Os planos de reestruturação interna abertos recentemente pela Impresa levaram à rescisão amigável de 40 trabalhadores, indica nota enviada pelo presidente do grupo aos trabalhadores.

"Os objectivos globais definidos foram atingidos, tendo a Impresa chegado a acordo com um total de 40 trabalhadores", diz o texto escrito por Francisco Pinto Balsemão.

O número advém do processo de rescisões amigáveis aberto em maio na SIC e também de iniciativas semelhantes na Impresa Publishing, como uma verificada no Expresso em finais de 2010.

Na carta é dito que "para evitar levar mais longe este processo", os membros da comissão executiva e da administração da Impresa "decidiram propor à comissão de vencimentos" da empresa "a redução voluntária, em 10%, dos seus vencimentos brutos", entre Setembro de 2011 e Dezembro de 2012.

Esta medida tinha já sido adoptada no passado e "dado o agravamento da crise económica torna-se, por maioria de razão, imperativo repeti-la".

Os trabalhadores que aufiram salários acima dos cinco mil euros "são convidados a aderir a esta iniciativa", contribuindo "para reduzir os custos com pessoal no grupo", diz o texto endereçado aos quadros da Impresa.



In:JN