugueses em prova, Pedro Oliveira (Yamaha), ocupa o 26º lugar da classificação geral, Pedro Bianchi Prata (BMW), é 44º, Rui Oliveira (Yamaha) 62º e Fausto Mota (Yamaha) segue na 65ª posição da geral.
    Classificação 9ª etapa (motos):
    1. Jonah Street (Yamaha), 03h06m56
    2. Frans Verhoeven (BMW), +03m38
    3. David Casteau (Sherco), +03m40
    4. Gerard Farres Guell (Aprilia), +04m30
    5. Jordi Viladoms (Yamaha), +05m46
    6. Daniel Gouet (Honda), +06m02
    7. Cyril Despres (KTM), +06m03
    8. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +06m59
    9. Marc Coma (KTM), +07m08
    10. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +07m53
    11. Alain Duclos (Aprilia), +08m12
    12. Juan Pedrero Garcia (KTM), +08m51

    26. Ruben Faria (KTM), +18m29

    28. Pedro Oliveira (Yamaha), +18m46

    33. Helder Rodrigues (Yamaha), +27m17

    38. Pedro Bianchi Prata (BMW), +31m26

    59. Fausto Mota (Yamaha), +51m48
    60. Rui Oliveira (Yamaha), +52m31
    Classificação geral após 9ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 11h32m56
    2. Cyril Despres (KTM), +08m14
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +23m33
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +01h01m51
    5. Ruben Faria (KTM), +01h21m20
    6. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +02h02m17
    7. Juan Pedrero Garcia (KTM), +02h04m44
    8. Alexis Cody (Honda), +02h39m40
    9. Jean De Azevedo (KTM), +02h42m55

    26. Pedro Oliveira (Yamaha), +06h28m19

    41. Pedro Bianchi Prata (BMW), +09h35m04

    62. Rui Oliveira (Yamaha), +14h43m50

    65. Fausto Mota (Yamaha), +16h01m23

  7. #607

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Hélder Rodrigues: "Fiz mais 18 kms e fiquei sem gasolina a 1km do final"

    Piloto dominou quase até ao final a etapa, no entanto, um erro de navegação já próximo da chegada acabou por comprometer as suas aspirações

    Hélder Rodrigues apostou tudo na grande etapa de dunas com partida e chegada a Copiapo. Imprimindo um ritmo forte, o piloto conseguiu dominar e deu espectáculo quase até ao final. No entanto, um erro na navegação deitou por terra este ascendente, embora o 33º tempo na etapa não comprometa o seu actual quarto lugar da geral.
    Num dia de circuito fechado com partida e chegada a Copiapo, a caravana do Dakar saiu para o terreno pela primeira vez em linha. Hélder Rodrigues arrancou assim no primeiro grupo de dez motards, lado a lado com os seus principais adversários.
    Hélder Rodrigues dominou quase até ao final a etapa, no entanto, um erro de navegação já próximo da chegada acabou por comprometer as suas aspirações:
    “Hoje vivi um dia de grandes emoções, primeiro animado por ter conseguido andar bem na frente durante mais de 200 quilómetros e no fim com um sabor amargo por me ter perdido a apenas 20 kms da meta...Fiz mais 18 kms do que previsto e ainda fiquei sem gasolina a 1 km do final da especial. Mas, o Dakar é mesmo assim e agora só penso em voltar a andar depressa na etapa de amanhã – que promete ser também difícil, apesar de curta”, revelou Hélder Rodrigues.
    Hélder Rodrigues e Ruben Faria «perdem-se» no Chile
    Para o décimo dia de competição do Rali Dakar está previsto o regresso à Argentina, com uma enorme ligação (686 quilómetros) através dos Andes e passagem da fronteira em Paso San Francisco. Finda esta travessia, é altura de voltar às dunas brancas de Fiambala – numa especial curta (176 kms) mas de elevada dificuldade.
    Classificação 9ª etapa (motos):
    1. Jonah Street (Yamaha), 03h06m56
    2. Frans Verhoeven (BMW), +03m38
    3. David Casteau (Sherco), +03m40
    4. Gerard Farres Guell (Aprilia), +04m30
    5. Jordi Viladoms (Yamaha), +05m46
    6. Daniel Gouet (Honda), +06m02
    7. Cyril Despres (KTM), +06m03
    8. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +06m59
    9. Marc Coma (KTM), +07m08
    10. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +07m53
    11. Alain Duclos (Aprilia), +08m12
    12. Juan Pedrero Garcia (KTM), +08m51

