Imã de Barcelona ensina maridos a espancarem mulheres




Abdeslam Laarusi, um imã marroquino que dirige a mesquita de Terrassa, em Barcelona, aproveita a oração das sextas-feiras (a que tem mais gente) para ensinar aos mais de 1500 fiéis a melhor forma de «corrigir» as mulheres quando estas têm comportamentos «desviantes», escreve o El Pais.

Procuradores do Ministério Público abriram uma investigação contra o imã por incitamento à violência e discriminação de mulheres, num caso com semelhanças ao do imã de Fuengirola que, em 2004, foi condenado a mais de um ano de prisão por conselhos parecidos.

Laarusi explicava aos fiéis que os muçulmanos devem «corrigir» com violência física e psicológica o comportamento «desviante» das suas mulheres.

A polícia conseguiu ver um discurso em que o imã aconselhava como método de correcção «não partir os seus ossos e fazê-las sangrar, mas antes espancar com um pau ou com os punhos em diferentes partes do corpo».


SOL