A Polícia Judiciária deteve, em flagrante delito, três pessoas suspeitas de vários crimes de contrafacção de moeda, falsificação de documentos e burla informática, tendo-lhes sido aplicada a prisão preventiva, foi anunciado esta terça-feira.

Em comunicado, a PJ indica que na sequência das detenções de um homem e duas mulheres foram apreendidos cartões bancários contrafeitos e material electrónico comprado com recurso aos mesmos.

A PJ explica que os suspeitos copiavam os dados dos cartões bancários de entidades financeiras, gravavam os dados em cartões não legítimos e depois utilizavam-nos em compras fraudulentas de bens de elevado valor.

A Operação "Relâmpago(s)" foi desenvolvida pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), com a colaboração da PSP e a investigação continua para que seja apurado o montante global dos prejuízos e as potenciais vítimas dos crimes.

Jornal de Notícias