Página 6 de 44 Primeiro ... 5 6 716 ... Último
  1. #76
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Miguel Barbosa já testou o novo BMW X3

    Durante o dia de hoje, quarta-feira, Miguel Barbosa esteve nos arredores de Portalegre, para uma sessão de testes com o novo BMW X3, carro que vai estrear este fim-de-semana na prova de encerramento do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno. Acompanhado desta vez por Luís Ramalho, o tri-campeão nacional fez várias passagens por um troço com cerca de dois quilómetros para ficar a conhecer melhor o carro.

    Depois de um primeiro ensaio da parte da manhã ter revelado uma suspensão demasiado dura para os desejos do piloto do Vodafone Liberty Seguros Team, durante a tarde o carro foi ficando cada vez mais ao gosto de Miguel Barbosa. "O ideal teria sido conseguir fazer dois dias de testes, porque normalmente o primeiro, sobretudo num carro construído de raiz como foi este, serve para ver se tudo está a funcionar em pleno e para resolver pequenos percalços que por vezes surgem. Ainda assim, fiz cerca de 70 quilómetros, o que não sendo o ideal acaba por ser já importante para esta corrida", comentou a partir de agora piloto do BMW X3.

    Para a corrida que arranca já depois de amanhã o objectivo é "lutar pela vitória. Acredito que há medida que a prova for decorrendo vou ficando cada vez mais adaptado ao carro, mas penso que seremos competitivos desde o primeiro metro e que estaremos em condições de discutir a vitória, numa prova que já venci por três vezes, que tem um carisma muito próprio e que tem também sempre milhares de espectadores a acompanhar. Vou dar como sempre o meu melhor e espero ter a melhor estreia possível com o carro", diz a finalizar Miguel Barbosa.

    A Baja Portalegre 500 arranca na sexta-feira com um prólogo de sete quilómetros, seguindo-se no sábado dois sectores selectivos, de 140 e 250 quilómetros respectivamente, para terminar no domingo de manhã com mais uma especial de 120.AS

  2. #77
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ruben Faria abandona Rally do Dubai


    Ruben Faria, piloto do Lagos Team/TMN, em Honda 450cc, foi obrigado a abandonar o Rally do Dubai, no quarto dia de competição deste rally internacional, a contar para o Campeonato do Mundo de Todo-o-Terreno.

    O óptimo trabalho de Ruben Faria, desenvolvido até à etapa de hoje, prometia um bom desfecho no rally do Dubai, mas infelizmente a prova terminou cedo de mais para o piloto do Lagos Team, que sofreu uma lesão na vértebra L2, na parte final da especial do dia. Vencedor do prólogo e da segunda etapa, o pluri-campeão nacional de todo-o-terreno tinha terminado todas as etapas no Top 10 e estava em primeiro da classe (450cc) desde o primeiro dia do rally.

    O título de vice-campeão do Mundo estava garantido, mas o vencedor do Rally Pax, que cedo revelou ser o mais forte nas 450cc, rodando no grupo das motos oficiais 690cc, sofreu as consequências de quem andou nos limites.

    Quanto a Hélder Rodrigues, o piloto de Sintra continua a recuperar posições na tabela geral e teve um dia positivo ao concluir a etapa no grupo da frente, com um nono lugar, e terceiro melhor das 450cc.

    Joana Lemos, Directora do Lagos Team: "Infelizmente é uma triste notícia, mas quem anda neste ritmo sofre as consequências. Um piloto como o Ruben, que com uma 450cc conseguiu superar motos de 690cc, demonstrou um grande esforço e empenho, que nem todos conseguem alcançar. Para nós o Ruben é o verdadeiro Campeão do Mundo." "Um terceiro lugar no Mundial é sempre um lugar honroso. Resta-nos esperar pelo rápido restabelecimento do Ruben, para que nos brinde com uma boa prestação no próximo Rally Dakar".

    Classificação Geral - 4ª Etapa (Especial "Adnoc")

    1º Cyril Despres, em 4h 10min 49s
    2º Sean Gaugain, 4h 15min 22s
    3º Francisco Lopez, 4h 18min 53s
    4º James West, 4h 23min 23s
    5º Alain Duclos, 4h 25min 51s
    (...)
    9º Hélder Rodrigues, 4h 29, 53s

    Classificação Geral (após 4 Etapas)

    1º Cyril Despres, em 16h 09min 59s
    2º Francisco Lopez, a 16 min 43s
    3º James West, a 43 min 23s
    4º Alain Duclos, a 1h 07min 17s
    5º David McBride, a 1h 07min 47s
    (...)
    16º Hélder Rodrigues, a 2h 12min 16s
    AS

  3. #78
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Os segredos do Racing Lancer

