Jorge Jesus aplaude a exibição do Benfica diante de «uma equipa de top como o Manchester United». Diz que a vitória assentava bem aos encarnados.

«O United teve mais posse de bola, mas sempre na sua zona defensiva e sem perigo para o Benfica. O Benfica teve mais oportunidades de golo, teve 14 remates contra quatro e dez cantos contra cinco. Nolito poderia ter marcado em duas ocasiões perto do fim», analisou Jorge Jesus, sublinhando o facto de o Benfica ter defrontado «uma equipa de top».

«O Benfica esteve muito bem tacticamente, os jogadores foram solidários. Defendemos bem e saímos bem para o ataque, colocámos muitos problemas ao United. A haver um vencedor teria de ser o Benfica», considerou.

«Somar um ponto contra o Manchester não é óptimo mas é bom. Óptimo era ganhar», referiu Jorge Jesus, deixando elogios ao «grande golo» apontado por Ryan Giggs. «Houve um desposicionamento do Witsel numa saída do Javi, mas temos de dar mérito ao adversário; foi um remate sem hipóteses de defesa para Artur», destacou.

O empate com o campeão inglês não altera a visão de Jesus quanto às contas do grupo: «O United é favorito ao primeiro lugar, as outras três equipas vão concorrer pelo segundo lugar».

Para o treinador das águias, a equipa orientada por Alex Ferguson «vai ser imbatível em Inglaterra» esta temporada, estatuto que almeja para o Benfica «nos jogos disputados no Estádio da Luz».

" A Bola "