    26. Ruben Faria (KTM), +18m29

    28. Pedro Oliveira (Yamaha), +18m46

    33. Helder Rodrigues (Yamaha), +27m17

    38. Pedro Bianchi Prata (BMW), +31m26

    59. Fausto Mota (Yamaha), +51m48
    60. Rui Oliveira (Yamaha), +52m31
    Classificação geral após 9ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 11h32m56
    2. Cyril Despres (KTM), +08m14
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +23m33
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +01h01m51
    5. Ruben Faria (KTM), +01h21m20
    6. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +02h02m17
    7. Juan Pedrero Garcia (KTM), +02h04m44
    8. Alexis Cody (Honda), +02h39m40
    9. Jean De Azevedo (KTM), +02h42m55

    26. Pedro Oliveira (Yamaha), +06h28m19

    41. Pedro Bianchi Prata (BMW), +09h35m04

    62. Rui Oliveira (Yamaha), +14h43m50

    65. Fausto Mota (Yamaha), +16h01m23

  8. #608

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Dakar: Carlos Sainz vence e reduz vantagem de Al-Attiyah

    Na nona etapa, piloto espanhol bateu Nasser Al-Attiyah por 1m56s, insuficiente para regressar à liderança da competição

    Carlos Sainz, em Volkswagen Touareg, venceu hoje a nona etapa do Dakar, um percurso de 235 quilómetros nos arredores de Copiaque, no Chile. O piloto espanhol bateu o companheiro de equipa Nasser Al-Attiyah por 1m56s, insuficiente para regressar à liderança da competição. Giniel de Villiers, em Volkswagen, foi terceiro, a mais de nove minutos de Sainz.
    Na terceira posição, Stéphane Peterhansel continua sem argumentos para lutar pela vitória nas etapas, voltando a perder tempo para os Volkswagen, terminando à frente do Touareg do norte-americano Mark Miller, quinto na etapa. O piloto francês da BMW X-Raid já está a quase duas horas do primeiro classificado (Nasser Al-Attiyah) e a mais de 55 minutos do terceiro lugar, ocupado por De Villiers.
    Motos: Hélder Rodrigues e Ruben Faria «perdem-se» no Chile
    Ricardo Leal do Santos (BMW) foi décimo classificado, a mais de 36m de Sainz, mantendo a sétima posição da geral, com um atraso superior a cinco horas para o comandante.
    Classificação da 9ª etapa (auto):
    1. Carlos Sainz (VW), 2h14min39s
    2. Nasser Al-Attiyah (VW), +01m56
    3. Giniel De Villiers (VW), +09m02
    4. Stephane Peterhansel (BMW), +11m14
    5. Mark Miller (VW), +14m52
    6. Krzysztof Holowczyc (BMW), +17m05
    7. Alfie Cox (Nissan), +28m07
    8. Guilherme Spinelli (Mitsubishi), +29m32
    9. Christian Lavieille (Nissan), +29m55
    10. Ricardo Leal dos Santos (BMW), +36m55
    11. Matthias Kahle (SMG), +38m05
    Classificação geral após 9ª etapa (auto):
    1. Nasser Al-Attiyah (VW), 23h21min58s
    2. Carlos Sainz (VW), +03m18
    3. Giniel De Villiers (VW), +55m51
    4. Stephane Peterhansel (BMW), +01h42m48
    5. Mark Miller (VW), +02h45m19
    6. Krzysztof Holowczyc (BMW), +03h54m08
    7. Ricardo Leal dos Santos (BMW), +05h26m28
    8. Christian Lavieille (Nissan), +05h52m54
    9. Guilherme Spinelli (Mitsubishi), +06h01m24
    10. Matthias Kahle (SMG), +07h43m06

  9. #609

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Ruben Faria em etapa de peripécias: "Todos estávamos fora do rumo certo"

    Especial marcada por uma partida em linha para todos os pilotos acabou por prejudicar os pilotos da frente, que acabaram por se perder

