Técnico diz que a «afición» vai fazer a diferença frente ao Arsenal

A conferência de antevisão do jogo dos oitavos de final da Liga dos Campeões frente ao Arsenal, esta segunda-feira, teve um Guardiola confiante na vitória, mas desconfiado do adversário.

O técnico espera uma partida com «poucos espaços e um Arsenal a jogar no contra-ataque», num jogo difícil e equilibrado a superar com o apoio blaugrana. «Sabemos que os adeptos nos vão ajudar na primeira e na segunda parte. A aficción vai levar-nos aos quartos de final», garantiu.

A inclusão surpresa de Van Persie na convocatória não espantou Pep, que está habituado aos jogos de palavras de Arséne Wenger. «Aconteceu o mesmo o ano passado com Nasri, que não vinha e jogou, com Fabregas que era dúvida e também jogou. E ainda há tempo para que Walcott chegue num voo privado», ironizou o técnico à espera do melhor Arsenal da época.

As recentes dificuldades demonstradas pelos gunners em lidar com os grandes momentos não convenceram o treinador espanhol, que considera os londrinos uma equipa bem organizada e a fazer um grande campeonato.

Quando lhe perguntaram sobre a inexperiência de alguns jogadores do Arsenal, respondeu: «o Milan de Gattuso, Inzaghi, Maldini e Pirlo, gente muito veterana, perdeu uma final da Liga dos Campeões que ganhava 3-0».

É o regresso do treinador catalão às conferências de imprensa já que desde quinta-feira estava internado a ultrapassar uma intervenção a uma hérnia discal.

Mais Futebol