Um tribunal britânico condenou um ex-informático da British Airways a 30 anos de prisão por planear com extremistas ligados à Al-Qaeda um ataque terrorista que planeava explodir um avião britânico com centenas de passageiros.

Rajib Karim, natural do Bangladesh e de 31 anos, foi acusado no mês passado por participar na preparação de ataques terroristas. O ex-funcionário da companhia aérea já tinha confessado a participação em outros cinco planos de terrorismo, mas negou sempre estar a planear um ataque no Reino Unido.

O juiz Calvert-Smith afirmou, durante a leitura de sentença no Tribunal de Woolwich Crown nesta sexta-feira, que os crimes do informático foram «de extrema gravidade».

Os procuradores que deduziram acusação afirmam que Karim usou-se da sua posição dentro da empresa para conspirar com al-Awlaki, um líder religioso com ligações à Al-Qaeda.

SOL/AP