Microsoft autorizada a vender Xbox e Windows 7 apesar de ter sido proibida na Alemanha

A Microsoft vai poder continuar a comercializar alguns dos seus produtos, como o Windows 7 ou a Xbox 360, apesar de ter perdido um processo sobre patentes apresentado pela Motorola Mobilty na Alemanha
A autorização foi dada por um juiz norte-americano onde o processo de violação de patentes que envolve as duas empresas foi iniciado.
Em causa está a utilização de algumas tecnologias de vídeo por parte Microsoft em diversos dos seus produtos, nomeadamente no Windows 7 e na Xbox 360.
A primeira queixa foi apresentada pela Microsoft, que acusa a Motorola Mobility de cobrar demasiado por aquelas tecnologias, que deveriam ser licenciadas sob termos justos devido ao facto de serem standards na indústria.
A Motorola Mobility rejeitou as acusações e defende que se a Microsoft não respeitar as condições impostas, não tem de autorizar a utilização das tecnologias em causa.
Num processo semelhante, que está a decorrer na Alemanha, a Motorola Mobility tinha conseguido uma vitória, ao garantir o embargo dos produtos visados naquele mercado, mas o embargo apenas poderia ser efectivo depois de sair uma decisão final do processo inicial, que está a decorrer nos EUA.
O juiz norte-americano encarregue de analisar o caso resolveu agora suspender o embargo, alegando que este apenas pode ir em frente precisamente depois de uma decisão ser tomada pela justiça dos EUA, onde arrancou o processo.
Para o juiz James Robart, caso o embargo alemão fosse imposto, esse acto iria afectar as negociações entre ambas as empresas.
A decisão final está prevista para dentro de poucas semanas e no caso de não ser conclusiva, poderá avançar para um julgamento com júri, previsto para o próximo mês de Novembro, avança o portal Computerworld.


SOL