Cristina Kirchner refere-se a "potência colonial grosseira e em declínio"
Presidente da Argentina insulta Reino Unido

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, disse que o Reino Unido "é uma potência colonial grosseira e em declínio", numa reacção nada diplomática às declarações do primeiro-ministro britânico, David Cameron, sobre a manutenção das ilhas Falkland (situadas no Atlântico Sul, junto à Argentina) como um território sob a soberania da rainha Isabel II.

Ainda segundo Kirchner, as palavras de David Cameron constituem um sinal de "mediocridade e estupidez" num momento em que os dois países deveriam negociar o destino das ilhas.

Chamadas Malvinas pelos argentinos, as ilhas foram palco de uma guerra em 1982, na qual 257 militares britânicos e 649 argentinos perderam a vida.

David Cameron disse quinta-feira na Câmara dos Comuns que "enquanto as ilhas Falkland quiserem manter-se sob a soberania britânica, manter-se-ão sob a soberaria britânica".


C. da Manha