    Com partida e chegada na localidade mineira de Copiapo, a caravana do Dakar realizou hoje uma especial com apenas 235 quilómetros mas que se revelou plena de peripécias e reveladora da ténue linha que separa a glória do insucesso. Em pleno deserto a especial ficou marcada por uma partida em linha para todos os pilotos, os primeiros dez no grupo inicial e o restante em grupos de vinte e foi precisamente esse procedimento de partida que acabou por se revelar fundamental no resultado final.
    “Foi uma partida espectacular, mas todos seguimos o mesmo rumo, excepto um piloto, e passados alguns quilómetros todos estávamos fora do rumo certo e tivémos que procurar a pista correcta.”
    Com este erro colectivo, os pilotos da frente acabaram por ser apanhados pela segunda vaga de pilotos e também entre estes se instalou alguma confusão, o que ajudou igualmente a que os pilotos da terceira linha de partida se juntassem na cabeça da corrida.
    “Quando regressámos à pista ficámos no meio de um imenso pelotão, com muito pó e onde era quase impossível ultrapassar. Tornou-se tudo muito complicado para aqueles que como eu saíram no primeiro grupo.”
    Envolvido nesta situação, Ruben Faria optou por não correr riscos e assumiu uma posição de segurança em relação à sua prova. “Era o ideal. O tempo estava perdido e perder também a cabeça só podería complicar a prova. Por isso escolhi navegar e desenhar a minha prova, independentemente da classificação em que viesse a terminar a especial.” Ruben acabou por ser apenas o 26º no final da especial, reduzindo, no entanto, a diferença para a quarta posição da classificação geral.
    “Num dia em todos os da linha da frente perdemos tempo, acabei por me aproximar do quarto posto da geral e estou agora a apenas vinte minutos dessa mesma posição.”
    Classificação 9ª etapa (motos):
    1. Jonah Street (Yamaha), 03h06m56
    2. Frans Verhoeven (BMW), +03m38
    3. David Casteau (Sherco), +03m40
    4. Gerard Farres Guell (Aprilia), +04m30
    5. Jordi Viladoms (Yamaha), +05m46
    6. Daniel Gouet (Honda), +06m02
    7. Cyril Despres (KTM), +06m03
    8. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +06m59
    9. Marc Coma (KTM), +07m08
    10. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +07m53
    11. Alain Duclos (Aprilia), +08m12
    12. Juan Pedrero Garcia (KTM), +08m51

    26. Ruben Faria (KTM), +18m29

    28. Pedro Oliveira (Yamaha), +18m46

    33. Helder Rodrigues (Yamaha), +27m17

    38. Pedro Bianchi Prata (BMW), +31m26

    59. Fausto Mota (Yamaha), +51m48
    60. Rui Oliveira (Yamaha), +52m31
    Classificação geral após 9ª etapa (motos):
    1. Marc Coma (KTM), 11h32m56
    2. Cyril Despres (KTM), +08m14
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +23m33
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +01h01m51
    5. Ruben Faria (KTM), +01h21m20
    6. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +02h02m17
    7. Juan Pedrero Garcia (KTM), +02h04m44
    8. Alexis Cody (Honda), +02h39m40
    9. Jean De Azevedo (KTM), +02h42m55

    26. Pedro Oliveira (Yamaha), +06h28m19

    41. Pedro Bianchi Prata (BMW), +09h35m04

    62. Rui Oliveira (Yamaha), +14h43m50

    65. Fausto Mota (Yamaha), +16h01m23

  10. #610

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Ricardo Leal dos Santos: "Furamos devido ao mau feitio do Lavieille"

    Piloto encontrou muitos obstáculos na nona etapa, desde furos até ao mau feitio de Lavieille que não deixou dupla lusa passar

