O técnico português ao serviço do Real Madrid, José Mourinho, corre o risco de um castigo até 12 jogos de suspensão na sequência dos incidentes registados na segunda mão da Supertaça de Espanha.

A Federação Espanhola de Futebol (RFEF) instaurou mais um processo disciplinar ao treinador português, agora devido à confusão registada no jogo da segunda mão da Supertaça de Espanha entre Barcelona e Real Madrid, onde o técnico luso agrediu o adjunto do Barcelona Tito Vilanova.

O número dois de Pep Guardiola também vai ser alvo de um processo disciplinar uma vez que também este respondeu a Mourinho com outra agressão.

Caso seja considerado culpado por esta infracção grave, Mourinho arrisca um castigo entre os 4 a 12 jogos de suspensão, enquanto Tito Vilanova arrisca-se a um máximo de 4 jogos de punição.


SOL