Ainda os efeitos do sismo que assolou o território japonês na madrugada de hoje estão por avaliar e já começam a ser identificados falsos sites para espalhar falsos antivírus

O alerta está a ser feito pela Trend Micro, que identificou vários sites infectados nos primeiros resultados de pesquisas sobre este tema.

De acordo com a empresa de segurança informática, a maioria destes sites está a ser utilizada para espalhar falsos antivírus.

Para evitar uma possível infecção os cibernautas são aconselhados a acederem directamente aos meios de informação conhecidos em vez de utilizarem motores de busca quando procuram notícias sobre o sismo.

O surgimento de sites com vírus nos resultados dos motores de busca resulta de técnicas utilizadas por cibercriminosos, através das quais conseguem colocar as páginas infectadas nas posições cimeiras.

Tal como está a ocorrer com o sismo no Japão, são vários os exemplos de catástrofes que nos últimos anos têm sido aproveitadas por hackers mal intencionados.

SOL