    A dupla Ricardo Leal dos Santos e Paulo Fiúza confirmou hoje o 7.º lugar da classificação geral para onde a equipa ascendeu no final da jornada de ontem. A tarefa não foi, todavia, fácil já que logo no início da etapa perderam quase 10 minutos para retirar o BMW X3 CC de um buraco. Novo atraso, mais adiante, com um furo, numa tentativa de ultrapassagem à Nissan de Lavieille. Apesar das dificuldades sentidas recuperaram da 18.ª posição no WP1, até ao 10.º lugar no final da etapa.
    “Foi uma etapa curta mas recheada de dunas que exigiam muita condução. A uma delas chegámos demasiado depressa e ao travar a fundo, na crista da duna, o motor calou-se e caímos lá em baixo num buraco. O furo deveu-se mais ao mau feitio do Lavieille que não deixa ninguém passar. Foi para a nossa frente quando caímos no buraco, mas apanhámo-lo e estávamos a consumar a ultrapassagem quando nos apertou e não tivemos outro remédio senão ir por cima de umas pedras que nos provocaram o furo. Estamos a tentar gerir da melhor forma o actual resultado ”, destacou Ricardo Leal dos Santos.
    Carlos Sainz vence e reduz diferença para Al-Attiyah
    Amanhã, os concorrentes vão transformar-se novamente em montanhistas porque nesta etapa vão atravessar a Cordilheira dos Andes. Devem levar consigo uma máquina fotográfica para imortalizar a passagem pela mítica estrada 60. Depois destes momentos de relaxamento, os pilotos irão enfrentar um choque térmico porque durante esta época do ano, o calor é intenso no meio das dunas brancas de Fiambalá. A estadia será mais curta que em anos anteriores. Mas, após dez dias de competição, este sector pode ser decisivo para os pilotos amadores que começam a mostrar sinais de cansaço.
    Classificação da 9ª etapa (auto):
    1. Carlos Sainz (VW), 2h14min39s
    2. Nasser Al-Attiyah (VW), +01m56
    3. Giniel De Villiers (VW), +09m02
    4. Stephane Peterhansel (BMW), +11m14
    5. Mark Miller (VW), +14m52
    6. Krzysztof Holowczyc (BMW), +17m05
    7. Alfie Cox (Nissan), +28m07
    8. Guilherme Spinelli (Mitsubishi), +29m32
    9. Christian Lavieille (Nissan), +29m55
    10. Ricardo Leal dos Santos (BMW), +36m55
    11. Matthias Kahle (SMG), +38m05
    Classificação geral após 9ª etapa (auto):
    1. Nasser Al-Attiyah (VW), 23h21min58s
    2. Carlos Sainz (VW), +03m18
    3. Giniel De Villiers (VW), +55m51
    4. Stephane Peterhansel (BMW), +01h42m48
    5. Mark Miller (VW), +02h45m19
    6. Krzysztof Holowczyc (BMW), +03h54m08
    7. Ricardo Leal dos Santos (BMW), +05h26m28
    8. Christian Lavieille (Nissan), +05h52m54
    9. Guilherme Spinelli (Mitsubishi), +06h01m24
    10. Matthias Kahle (SMG), +07h43m06

  11. #611

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Dakar’11: Abandonos em números…


    O Rali Dakar deste ano está a atingir um número acentuado de desistências em todas as frentes competitivas. Mais de 130 veículos já deixaram a disputa pela chegada a Buenos Aires, marcada para o dia 15 de Janeiro. Além dos habituais problemas mecânicos, o pó tem sido a principal causa ‘madrasta’ dos pilotos em prova, provocando alguns incidentes, apesar de que este ano, as consequências ainda não foram de extrema importância.
    Nas motos, ao fim da sétima etapa, 52 participantes já estavam oficialmente fora do Dakar Argentina-Chile. Só na sexta etapa, a última antes do dia de descanso, 20 motards abdicaram forçosamente da chegada ao fim. Já na sétima, no começo da segunda metade da prova, mais 11 pilotos desistiram. A Organização chegou mesmo a encurtar aquela que inicialmente era a etapa com mais quilómetros de especial, tendo em conta os atrasos e as desistências ocorridas.
    Até ao momento, altura em que a caravana parte para a nona etapa (Copiapo-Copiapo), o Rali conta com 99 pilotos em prova, dos cerca de 170 pilotos em ‘duas rodas’ que partiram no primeiro de Janeiro de Buenos Aires. Estão ainda por disputar cinco etapas.
    Dos participantes portugueses, João Rosa concluiu a terceira etapa, mas não partiu para o quarto dia de prova devido a aconselhamento médico. Paulo Gonçalves sofreu da má sorte neste Dakar, começando por uma avaria mecânica da BMW na etapa seguinte à que venceu e, à oitava etapa, caiu quando era líder e fracturou a clavícula.
    Nos Quads, já foram 13 os desistentes, por entre os quais está o vencedor da edição anterior, o argentino Marcos Patronelli. Lidera o pelotão sobrevivente de 14 concorrentes o outro dos Patronelli, Alejandro Patronelli (Yamaha) com vantagem de 58m32 para outro argentino, Sebastian Halpern (Yamaha).

