Compra da Instagram pelo Facebook alvo de investigação

O processo de compra da aplicação Instagram por parte do Facebook, que custou à rede social mil milhões de dólares, foi adiado devido a uma investigação lançada pelas autoridades norte-americanas
A informação está a ser avançada pelo Financial Times, que indica que a aquisição da Instagram poderá agora demorar até cerca de um ano até estar concluida.
Citando duas fontes ligadas ao assunto o diário britânico refere que em causa está uma investigação lançada pela Federal Trade Commission (FTC) relacionada com questões de concorrência.
Um dos pontos que poderá ser alvo de escrutínio pela FTC é o elevado valor pago por esta aplicação, lançada em Outubro de 2010 para dispositivos iOS e mais recentemente para Android e que é actualmente um dos fenómenos de popularidade nos dispositivos móveis, mas que nunca gerou lucros.
De acordo com o Financial Times, esta investigação vai contra os planos da rede social, que pretendia dar por encerrada a compra da popular aplicação de partilha de fotografias antes de Junho.
Ao mesmo tempo este adiamento da conclusão do negócio poderá influenciar negativamente a estratégia da empresa para o segmento móvel, cuja compra da Instagram é vista como uma grande aposta.


SOL