    É seguramente a estreia mais aguardada do ano. Colocando um ponto final na longa e bem sucedida dinastia Pajero (1983 a 2003) e Pajero Evolution (2004 a 2008), o novo Racing Lancer, apresentado oficialmente no último Salão de Paris, cumpre o seu baptismo competitivo já no próximo fim-de-semana, por ocasião da Baja Ultimate Portalegre 500, numa estreia mundial que se adivinha tão esperada pela Mitsubishi como pelas rivais Volkswagen e X-Raid

    Afinal, faltam já poucos mais de dois meses para o início do sul-americano Dakar 2009, constituindo a jornada do ACP o último e decisivo teste do novo carro com que a marca dos três diamantes procurará chegar a um oitavo triunfo consecutivo (13º em todo o seu historial) e, mais importante, a uma primeira e inédita vitória de um diesel na prova idealizada há 31 anos por Thierry Sabine.

    Transição pacífica

    Beneficiando de toda a experiência adquirida com o Pajero Evolution, o departamento de competição da MMSP preparou cuidadosamente esta dupla transição - de modelo e motorização -, iniciando este novo ciclo logo em Abril de 2006, com o desenvolvimento do motor V6 turbo diesel de 3 litros que, posteriormente, seria montado no Pajero Evolution, baptizado de MPR14, sendo o primeiro teste realizado em Junho do ano passado.

    O desenvolvimento do chassis iniciou-se logo depois, em Agosto de 2007, ficando o primeiro Racing Lancer concluído em Junho deste ano. Durante duas semanas, o novo carro foi alvo de múltiplas sessões de testes, primeiro no sul de Espanha, na região de Almeria, depois em Marrocos, na zona do Erg Chebi, e ainda em França, na pista de ensaios da MMSP. Tendo como base toda a informação recolhida, foram depois organizadas, no final de Agosto e início deste mês, mais duas sessões em Marrocos, para um total de mais de 15 mil quilómetros em testes (cerca de quatro mil em cada sessão), o equivalente a um Dakar e meio.

    Sportback como inspiração

    Embora herdando do seu antecessor a grande parte da tecnologia, desde o sistema 4WD às suspensões e aos travões, sem esquecer ainda a caixa sequencial Ricardo de 5 velocidades, naturalmente já adaptada ao novo V6 turbo diesel de 3 litros, o novo Mitsubishi rompe com o passado através da sua nova (e muito discutida) silhueta, baseada no Lancer Sportback.

    Além do novo e revolucionário desenho, sobressai ainda no novo MRX09 (nome de código dado ao projecto) as suas superiores dimensões, com mais 280 mm de comprimento e 215 mm de largura face ao anterior Pajero Evolution, por força da maior distância entre eixos permitida pelo regulamento que entrará em vigor em 2010.

    Montado a partir de uma estrutura tubular em aço, a equipa deu particular atenção à redução de peso (a carroçaria foi construída em painéis de carbono) e à maximização do espaço disponível no interior. Em paralelo, os engenheiros conseguiram baixar o centro de gravidade, montando o depósito de combustível numa posição mais baixa, e melhor a distribuição de massas, graças à nova colocação dos pneus sobressalentes.


    Melhor resposta

    Em substituição do velhinho V6 de 4 litros a gasolina, a Mitsubishi desenvolveu um novo e potente turbo diesel V6 de 3 litros de capacidade, com dois carburadores duplos, posicionados um de cada lado do motor, por forma a garantir uma melhor resposta a baixa rotação e maior potência a alta rotação.

    O seu binário máximo é de 650 Nm, enquanto a potência actual se fixa nos 280 cavalos. O sistema de arrefecimento do intercooler está posicionado na traseira e a respectiva entrada de ar no topo do tejadilho. Ao motor V6 está acoplada uma caixa Ricardo de 5 velocidades sequenciais, concebida para suportar o elevado binário transmitido. Usa o mesmo sistema de bloqueio de diferencial do Pajero Evolution, enquanto os sistemas de suspensão dianteiro e traseiro foram revistos, tendo-se trabalhado numa nova geometria de suspensão. Os pneus são os novos All Terrain da BFGoodrich e as jantes OZ de liga leve de alumínio de 16". Os discos ventilados são Brembo com 6 pinças.

    AS

  4. #79
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Piloto da Mitsubishi não poupa elogios ao novo carro

    S. Peterhansel: "Muito mais confortável e fácil de conduzir"
    Nove vezes vencedor do Dakar (seis em moto e três em automóvel), Stéphane Peterhansel foi, sem surpresa, o piloto nomeado pela Mitsubishi para cumprir o primeiro teste competitivo ao Racing Lancer.