  12. #612

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Dakar’11: As palavras de João Rosa no regresso a Portugal… Um sonho por cumprir!


    João Rosa teve este ano mais uma retirada antecipada do Rali Dakar. Aos 43 anos de idade, o sonho de totalizar as etapas constituintes daquela que é a maior prova de Todo-o-Terreno do mundo, continua por cumprir! Recém-chegado a Portugal, o veterano abriu-nos as portas de mais uma participação ‘mal olhada’ na aventura sul-americana…
    Fozmotor: Qual o balanço que fazes da tua participação no Rali Dakar deste ano?
    João Rosa: “O balanço é sempre positivo, aprendemos e colhemos muita coisa importante que nos serve bem no dia-a-dia… É sempre uma boa experiência para os amantes do motociclismo! Em relação aos resultados, enquanto estive em prova andei sempre dentro das minhas possibilidades e não defraudei aqueles que apostaram em mim, tinha aspirações de terminar nos trinta primeiros… Com alguma sorte do meu lado acho que iria conseguir.”
    F: O Dakar não te tem sorrido da melhor forma, como encaras a maior prova do Todo-o-Terreno do mundo? O que está mal?
    JR: “Acho que o Dakar não está muito bem organizado! Como prova maior do TT mundial, acho muito mal não haver um Prólogo, em tempos, começava sempre com um… Depois, quanto a mim, falta-me uma bruxa que me ajude a ‘espantar’ a falta de sorte em prova (risos)!
    F: Três participações realizadas, três desistências… Se à terceira não foi de vez, já pensas em preparar uma quarta?
    JR: “Como disse anteriormente, se tiver uma ‘bruxa amiga’ penso que tenho mais hipóteses… Sem isso, já vi que não vou a lado nenhum, sei existe algo para além do normal! O que é certo é que agora tenho a minha coluna feita ‘num oito’ e as coisas estão difíceis para continuar.”
    F: O que achas das participações portuguesas no Rali Dakar? Estamos a melhorar progressivamente… Vês um piloto português ganhar futuramente?
    JR: “Vejo que temos hipóteses, mas não sei se nos deixam ir muito mais longe, há muita coisa que não passa cá para fora e eu teria muito para dizer… Mas ainda é cedo! Quanto ao Ruben Faria, está a ser a figura da prova, sem dúvida alguma, o Hélder está bem, mas não na posição que se estava à espera… Quem está a surpreender e está de parabéns é o Pedro Oliveira, está a fazer uma grande prova!”
    F: Num olhar sobre o desporto motorizado nacional, que avaliação fazes ao nível competitivo?
    JR: “Bem, estamos num bom caminho e espero ter contribuído para isso ao longo destes anos…”
    F: Entrámos num novo ano, perspectivas para 2011 na tua carreira?
    JR: “Infelizmente, nem tudo está da melhor forma… Quanto a competir, talvez até nem tenha essa possibilidade devido a esta lesão. Parecia menos do que realmente se veio a revelar, mas vamos ver, gosto imenso de acelerar e não escondo que gostaria de poder fazer o Campeonato Nacional de TT!”
    F: Pela experiência adquirida, quanto custa e o que envolve a participação num Rali Dakar?
    JR: “Muito sacrifício a todos os níveis, sem dúvida! Tanto ao nível financeiro como pessoal e desportivo… É uma prova ‘cara’ em muitos sentidos e sem tudo isto não chegamos lá.”
    João Rosa estará hoje por volta das 21h30 no canal desportivo Eurosport como comentador da 33ª edição do Rali Dakar.

  13. #613
    Avatar de aiam
    Registo
    May 2007
    Posts
    4.596

    Padrão Hélder Rodrigues voltou a andar na frente


    No dia em que a caravana do Rali Dakar regressou à Argentina, Hélder Rodrigues voltou a estar em evidência na frente da corrida ao imprimir um ritmo muito forte durante mais uma especial nas míticas dunas brancas de Fiambala.

    Depois de cumprir uma extensa travessia dos Andes no regresso da caravana do Rali Dakar à Argentina, Hélder Rodrigues voltou a mostrar no terreno um ritmo verdadeiramente impressionante. No entanto, um erro de navegação no final comprometeu as aspirações do piloto, que continua no quarto lugar com o título de melhor português.

