A multinacional espanhola de segurança informática Panda Security foi vitíma de um ataque do LulzSecEste ataque é visto como uma vingança do grupo às detenções de vários dos seus membros por parte do FBI.
A empresa já reconheceu ter sido sofrido um ataque, mas adianta que nenhum cliente foi afectado pelo mesmo, que ocorreu segundo comunicado da mesma «num servidor externo destinado a alojar campanhas de marketing e blogues da Panda Security, situado fora da rede principal da Panda».
Segundo a empresa o ataque não afectou «nenhum serviço importante como produtos, código fonte, sistema de actualizações e dados dos clientes». «As palavras-chave e as credenciais mostradas pelos atacantes estão obsoletas», refere a Panda.
De acordo com o site Thehackernews.com tratou-se de um ataque de «defacing», ou seja em que é modificado o aspecto dos sites, sendo que o mesmo afectou 25 páginas Web relacionadas com a empresa, mas não as principais (pandasecurity.com e cloudantivirus.com).
O ataque à Panda foi justificado pelo facto de a empresa «ganhar dinheiro colaborando com as forças da lei ao denunciar membros do Anonymous, contribuindo para encarcerar activistas».
O director técnico do Panda Labs, Luis Corrons, tinha escrito um post a congratular-se com as detenções dos membros do LulzSec, o que terá levado à actuação do grupo contra a empresa.

SOL