Tribunal brasileiro marca audiência de Duarte Lima

A audiência de instrução e julgamento do processo de Duarte Lima deve começar no dia 30 de Maio pelas 13 horas, no Tribunal de Saquarema, Brasil.
De acordo com fonte do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, que a TVI cita, nesta fase serão ouvidas as testemunhas de defesa de Duarte Lima, seguidas das testemunhas de acusação.
A fase de instrução deveria terminar com o interrogatório do ex-deputado, o que não deve acontecer, não só porque este se encontra em prisão preventiva, no âmbito do processo BPN, mas também, porque a lei portuguesa não permite a extradição de cidadãos nacionais para o Brasil.
Para esta audiência, Duarte Lima indicou cerca de uma dezena de testemunhas, ainda assim, a defesa deve basear-se maioritariamente no depoimento de um mediador imobiliário.
O testemunho desse mediador deve explicar o que fazia Duarte Lima, na véspera do crime, no descampado onde o corpo de Rosalina Ribeiro foi encontrado.
Certo é que, no final da fase de instrução o juiz do Tribunal de Saquarema decide se Duarte Lima é ou não julgado pela justiça brasileira.

SOL