    Atacando desde o início, o piloto de Almargem do Bispo conseguiu segurar a liderança até bem perto do fim da especial de Copiapo-Chilecito. De tal modo que no último controlo de passagem antes da meta rolava com uma vantagem de três minutos sobre o espanhol Marc Coma.


    No entanto, já nos últimos quilómetros um erro de navegação acabou por travar este ascendente - ditando a queda para o 10º tempo, acumulando um atraso de 27 minutos face ao líder Marc Coma.


    Mesmo assim, Hélder Rodrigues conserva o quarto lugar da classificação geral do Rali Dakar - sendo ainda o melhor português e melhor piloto Yamaha da caravana.


    A última grande especial competitiva deste Rali Dakar Argentina-Chile 2011 terá lugar amanhã através das paisagens desérticas dos Andes, com 622 quilómetros de pistas de sobe e desce e paisagens de enorme beleza.


    Para ligar Chilecito a San Juan será ainda necessário cumprir uma ligação de 164 quilómetros, fazendo desta 11º etapa uma das mais desgastantes para uma caravana já reduzida a cerca de 100 motos, 60 automóveis e 40 camiões.


    sapo desporto

    _____________
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

  14. #614
    Avatar de RSCSA
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    44
    Posts
    15.090

    Padrão Ruben Faria: "As duas próximas etapas do Dakar serão muito duras"



    A décima etapa do Dakar trouxe de novo a caravana até solo argentino depois da passagem para o lado Atlântico da cordilheira dos Andes. Depois, uma especial com pouco mais de 170 quilómetros que se tornou uma desilusão para alguns e motivo de satisfação para outros, em particular Ruben Faria, que conseguiu ser o terceiro classificado no final do dia e recuperar de forma substancial para o quarto classificado na classificação geral da prova.

    “No ‘bivouac’ costumamos dizer quando nos perdemos que andámos a ‘jardinar’ e hoje isso aconteceu com todos nós. Pela minha parte perdi-me umas três ou quatro vezes. Todos erraram na navegação e no final, numa zona com um rio, mais problemas surgiram ainda, num dia verdadeiramente louco e onde as certezas se transformavam em incertezas quase quilómetro após quilómetro. A saída desse revelou-se difícil de encontrar, felizmente conseguir achar o rumo certo rapidamente e acabei por fechar o dia em terceiro, o que foi muito bom”, comentou Ruben Faria.

    Hélder Rodrigues volta a perder vitória com final à vista

    A operação surtiu efeito na classificação do piloto de Olhão em termos de classificação geral já que Ruben recuperou grande parte da diferença que detinha para o quarto classificado, reduzindo-a para uns magros cinco minutos.

    “Nesse aspecto foi espectacular e abre novamente a luta pela posição, mas estou algo triste com o facto de hoje termos perdido de novo muito tempo para o Marc Coma. O Cyril está agora a 18 minutos e é uma diferença muito grande para recuperar até Sábado, mas depois do que vimos hoje tudo pode acontecer…e já amanhã.”

    Ruben Faria consegue assim uma excelente terceira posição numa fase importante da prova, que tem agora apenas três especiais para realizar. “As duas próximas serão ainda muito duras”, acrescentou o piloto português.

    Classificação 10ª etapa (motos):

    1. Marc Coma (KTM), 03h06m35
    2. Cyril Despres (KTM), +09m56
    3. Ruben Faria (KTM), +13m22
    4. Miran Stanovnik (KTM), +21m26
    5. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +21m43
    6. Henk Knuiman (KTM), +22m11
    7. Javier Pizzolito (Honda), +22m16
    8. Juan Pedrero Garcia (KTM), +24m40
    9. Alain Duclos (Aprilia), +26m56
    10. Helder Rodrigues (Yamaha), +27m46

    22. Pedro Oliveira (Yamaha), +41m53

    24. Pedro Bianchi Prata (BMW), +42m14

    Classificação geral após 10ª etapa (motos):

    1. Marc Coma (KTM), 14h39m31
    2. Cyril Despres (KTM), +18m10
    3. Francisco Lopez Contardo (Aprilia), +45m16
    4. Helder Rodrigues (Yamaha), +01h29m37
    5. Ruben Faria (KTM), +01h34m42
    6. Juan Pedrero Garcia (KTM), +02h29m24
    7. Pal Anders Ullevalseter (KTM), +02h36m39
    8. Jean De Azevedo (KTM), +03h11m06
    9. Henk Knuiman (KTM), +04h00m20
    10. Jordi Viladoms (Yamaha), +04h17m19