    "É uma grande honra e, simultaneamente, uma grande responsabilidade", garante o vencedor do último Pax Rally. "Honra porque foi também em Portugal que disputei a minha primeira prova ao serviço da Mitsubishi, em 2002 (na então Baja Telecel 1000, ndr). Responsabilidade porque esta será a primeira saída oficial do Racing Lancer e, ao mesmo tempo, o último teste competitivo antes do próximo Dakar", analisou o francês, no regresso a uma prova que já disputou por duas vezes nos anos 90, mas aí incluído no pelotão das duas rodas.

    Participante activo nos testes de desenvolvimento do novo Mitsubishi, Peterhansel não tem dúvidas em considerar que o Racing Lancer tem o mesmo potencial vencedor que o seu antecessor, acrescentando, contudo, outras características: "São dois conceitos de carro muito diferentes. Costumo dizer que o Pajero Evolution era um carro para homens, enquanto o Racing Lancer é não só mais confortável e muito menos ruidoso como, também, tremendamente mais fácil de conduzir, graças ao elevado torque do novo motor", sublinhou o piloto, elogiando a alargada faixa de utilização do V6 turbo diesel. "Sem dúvida que tem melhor performance que o anterior Pajero a gasolina, permitindo um maior controlo nos mais pisos mais duros, assim como uma impressionante capacidade de aceleração à saída das curvas e superior velocidade nas longas rectas. Com a afinação correcta será um carro... confortavelmente rápido".

    O senhor África

    Nascido a 6 de Abril de 1965, no mesmo dia que Luc Alphand, o seu companheiro na Mitsubishi e grande adversário nos últimos anos, Stéphane Peterhansel alinhou à partida do seu primeiro Dakar em 1988, entrando logo pela porta grande, pelas mãos da Yamaha, com quem assinou todos os seus (seis) triunfos nas duas rodas, o primeiro em 1991 e o último em 1988. Aos 33 anos, o então recosdista de vitórias em motos assumiu um novo desafio na sua carreira e virou-se para os automóveis. Estreou-se com um promissor sétimo lugar, mas teve de esperar até 2004 para copiar os passos de Hubert Huriol e se tornar no segundo piloto da história a triunfar nas duas e quatro rodas, estando agora a apenas um triunfo de igualar o recorde de Ari Vatanen, único a vencer por quatro vezes neste pelotão.

    AS

  5. #80
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Filipe Campos quer encerrar a época em beleza

    A carreira de Filipe Campos está intimamente associada à Baja 500 Portalegre, já que das 10 vitórias absolutas, três foram conquistadas naquela que é a mais emblemática prova do todo-o-terreno nacional.

    No entanto, a partir de hoje, o virtual Campeão Nacional faz recair o favoritismo em Stéphane Peterhansel, apostando em ser o melhor português e primeiro entre os privados. Aos comandos do segundo BMW X3cc com as cores da Yser, os colegas de equipa Bernardo Moniz da Maia/Joana Sottomayor visam um lugar entre os dez primeiros.

    No ano de estreia daquele que foi o mais ambicioso projecto da presente temporada do todo-o-terreno nacional, a dupla Filipe Campos/Jaime Baptista cometeu a proeza de se sagrar Campeã Nacional, a uma prova do término do calendário, daí que, no próximo fim-de-semana, os pilotos do BMW X3cc encarem a Baja BP Ultimate Portalegre 500 sem qualquer tipo de pressão, apenas com "o objectivo de andarmos o mais rápido possível. Em condições normais, acreditamos que o Stéphane Peterhansel vai estar inacessível, pelo que vamos fazer tudo para secundar o piloto da Mitsubishi".

    Mas apesar da dupla Filipe Campos/Jaime Baptista prognosticar a superioridade do francês que já venceu nove edições do Dakar, isso não invalida que a Baja BP Ultimate Portalegre 500 seja encarada com menos determinação: "Não só porque gostávamos que a diferença para o Mitsubishi não fosse muito significativa, mas sobretudo porque queremos vencer entre os privados e os portugueses e isso obriga-nos a dar o nosso melhor. Aliás, é essa a nossa forma de estar em todas as provas em que participamos, pelo que esta não podia ser excepção".

    Com a história de muitas edições da Baja 500 Portalegre a ser marcada por condições atmosféricas por vezes impiedosas, os virtuais Campeões Nacionais não se mostram preocupados com a eventual aparição da chuva, ainda que Filipe Campos assuma que "preferia que os pisos se apresentassem secos ou com lama e não meio termo. Mas vamos a ver como as coisas correm, na certeza de que é uma prova que me agrada bastante, não só em termos de estrutura, de percurso, mas também de ambiente, uma vez que o público costuma aderir em grande número".

