O primeiro-ministro espanhol evitou hoje falar da antecipação das eleições porque o seu desejo é «antecipar a recuperação económica e a criação de emprego», objetivo que considera ser partilhado pela maioria dos espanhóis.

«Devo estar concentrado nessa tarefa», afirmou hoje José Luís Zapatero durante uma conferência de imprensa em São Petersburgo, Rússia, antes de um encontro com o presidente russo Dmitri Medvédev.

Zapatero não quis responder quando os jornalistas lhe perguntaram em que momento o vice-primeiro-ministro, ministro do Interior e porta-voz do Governo, Alfredo Pérez Rubalcaba, deveria deixar todos ou algum dos cargos que ocupa para centrar-se no papel de candidato socialista à liderança do Governo.

Diário Digital / Lusa