    24. Pedro Oliveira (Yamaha), +07h10m12

    33. Pedro Bianchi Prata (BMW), +10h17m18

    "autoportal"

  15. #615
    Avatar de RSCSA
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    44
    Posts
    15.090

    Padrão Giniel De Villiers vence etapa; Ricardo Leal dos Santos sexto




    Giniel De Villiers, em Volkswagen Touareg, venceu hoje a décima etapa do Dakar, um percurso de 176kms disputados entre Copiapó a Chilecito. O piloto sul-africano conseguiu superar todos os obstáculos de uma etapa curta mas que se revelou como um duro teste a todas as equipas, batendo o surpreendente Krzysztof Holowczyc (BMW) e Stephane Peterhansel (BMW).

    Nasser Al-Attiyah (Volkswagen) terminou na quarta posição, a quase nove minutos de De Villiers, mas à frente do seu principal rival, Carlos Sainz (Volkswagen), com o piloto do Qatar a ganhar quase dez minutos ao espanhol, que enfrentou alguns problemas no inicio da etapa, perdendo precioso tempo na luta pela vitória.

    Na geral, Sainz ficou a mais de 12m de Al-Attiyah, restando-lhe esperar que o colega de equipa na Volkswagen tenha algum problema mecânico nas próximas etapas, para voltar a lutar pela vitória na competição.

    Hélder Rodrigues volta a perder vitória com final à vista

    Excelente prestação a de Ricardo Leal dos Santos (BMW), que terminou na sexta posição, a cerca de 31 minutos, à frente da Nissan Overdrive de Christian Lavieille, que foi sétimo classificado.

    Apesar do resultado, Ricardo Leal dos Santos mantém o sétimo lugar na geral, a duas horas do polaco Krzysztof Holowczyc, sexto classificado.

    Esta quinta-feira disputa-se mais uma etapa maratona nos Andes, com 622 quilómetros de constantes subidas e descidas, entre Chilecito e San Juan.

    Classificação da 10ª etapa (auto):

    1. Giniel De Villiers (VW), 2h53min15s
    2. Krzysztof Holowczyc (BMW), +04m23
    3. Stephane Peterhansel (BMW), +05m38
    4. Nasser Al-Attiyah (VW), +08m54
    5. Carlos Sainz (VW), +18m13
    6. Ricardo Leal dos Santos (BMW), +30m51
    7. Christian Lavieille (Nissan), +43m23
    8. Mark Miller (VW), +01h04m18
    9. Ronan Chabot (SMG), +01h24m18
    10. Guilherme Spinelli (Mitsubishi), +01h33m27

    Classificação geral após 10ª etapa (auto):

    1. Nasser Al-Attiyah (VW), 23h21min58s
    2. Carlos Sainz (VW), +12m37
    3. Giniel De Villiers (VW), +46m57
    4. Stephane Peterhansel (BMW), +01h39m32
    5. Mark Miller (VW), +03h40m43
    6. Krzysztof Holowczyc (BMW), +03h49m37
    7. Ricardo Leal dos Santos (BMW), +05h48m25
    8. Christian Lavieille (Nissan), +06h27m23
    9. Guilherme Spinelli (Mitsubishi), +07h25m57
    10. Alfie Cox (Nissan), +15h55m22
    "autoportal"

Página 41 de 44 Primeiro ... 3140 41 42 ... Último

Tópicos Similares

  1. Passeio todo terreno
    Por cprcosta no fórum Convívios
    Respostas: 1
    Último Post: 22-12-2013, 21:55
  2. Road Books de Todo-Terreno
    Por satteam no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 7
    Último Post: 22-12-2009, 02:05
  3. Manuais de Viaturas Todo-o-Terreno
    Por F.B.I. no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 0
    Último Post: 03-01-2009, 23:03
  4. Todo o terreno
    Por Opium® no fórum Videos
    Respostas: 1
    Último Post: 26-04-2008, 23:33
  5. Todo-o-terreno no Piódão
    Por satteam no fórum Vídeos, Fotos e Eventos
    Respostas: 0
    Último Post: 28-03-2008, 00:52

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar