Já se encontra em órbita o segundo satélite que visa disponibilizar o acesso à Internet de banda larga em regiões remotas da Europa
O lançamento do Ka-Sat teve lugar ontem, a partir de uma estação espacial do Cazaquistão, e chegou ao destino passado pouco mais de nove horas.

Controlado pela Eutelsat, o satélite destina-se a levar serviços de banda larga aos chamados «not-spots», locais onde é demasiado caro instalar ligações de Internet fixas.

Com a ajuda deste satélite espera-se que cerca de dois milhões de pessoas que actualmente não têm acesso à Internet, por viverem naquelas áreas remotas, possam aceder à banda larga.

Antes do Ka-Sat ter sido lançado pela Eutelsat já a operadora britânica Avanti Communications tinha colocado em órbita, no passado mês de Novembro, um outro satélite com o mesmo objectivo, mas com capacidade para apenas 300 mil ligações.



SOL
_____