O presidente dos Estados Unidos (EUA) repetiu hoje o seu aviso a Muammar Kadhafi, exortando-o a abandonar o poder, antes de um encontro entre a sua secretária de Estado e a oposição líbia, em Paris, noticia a AFP.

«Kadhafi perdeu a sua legitimidade e deve sair», afirmou Barack Obama, ao receber na Sala Oval da Csa Branca o primeiro-ministro dinamarquês, Lars Lokke Rasmussen.

Obama, que já tinha dito que Kadhafi devia sair do poder, considerou que a comunidade internacional deveria «falar firmemente contra toda a violência dirigida contra os civis» na Líbia e ofereceu ajuda humanitária aos deslocados e aos refugiados.
Diário/ Lusa