Cerca de 50 pessoas morreram e 145 estão desaparecidas, "presumivelmente mortas", devido a uma avalanche no nordeste do Afeganistão, que sofre um inverno particularmente rigoroso, anunciou, este sábado, a ONU.
"Esta tragédia é provavelmente a primeira de uma longa série num futuro próximo. Os fortes nevões não vão provocar só avalanches, dentro de algumas semanas haverá também inundações em várias regiões do país", afirmou Michael Keating, coordenador humanitário da ONU, em comunicado.

Segundo a ONU, a avalanche ocorreu no domingo passado na aldeia de Dispay, na região de Badakhshan. Um balanço provisório divulgado a meio da semana dava conta de 42 vítimas.

Um porta-voz das autoridades locais disse à France Presse que o desastre ocorreu na segunda-feira e não no domingo e deu conta de 56 mortos, acrescentando que ainda há equipas à procura de sobreviventes.

O inverno de 2012 tem sido o mais severo dos últimos 15 anos no Afeganistão. Já morreram mais de 90 pessoas só na região nordeste do país devido às condições climáticas, incluindo 35 crianças vítimas de pneumonia, em finais de fevereiro.



lusa