O príncipe saudita, Bin Nasser Al Saoud, pode tornar-se no novo dono dos gregos do Panathinaikos, equipa treinada por Jesualdo Ferreira e onde alinha Zeca, ex-jogador do Vitória de Setúbal.

Esta quarta-feira foi assinado um acordo entre Al Saoud e Yannis Vardinoyannis, que prevê que o príncipe adquira 54,7 por cento do clube grego, que se encontra em dificuldades financeiras.

Os representantes do príncipe na Grécia vão começar uma auditoria de 15 dias às contas do clube, sendo que o seu resultado será determinante para a decisão final de Al Saoud.

O príncipe injectaria de imediato 15 milhões de euros no clube grego mas em Setembro já tinha anunciado um projecto de investimento de 220 milhões que incluía a construção de um novo estádio, com capacidade para 48 mil pessoas.

«Estamos a falar de uma era 100% nova no Panathinaikos», afirma Vlassis Tsakas, um dos representantes do príncipe.

" A Bola"