    Para os colegas de equipa, Bernardo Moniz da Maia/Joana Sottomayor, as perspectivas passam "por terminar entre os dez primeiros. Há mais pilotos candidatos aos lugares cimeiros, pelo que vamos ter a tarefa dificultada. Apesar de tudo, vamos impor o nosso ritmo e em função do desenrolar da prova logo definimos a nossa estratégia", afirmam os pilotos do segundo BMW X3cc.

    A edição de 2008 da Baja 500 Portalegre disputa-se entre os próximos dias 31 de Outubro e 2 de Novembro, com o dia de sexta-feira a ser reservado a uma super especial (prólogo), enquanto no sábado e no domingo estão previstos três sectores selectivos, com mais de 500 quilómetros de extensão.
    AS

  6. #81
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Boris Gadasin venceu prólogo

    O russo Boris Gadasin, em Nissan Frontier, foi o mais rápido no difícil prólogo da Baja Portalegre 500, que há pouco teve lugar no Alto Alentejo.

    Muita lama e piso muito traiçoeiro marcaram a abertura de hostilidades, com Pedro Gameiro, em Nissan Navara, a realizar um prólogo de "raiva", descontente com o número elevado que lhe foi atribuído. Resultado, ficou a 3.7s do russo. Na terceira posição ficou colocado Ricardo Leal dos Santos, em BMW X5, que, muito provavelmente, teria vencido caso não se tivesse visto na obrigação de fazer marcha-atrás após um pequeno erro.

    Filipe Campos, cauteloso, foi quarto, na frente de Miroslav Zapletal. Sexta posição para João Ramos, em Toyota Rav 4, na frente do novíssimo Mitsubishi Racing Lancer de Stephane Peterhansel, que cometeu um erro e foi obrigado a fazer marcha-atrás, perdendo algum tempo.

    O habitual "papa-prólogos", Miguel Barbosa, que estreia um BMW X3, não teve a sorte pelo seu lado, já que mal partiu o carro entrou em modo segurança. Parou para fazer o "reset" ao carro, e desconcentrado, acabou por perder cerca de 20 segundos, quedando-se pela 10ª posição, apenas a 13,3s do vencedor. Obviamente, caso não tivesse tido problemas, muito provavelmente, teria vencido. Rui Sousa, em Isuzu D-Max, foi 16º e o melhor dos T2.

    Classificação:

    1º Boris Gadasin Nissan Frontier 5m57.4s
    2º Pedro Gameiro Nissan Navara 03.7
    3º Ricardo Leal dos Santos BMW X5 04.2
    4º Filipe Campos BMW X3 06.6
    5º Miroslav Zapletal Mitsubishi L200 06.7
    6º João Ramos Toyota Rav 4 06.9
    7º Stephane Peterhansel Mitsubishi Racing Lancer 08.9
    8º Tonnie van Deijne Mitsubishi L200 Evo 08.9
    9º Pedro Grancha Nissan Navara Off Road 11.4
    10º Miguel Barbosa BMW X3 13.3
    11º Riccardo Colombo Mitsubishi L200 13.6
    12º António Mendes Nissan Navara 20.8
    13º José Gameiro Nissan Navara 21.6
    14º Bernando Moniz da Maia BMW X3 23.0
    15º Duarte Rocha BMW Proto XD 23.7
    16º Rui Sousa Isuzu D-Max 25.1

    AS

  7. #82
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Pedro Lamy e Carlos Sousa confirmados em Fronteira

    Antecipada para os dias 28 a 30 de Novembro, a 11ª edição das 24 Horas TT Vodafonde - Vila de Fornteira começa já a mexer e, entre as primeiras inscrições recebebidas, nada menos do que dois cabeças de cartaz: Pedro Lamy e Carlos Sousa, dois dos mais representativos pilotos portugueses, num excelente pronúncio para a tradicional festa de encerramento da temporada de todo-o-terreno.

    Assim, Pedro Lamy foi a contratação de peso da formação francesa de Jean Marc Schmit, juntamente com Ricardo Leal dos Santos, enquanto Carlos Sousa repete anterior experiência nas 24 Horas de Paris e junta-se ao luso-francês Mário Andrade, no habitual Renault Clio V6. As inscrições encerram a preços normais no próximo dia 7 de Novembro.

    AS

  8. #83
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hélder Rodrigues foi vice-campeão na classe 450 Rally Sport

    O piloto Lagos Team/TMN, Hélder Rodrigues, sagrou-se vice-campeão do Mundo de Todo-o-terreno, na classe 450cc Rally Sport, ao concluir em 15º lugar o Rally do Dubai, que encerrou o calendário do Mundial de 2008.

