André Villas Boas está à espera de uma boa resposta do FC Porto no jogo desta quinta-feira, no Estádio Luzhniki, frente ao CSKA, apesar de alertar para a qualidade apresentada pelos russos na fase de grupos, na qual conseguiram resultados de grande expressão.

«O CSKA vem de uma derrota que pesou muito, pois foi um troféu perdido na supertaça russa, pelo que estamos à espera de um adversário com aplicação máxima e que pode estar fresco. Não nos esquecemos do que fizeram na época passada: foram brilhantes na fase de grupos e só foram eliminados pelo Inter», avisou o técnico do FC Porto na conferência de imprensa de antevisão ao jogo.

Para o técnico do FC Porto, o frio, o ambiente no estádio e o facto de o relvado ser sintético não serão argumentos válidos para justificar eventuais insucessos.

«Não está tanto frio como se pensava e no estádio, infelizmente, não vai estar muita gente. Mas será sempre uma atmosfera interessante, pois o jogo dá acesso aos quartos-de-final. Sintético? Não treinámos nesse piso em Portugal para não massacrarmos os jogadores, pois poderia ter efeitos negativos em termos musculares. Acredito que essas questões não serão obstáculos», justificou o treinador.

"bola"