Oito concelhos de Portugal continental apresentam hoje um risco máximo de incêndio, o mais grave de uma escala de cinco, segundo o Instituto de Meteorologia (IM).

O distrito de Viseu tem quatro concelhos em risco máximo e dez em risco muito elevado de incêndio, enquanto o distrito da Guarda tem dois concelhos em risco máximo e os restantes em risco muito elevado.

Já o distrito de Castelo Branco tem três concelhos em risco máximo de incêndio e os restantes em risco muito elevado.

O distrito de Beja tem um concelho em risco máximo de incêndio, enquanto Faro tem dois, Coimbra um, Santarém dois e Leiria tem três concelhos.

O risco de incêndio determinado pelo IM engloba cinco níveis, variando entre reduzido e máximo. O seu cálculo é feito com base nos valores observados às 13h, na temperatura do ar, na humidade relativa, na velocidade do vento e na quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

De acordo com a informação disponibilizada pelo site da Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) na quarta-feira registaram-se 108 incêndios florestais, os quais foram combatidos por 1.011 bombeiros, apoiados por 261 veículos.

Desde as 00:00 de hoje foram registadas 17 ocorrências de incêndio, estando um em curso.

As temperaturas máximas previstas para hoje serão de 25 graus Celsius em Lisboa, 24.º no Porto, 33.º em Faro, 20.º em Ponta Delgada, e 26.º no Funchal.

A Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) alerta para o aumento previsível dos incêndios florestais, tendo decidido activar o alerta Amarelo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais entre as 12:00 de hoje e as 20h de 27 de Junho.

Segundo o Instituto de Meteorologia, durante os próximos dias o estado do tempo em Portugal Continental e na Madeira será «influenciado por uma massa de ar quente e seco, transportada na circulação de um anticiclone localizado a nordeste dos Açores».

Para quinta e sexta-feira, o IM prevê céu pouco nublado ou limpo e vento fraco. As temperaturas vão subir, prevendo-se uma subida mais acentuada para sexta-feira.

No fim-de-semana estará tempo quente, com céu geralmente limpo e uma subida da temperatura, que nas regiões de Lisboa, Vale do Tejo e interior Sul poderá atingir valores próximos de 40 graus.

Lusa / SOL