    Depois da infelicidade do piloto Ruben Faria, que abandonou na quarta etapa, a equipa Lagos Team voltou a sorrir graças à progressão de Hélder Rodrigues, que conseguiu recuperar o tempo perdido e reverter a situação a seu favor, terminando duas etapas no Top 10, à geral. O grande esforço, do piloto de Sintra, foi recompensado com um 15º lugar final, terceiro classificado das 450cc e segundo melhor da categoria Rally Sport, que lhe permitiu chegar a Vice-campeão da classe.

    Dário Salvador, manager dos motards: "Parte dos nossos objectivos foram alcançados. Tínhamos a hipótese de colocar os nossos dois pilotos como Vice-Campeões, mas só o Hélder conseguiu a proeza. Todavia, enquanto o Ruben esteve em prova, bateu diversas vezes os pilotos oficiais demonstrando a sua óptima fase de carreira."

    "Nem tudo foi mau, pois saímos dos Emirados Árabes com um Vice título mundial de piloto e fomos os responsáveis pelo maior número de pontos alcançados no campeonato de marcas para a Honda."

    Classificação na 5ª Etapa(450cc)

    1º Cyril Despres, em 19h 20min 37s
    2º Francisco Lopez, a 14min 37s
    3º James West, a 46min 08s
    4º Alain Duclos, a 1h 8min 42s
    5º Jordi Viladoms, a 1h 16min 35s
    (...)
    15º Hélder Rodrigues, 2h 28min 24s

    Classificação Geral - Rally do Dubai (450cc)
    1º Sean Gaugain (Rally Sport)
    2º Alain Roberts (Rally Production)
    3º Hélder Rodrigues (Rally Sport)

    AS

  9. #84
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Peterhansel já lidera Portalegre 500

    Stéphane Peterhansel, está a dar o melhor seguimento à estreia do Mitsubishi Racing Lancer em provas oficiais de Todo-o-Terreno, liderando a Baja BP Ultimate 500 Portalegre ao cabo da segunda especial.

    O piloto francês até nem começou bem a especial de 143.67km, ocupando apenas o sexto posto na classificação à passagem do CP1 (ao km 64.54), na altura liderada pela dupla Filipe Campos/Jaime Baptista, no BMW X3.

    No entanto, uma segunda parte de especial muito rápida permitiu ao piloto oficial da Mitsubichi recuperar os cerca de dois minutos de atraso que levava e passar para a liderança, dispondo de 30 segundos de avanço sobre o segundo, que é Filipe Campos.

    Campos tem sido o piloto que mais luta dá a Peterhansel, mantendo-se igualmente longe do terceiro classificado, que é Ricardo Leal dos Santos, num BMW X5, que já tem dois minutos e meio de atraso face ao francês.

    Pedro Grancha ocupa o quarto posto, com a Nissan Navara Off Road, com pouco mais de um segundo de avamnço sobre o quinto lugar, ocupado pela outra estreia desta prova, a de Miguel Barbosa, com o BMW X3 da X-Raid. De notar que terceiro e quinto estão separados por menos de trinta segundos, pelo que se prevê uma luta animada da parte da tarde.

    Na categoria T2, Majed Al-Ghamdi está à frente de Rui Sousa (Isuzu D-Max) com cerca de dois minutos de vantagem, numa classificação que não favorece o português na busca do título da Taça Internacional FIA de Bajas.

    Maio é primeiro nas motos

    Nas motos, a liderança é ocupada por António Maio, na sua kawasaki KX 450F, com cerca de 49 segundos de vantagem para o segundo calssificado, Mário Patrão, em Suzuki RMZ 450. O terceiro é David Megre, com uma KTM EXC 530R.

    Nas quads, José Galhofas é o primeiro, com uma Yamaha YFZ 450, com 56 segundos de vantagem sobre Carlos Alves Sá, segundo, e Rui Mendes, o terceiro.

    AS

  10. #85
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Peterhansel lidera sem oposição

    Stéphane Peterhansel está a demonstrar que o Mitsubishi Racing Lancer é um modelo bem nascido, ao liderar de forma destacada a Baja BP Ultimate 500 Portalegre, terminando o segundo dia com mais de quatro minutos de vantagem sobre o segundo classificado, Filipe Campos.

    Se de manhã, nem tudo correu bem ao piloto francês, devido a um furo lento e a um problema com uma capa que os mecânicos deixaram dentro do carro, a segunda especial correu sem problemas a Peterhansel, que começou a ampliar a vantagem de forma significativa com o passar dos quilómetros.

    Filipe Campos, com o BMW X3, ocupa o segundo lugar, sem grandes hipóteses de poder atacar o líder, em virtude dos mais de quatro minutos de diferença, mas dispõe também de uma confortável vantagem sobre Miguel Barbosa, que colocou o seu estreante X3 no terceiro lugar, mas já a dez minutos de Peterhansel.

    Pedro Grancha está a realizar uma boa prova, ocupando o quarto posto, à frente do holandês Tonnie van Deijne, e Ricardo Leal dos Santos, que perdeu algumas posições e caiu para sexto.

