A GNR de Beja rectificou a informação sobre a detenção de duas pessoas por suspeita de tráfico de droga, nas imediações do festival Sudoeste, na Zambujeira do Mar, a quem foi aplicada a medida de termo de identidade e residência.

A propósito de um balanço da operação policial montada perto do recinto do festival, fonte da GNR de Beja tinha dito à agência Lusa que duas pessoas ficaram em prisão preventiva por «suspeita de tráfico de droga de grande gravidade».

A informação foi rectificada horas depois pelo tenente-coronel Candeias, com os dois suspeitos a terem uma medida de termo de identidade e residência, com apresentações às autoridades.

Entre quarta e sexta-feira, a GNR montou uma operação policial por causa do festival Sudoeste e reforçou agora o contingente, por se esperar uma maior presença de pessoas na localidade durante o fim-de-semana.

Na madrugada de sexta-feira foram detidas duas pessoas por suspeita de tráfico de droga e uma por condução com excesso de álcool.

Foram ainda apreendidas 70 doses individuais de haxixe e 20 doses de ecstasy.

A GNR recebeu ainda «meia dúzia» de queixas por roubos na zona de campismo e estacionamento, por isso recomenda aos espectadores que não deixem objectos de valor dentro das tendas e das viaturas estacionadas junto ao recinto.

«No geral tem estado bastante sossegado do ponto de vista da segurança e ausência de grandes roubos e desavenças, que as pessoas esperavam», disse a mesma fonte.

Aos 130 agentes destacados nas operações irão juntar-se mais patrulhas por causa do trânsito, que é esperado em maior fluxo durante o fim-de-semana.

A 15ª edição do festival Sudoeste TMN termina domingo perto da vila Zambujeira do Mar, concelho de Odemira.


Lusa/SOL