O pagamento do novo imposto por retenção na fonte é para coincidir com o pagamento do subsídio de Natal, sendo que a data limite para que isso aconteça é dia 23 de Dezembro, anunciou hoje Vítor Gaspar.

O ministro das Finanças justificou ainda a diferença entre a receita do imposto extraordinário anunciada pelo primeiro-ministro - 800 milhões de euros - e o valor agora divulgado - 1.025 milhões de euros.

Leia mais em Dinheiro Vivo, a sua nova marca de economia



In:JN