    Na Taça FIA de Bajas, Rui Sousa, em Isuzu D-Max, já lidera com confortável vantagem sobre o seu principal adversário Majed Al-Ghamedi, que se viu a braços com problemas no motor do seu Pajero.

    Em termos nacionais, em que o título de T2 é o único ainda em aberto, Edgar Condenso está melhor colocado do que Nelson Clemente, mas a vantagem continua a ser deste último, sendo de referir que ambos estão com problemas mecânicos nos seus carros. Já a categoria T8 tem assistido a um belo duelo protagonizado por Romulo Branco (Mitsubishi) e o campeão nacional, Nuno Matos.

    Maio vitorioso nas motos

    Nas motos, cuja competição terminou hoje, a vitória foi discutida entre António Maio (Kawasaki) e Mário Patrão (Suzuki), com o primeiro a liderar durante todo o percurso e a conseguir uma vantagem que se foi ampliando na segunda parte da prova, terminando com cerca de 1m 16s de vantagem. Fernando Ferreira terminou no derradeiro lugar do pódio, mas já longe dos primeiros, a quase 13 minutos do vencedor.

    Nas quads verificaram-se algumas surpresas, uma vez que os principais favoritos acabaram por ter problemas mecânicos, do que se aproveitou da melhor forma Rui Mendes (Suzuki), para terminar com mais de sete minutos de vantagem sobre João Peraboa (Suzuki), enquanto Valter Vasconcelos (Kawasaki) fechou os lugares do pódio.

    Classificação automóveis no final da 2.ª etapa:
    1.º Peterhansel-Cottret (Mitsubishi), 4h 53m 39s
    2.º Campos-Baptista (BMW), a 4m 10s
    3.º Barbosa/Ramalho (BMW), a 10m 04s
    4.º Grancha/Primaz (Nissan), a 12m 13s
    5.º Van Deijne/Rosegaar (Mitsubishi), a 16m 30s

    Classificação final motos:
    1.º António Maio (Kawasaki), 4h 06m 36s
    2.º Mário Patrão (Suzuki), a 1m 16s
    3.º Fernando Ferreira (Yamaha), a 12m 58s
    4.º David Megre (KTM), a 13m 55s
    5.º Fausto Mota (Yamaha), a 15m 11s

    Classificação final quads:
    1.º Rui Mendes (Suzuki), 4h 44m 59s
    2.º João Peraboa (Suzuki), a 7m 27s
    3.º Valter Vasconcelos (Kawasaki), a 14m 33s
    4.º João Batista (Suzuki), a 18m 48s
    5.º Adalberto Paiva (Suzuki), a 19m 38s
    AS

  11. #86
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Peterhansel vence na estreia do Racing Lancer


    Stephane Peterhansel venceu a Baja de Portalegre 500 na estreia do novo Mitsubishi Racing Lancer, com uma vantagem de cerca de quatro minutos para o campeão nacional e primeiro português, Filipe Campos. Também ele a estrear um novo carro, o BMW X3, Miguel Barbosa foi terceiro, a uma dezena de minutos do vencedor.

    Tonnie van Deijne , em Mitsubishi L200 Evo foi quarto, na frente de Pedro Grancha, com Ricardo Leal dos Santos classificado logo a seguir. A encerrar o topo 10 ficou classificado Rui Sousa, em Isuzu D-Max, que venceu o Agrupamento T2 e a Taça FIA de Bajas. Já Nelson Clemente foi o campeão nacional de T2.

    Toda a reportagem, assim que possível

    Classificação:

    1º Stephane Peterhansel-J.P. Cottret Mitsubishi Racing Lancer, 6h11m48.0s
    2º Filipe Campos- Jaime Baptista BMW X3, a 4:03.0
    3º Miguel Barbosa-Luis Ramalho BMW X3, a 10:37.0
    4º Tonnie van Deijne-Wouter Rosegaar Mitsubishi L200 Evo , a 24m02.0
    5º Pedro Grancha-Paulo Primaz Nissan Navara Off Road, a 25m18.0s
    6º Ricardo Leal dos Santos-João Luz BMW X5, a 26m51.0s
    7º Miroslav Zapletal-Tomás Ourednicek Mitsubishi L200, a 28m56.0s
    8º João Ramos-Vitor Jesus Toyota Rav 4, a 36m04.0s
    9º Pedro Gameiro-Manuel Dominguez Nissan Navara, a 41m34.0s
    10º Rui Sousa-Carlos Silva Isuzu D-Max, a a 46m35.0s

    AS

  12. #87
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Á Taça FIA de Bajas juntou agora Taça do Mundo de TT

