O ministério da saúde francês revelou esta sexta-feira que as autoridades do país estão a investigar uma nova suspeita relacionada com uma estirpe da bactéria E.coli presente em hambúrgueres. Afinal, serão sete as crianças infectadas.

As sete crianças até agora infectadas têm entre os 18 meses e os 8 anos de idade.

Os hambúrgueres terão sido comprados numa cadeira de supermercados alemã, o Lidl, mas as autoridades refutam, para já, qualquer ligação ao surto do vírus que teve origem na Alemanha.

Contudo, foram mandadas recolher cerca de 10 toneladas do produto dos armazéns dos vários postos do supermercado em França.

O Ministro da Saúde gaulês, Xavier Bertrand, afirmou que das sete crianças duas estão a ser submetidas a análises pela bactéria E.coli, e os resultados deverá ser conhecidos no sábado.

A suspeita foi anunciada na quinta-feira, mas, na altura, apenas se teve conhecimento do contágio em cinco crianças, número que ascendeu para as sete avançadas hoje.

SOL/AP