SC Braga ‘rouba’ ao V. Guimarães o atacante que jogou no UD Leiria. Médio que estava no Dínamo Kiev também se comprometeu com os minhotos. Douglão e Samson também já têm vínculos assinados.

O SC Braga ataca em força os últimos dias do mercado de transferências e garante o reforço do plantel comandado por Leonardo Jardim com mais quatro jogadores. É que aos já conhecidos Douglão e Samson, juntam-se agora os infinitamente mais mediáticos Gerson Magrão e Carlão, que se comprometeram nas últimas horas com o clube liderado por António Salvador.

Gerson Magrão (26 anos, 1.81 metros e 72 quilos) é médio (joga na posição 8, mas ainda pode fazer de 10 ou mesmo lateral-esquerdo) e namoro antigo. Há dois meses que os bracarenses seguiam a pista deste brasileiro de valor inatacável e prestígio imenso dos dois lados do Atlântico, via passagens por emblemas históricos como Cruzeiro, Feyenoord, Flamengo e, mais recentemente, D. Kiev. Aliás, o acordo entre o SC Braga e Magrão só foi possível devido às excelentes relações institucionais entre os emblemas minhoto e ucraniano.

Não menos surpreendente foi o culminar da transferência de Carlão. Menos de 24 horas depois de Emílio Macedo, presidente do V. Guimarães, ter anunciado publicamente que o avançado, conhecido dos adeptos portugueses desde a sua passagem pelo UD Leiria, iria ser apresentado brevemente no castelo, os bracarenses aplicaram golpe violentíssimo no ego dos rivais minhotos e desviaram o brasileiro que na última época jogara no Kashima Antlers (Japão) e que havia sido emprestado ao Neuchâtel Xamax (Suíça).


A Bola