    Al-Attiyah festejou no Dubai
    Ao mesmo tempo que Hélder Rodrigues se sagrava vice-campeão do Mundo da classe 450cc Rally Sport, depois de concluir o rali no 15º posto da geral, terceiro entre as 450cc, Nasser all attiyah terminou da melhor forma a temporada, já que juntou a Taça do Mundo FIA de Todo-o-Terreno à Taça FIA de Bajas, que já conquistara este ano. O piloto da X-Raid venceu folgadamente o UAE Desert Challenge, depois de liderar a corrida do princípio ao fim.AS

  13. #88
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Nelson Clemente é campeão nacional de T2

    Nelson Clemente é o novo Campeão de Portugal da categoria T2, após uma prova bastante cautelosa em Portalegre, onde se limitou a controlar os seus adversários. A equipa garante assim um título para o Team BP Ultimate Castrol.

    Depois de uma prova verdadeiramente sofrida, em que a palavra de ordem era aguentar ao máximo, tentar acabar e controlar os adversários, o Team BP Ultimate Castrol garantiu o título de T2 de 2008, colocando-se na sexta posição final do agrupamento, no regresso vitorioso a Portalegre:

    "Tínhamos decidido mesmo não arriscar nada para termos uma grande margem de manobra, caso os nossos adversários fossem mesmo muito rápidos, mas sabíamos que a concorrência "externa" era grande e que lhes seria muito difícil conseguir uma posição entre os dois primeiros. Foi o que aconteceu, pois tanto o Termens, como o Ghamdi e o Rui Sousa, estiveram sempre com a corrida controlada, não dando quaisquer hipóteses a ninguém."

    "Nós, tal como tínhamos previsto, limitamo-nos a "respeitar" a prova de Portalegre e a tentar não cometer erros... Foi impossível cumprir essa tarefa na Super-Especial, onde tivemos uma saída de pista por causa da lama e no sábado ainda passámos por dificuldades quando se partiu uma transmissão a 100 kms do final do 2º sector."

    "Garantimos um título merecido e que só esteve em discussão até esta prova, por causa de um sistema de pontuações desajustado que dá toda a importância ao Transibérico, quase desprezando as outras provas, permitindo a participantes pouco regulares no Campeonato, entrarem na sua discussão."

    Foi pena o Paulo (Fiúza) não ter também alcançado o título de navegadores - que perdeu porque não pontuou na prova de Macedo de Cavaleiros - mas este é um título que quero dedicar a toda a minha equipa, patrocinadores e também aos adversários que dignamente se bateram por ele."

    Jorge Plácido Simões e Aníbal Mendonça, não conseguiram completar a prova, ficando pelo caminho no SS3, numa altura em que "estávamos a recuperar um pouco em relação aos da frente. O diferencial da frente partiu e era impossível continuar. Nesta altura estamos já a pensar na próxima época e prometemos novidades para muito em breve, já que queremos continuar activos em 2009 no mesmo agrupamento T2."

    Classificação Final (T2) :
    1º Rui Sousa, 6m58,23s;
    2º Majed Al-Ghamdi, a 14m43s;
    3º Francesc Termens, a 16m14s;
    4º Pedro Silva Nunes, a 23m47s;
    5º Edgar Condenso, a 25m24s;
    6º Nelson Clemente, a 31m50s

    CAMPEONATO DE PORTUGAL TT (T2)
    1º Nelson Clemente, 130
    2º Edgar Condenso, 116
    3º Francisco Esperto, 99
    4º - Jorge Plácido Simões, 82
    5º - Pedro Silva Nunes, 70
    AS

  14. #89
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Filipe Campos venceu Troféu Ibérico de Todo-o-Terreno


    A dupla Filipe Campos/Jaime Baptista foi segunda na Baja BP Ultimate Portalegre 500, com os pilotos do BMW X3cc com as cores da Yser a serem os primeiros entre os portugueses e os melhores privados.

    Foi corolário lógico de uma época a todos os títulos notável, pois já depois da conquista antecipada do título de Campeões Nacionais de Todo-o-Terreno, a dupla assegurou a vitória no Troféu Ibérico de Todo-o-Terreno. Uma referência para os colegas de equipa Bernardo Moniz da Maia/Joana Sotto-Mayor, que na sequência de uma exibição em crescendo, foram os 11º classificados na prova que encerrou a temporada.

    Filipe Campos obteve a segunda posição atrás de Stephane Peterhansel, o francês que já venceu nove edições do Dakar e que, no fim-de-semana, estreou a nova aposta da Mitsubishi para a prova. "Em condições normais, sempre dissemos que era impossível acompanharmos o seu ritmo", afirma o portuense. "Trata-se de um piloto com um enorme talento, profissional e que integra uma equipa oficial. Pela nossa parte, sentimo-nos satisfeitos pelas diferenças nunca terem sido expressivas e por termos sido os primeiros entre os portugueses e os privados".

