A Académica recebe o Rio Ave, para a segunda jornada da Liga, numa partida agendada para domingo, pelas 18h00, no Estádio Cidade de Coimbra, com arbitragem de Hélder Malheiro, de Lisboa.

O treinador da Académica revelou hoje sentir-se satisfeito com o comportamento da sua equipa e desejou que o mesmo se reflita domingo, na receção ao Rio Ave, para a segunda jornada da Liga de futebol.

«Estava à espera do comportamento que a equipa teve em Leiria e estou feliz porque resultou numa vitória moralizadora para os atletas e para o clube. É sempre bom começar assim. Domingo, o principal objetivo passa pela vitória», disse Pedro Emanuel, na antevisão do jogo.

Para este encontro, o técnico dos "estudantes" antevê uma partida «difícil», entre duas equipas que querem os três pontos.

«O Rio Ave fez na época passada um bom campeonato. É uma equipa competitiva, que manteve a sua estrutura, bem orientada, mas nós queremos conquistar os três pontos para retribuir todo o carinho dos nossos adeptos», justificou.

Pedro Emanuel manteve um discurso cauteloso, assente na sua experiência, desvalorizando a liderança à primeira jornada (“vale o que vale”), apesar de ser um «arranque moralizador e motivante».

Questionado sobre possíveis mudanças no “onze”, em particular no caso da exibição de Marinho após o intervalo, o técnico da “Briosa” defendeu que «todos os jogadores que estiverem preparados para entrar e fizerem o que fez o Marinho irão ter as suas oportunidades».

Reiterou que não se esquece de «ninguém» e realçou que a sua função é valorizar o grupo de trabalho, «numa competição marcada pela regularidade, baseada na estabilidade emocional e que se reflita em pontos».

«Esta semana não somos os melhores do mundo, nem se perdermos seremos os piores», concluiu.




lusa