Jorge Jesus recusa que o Benfica se tenha apresentado em Olhão com uma segunda linha. «Jogou a melhor equipa para o momento», argumenta o treinador, destacando a importância de permitir «aos jogadores que não têm jogado tanto mostrar as suas potencialidades».

«Sofremos um golo de bola parada, num pontapé de canto. Faltou-nos um jogador naquela posição. Era bom ter ganho. A primeira parte correspondeu ao que estes jogadores podem fazer. Na segunda voltámos a ser a equipa que mais perto esteve do golo. O Olhanense sentiu que podia pontuar, acreditou até ao fim e foi recompensado num lance de bola parada», analisou Jorge Jesus, na zona de entrevista rápidas.

«Não foi uma equipa de segunda linha, jogaram vários jogadores que defrontaram o Braga na passada quinta-feira. Houve algumas alterações para dar equilíbrio à equipa», indicou, acrescentando: «Jogou a melhor equipa para o momento. É importante que os jogadores que não têm jogado tanto possam mostrar as suas potencialidades».

A Bola