    A provar a excelência da actuação dos virtuais Campeões Nacionais está o facto de terem sido os únicos que ousaram quebrar a hegemonia de Stephane Peterhansel - nomeadamente na última etapa - e de terem terminado a prova com 6m34s sobre o mais directo adversário. "A Baja correu bem. Não fomos vítimas de qualquer problema, pelo que conseguimos impor um ritmo rápido ao longo dos três dias. Uma excelente forma de terminar aquela que foi a melhor época de sempre da minha carreira", confidencia, com alguma emoção, Filipe Campos. "Só tenho de estar agradecido a todos os que proporcionaram esta temporada, nomeadamente ao Bernardo Moniz da Maia, o grande mentor deste projecto e aos técnicos da X-Raid".

    No final da Baja BP Ultimate Portalegre 500, razões para estarem satisfeitos tinham também os colegas de equipa Bernardo Moniz da Maia/Joana Sotto-Mayor, com um positivo oitavo tempo no derradeiro sector, a permitir à dupla do BMW X3cc ascender ao 11º lugar. "Foi pena o tempo perdido na manhã da segunda etapa, devido à inexperiência em pisos de lama e uma menos feliz afinação do carro. Depois daí as coisas correram bem melhor e, acima de tudo, estamos satisfeitos pela equipa ter somado mais um excelente resultado, fechando uma época com imensas alegrias".

    Classificação: 1º Stephane Peterhansel/J.P.Cottret (Mitsubishi Racing Lancer), 6h11m48s; 2º Filipe Campos/Jaime Baptista (BMW X3cc), a 4m03s; 3º Miguel Barbosa/Luís Ramalho (BMW X3cc), a 10m37s; ...11º Bernardo Moniz da Maia/Joana Sotto-Mayor (BMW X3cc), a 48m23s; etc...

    AS

  15. #90
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Miguel Barbosa foi terceiro na estreia do BMW X3

    Miguel Barbosa e Luís Ramalho tiveram uma estreia positiva os comandos do BMW X3, terminando no terceiro lugar do pódio a Baja 500 Portalegre.

    A dupla do Vodafone Liberty Seguros Team ambicionava um pouco mais, mesmo sabendo do valor da concorrência, mas depois de um prólogo azarado as coisas ficaram mais complicadas e durante o dia de sábado o carro não teve um comportamento que desse total confiança ao piloto. Hoje as coisas correram melhor, mas o resultado estava feito.

    O tri-campeão nacional partiu para a Baja 500 Portalegre consciente das dificuldades que o esperavam, mas "acreditava que podia estar na luta pela vitória. No teste que fizemos durante a semana parecia que tínhamos encontrado uma boa afinação, mas durante a corrida isso não se verificou. Acabou por ser uma sessão de testes para nós, já com o pensamento no próximo ano e sei que vamos ter de trabalhar muito. Mas a base é boa e acredito que na próxima época estarei em condições de reconquistar o título", disse no final.

    Falando sobre a última tirada da prova explicou que: "Continuámos a fazer alterações no acerto de suspensão e parece-me que o carro está melhor, mas houve zonas em que perdemos ainda muito tempo para os mais rápidos. Foi uma época positiva em que ganhei quatro corridas e fui o piloto que mais prova venceu à geral no campeonato, o que só nos pode deixar satisfeitos, quando sabemos que tínhamos armas inferiores à concorrência" refere a terminar Miguel Barbosa.

    Classificação final:
    1º Stephane Peterhansel/Jean-Paul Cottret - Mitsubishi Racing Lancer, 6h11m48s
    2º Filipe Campos/Jaime Batista - BMW X3 a 4m03s
    3º Miguel Barbosa/Luís Ramalho - BMW X3 a 10m37s
    AS

Página 6 de 44 Primeiro ... 5 6 716 ... Último

Tópicos Similares

  1. Passeio todo terreno
    Por cprcosta no fórum Convívios
    Respostas: 1
    Último Post: 22-12-2013, 21:55
  2. Road Books de Todo-Terreno
    Por satteam no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 7
    Último Post: 22-12-2009, 02:05
  3. Manuais de Viaturas Todo-o-Terreno
    Por F.B.I. no fórum Automoveis Todo-o-Terreno
    Respostas: 0
    Último Post: 03-01-2009, 23:03
  4. Todo o terreno
    Por Opium® no fórum Videos
    Respostas: 1
    Último Post: 26-04-2008, 23:33
  5. Todo-o-terreno no Piódão
    Por satteam no fórum Vídeos, Fotos e Eventos
    Respostas: 0
    Último Post: 28-03-2008, 00:52

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar