É já no próximo mês que a Agência Espacial Europeia lança o primeiro satélite do projeto Galileo, o sistema que vai concorrer com o GPS.



A Agência Espacial Europeia (ESA) validou os dois primeiros satélites Galileo, o sistema que vai concorrer com o GPS.
A ideia do sistema global de localização europeu é formar uma verdadeira constelação com 30 equipamentos que vão orbitar a 23.222 km do planeta. Para que o sistema comece a funcionar a ESA só tem de autorizar quatro satélites.
Os dois recém-validados pela ESA são lançados já no próximo mês. Para o ano, é a vez dos outros dois ocuparem o seu lugar na órbita terrestre. Os quatro satélites foram construídos pela Astrium - empresa que celecbrou um contrato de 73,5 milhões de euros para ser o principal fornecedor do projeto Galileo.
O primeiro equipamento já foi enviado para o Centro Espacial Europeu, em Kourou, na Guiana Francesa, e, desde 7 de setembro, aguarda a chegada do segundo Galileo para ser lançado.
O Galileo é um projeto da Agêncial Espacial Europeia e da Comissão Europeia e pretende ser um sistema de funcionamento independente do GPS que é regulado pelos norte-americanos ou do Glonass, regido pelos russos.



exameinformatica