Jovem foi declarada morte devido a aneurismas
Mulher em morte cerebral foi mãe de gémeos


Uma mulher, de 26 anos, deu à luz dois gémeos, apesar de estar em morte cerebral há já várias semanas, na sequência de dois aneurismas.




Os rapazes, Alexander e Nicholas, nasceram às 25 semanas de gestação e pesam apenas cerca de 500 gramas e medem 15 centímetros.

Christine Bolden, residente no estado norte-americano de Michigan, sentiu uma forte dor de cabeça a 6 de Março e rapidamente entrou em colapso. Foi transportada para o hospital, onde os médicos concluíram que a jovem tinha dois aneurismas no cérebro que rebentaram em simultâneo, provavelmente devido ao stress causado pela gravidez.

Apesar de os médicos terem declarado que a jovem havia entrado em morte cerebral, mantiveram-na ligada às máquinas de suporte básico de vida durante várias semanas. A família manteve a esperança de sobrevivência dos gémeos.

A 5 de Abril, Christine desenvolveu uma pressão sanguínea demasiado elevada e os médicos decidiram retirar os bebés nesse mesmo dia, através de cesariana.

Alexander e Nicholas nasceram prematuros, mas conseguiram sobreviver ao primeiro dia e aos que se seguiram. Os bebés não vão ter a oportunidade de conhecer a mãe: as máquinas de suporte básico de vida foram desligadas no dia do nascimento dos bebés.


C.da Manha