As primeiras vagas do tsunami provocado pelo sismo na costa do Japão passaram pelo Hawai sem provocar grandes estragos e já atingiram a costa Oeste dos Estados Unidos, com ondas de cerca de 2,5 metros.

"Não há qualquer registo de estragos, até ao momento", disse à Agência France-Press Gerard Fryer, do Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico.

As primeiras vagas dos Tsunami começaram já a atingir a costa Oeste dos EUA, mais de 12 horas após os sismo de 8.9 na escala de Richter registado no Japão.

"O tsunami chegou", disse, cerca das 8.30 horas (16.30 em Portugal) o chefe da Protecção Civil de Port Orford, no estado norte-americano do Oregon.

O alerta de tsunami é extensivo a toda a costa Oeste dos EUA, da Califórnia ao Alasca e motivou a evacuação de alguns milhares de pessoas.

De acordo com o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico, as primeiras ondas atingiram, cerca das 3.24 horas (13.24 horas em Portugal), a zona de Waianae, logo seguida de Waikiki, a praia situada junto à capital do arquipélago, Honolulu. A ondulação não teve qualquer impacto, indicam os relatos chagados entretanto.

Os habitantes das zonas costeiras do Hawai foram evacuados durante a noite. As sirenes de alerta foram activadas às 21.59 horas locais (7.59 horas em Portugal) e repetem o alerta de hora em hora.

Foram requisitados veículos para evacuar os habitantes e os turistas das zonas vulneráveis e estão a ser preparados centros de acolhimento.

O Hawai situa-se 6500 quilómetros a Leste do epicentro do sismo. Honlulu, a capital, na costa Oeste da ilha, situa-se ao nível do mar e está exposta em caso de tsunami.

Jornal de Notícias