Um dos suspeitos do homicídio de um homem, em Vieira do Minho, é o próprio irmão, que ontem foi levado pela PJ. Viviam com a mesma mulher, num cenário de miséria e violência agravados pelo álcool. «Eram facas e machados espalhados por todo o lado. Mesas partidas e até a mesinha de cabeceira estava destruída. A televisão estava enfiada na sanita e tinha uma picareta espetada. Estava tudo em pantanas», conta Manuel Martins Pereira, morador nas Cerdeirinhas, Vieira do Minho, local onde a vítima marcava presença diária, ajudando nos talhos.