Inflação recua para 2,9%

A taxa de inflação em Portugal recuou para os 2,9 por cento em Abril face a Março, fixando-se apenas ligeiramente acima da média da zona euro (2,6) e da União Europeia (2,7), segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.
Comparativamente ao mês anterior, a taxa recuou duas décimas em Portugal (era de 3,1 em Março) e no conjunto da UE (era de 2,9) e uma décima na zona euro (estava nos 2,7 por cento desde Janeiro), sendo que é a primeira vez este ano que a taxa de inflação portuguesa se coloca abaixo da fasquia dos 3,0 por cento (atingiu os 3,6 por cento em Fevereiro e era de 3,4 em Janeiro), revelam os dados do gabinete oficial de estatísticas da UE.
A taxa de inflação em Portugal é a oitava mais elevada da zona euro, a par de Bélgica e Eslovénia, numa lista encabeçada pela Estónia (4,3), registando a Grécia a taxa mais reduzida no espaço monetário único (1,5).
No conjunto dos 27, a Suécia apresentou a taxa de inflação mais baixa em Abril (1 por cento), enquanto a mais elevada se registou na Hungria (5,6).
Na comparação anual, com Abril de 2011, Portugal registou uma taxa de 3,4 por cento, acima da média da zona euro (2,7) e da UE a 27 (3,1).
A taxa anual mede a variação dos preços entre o mês actual e o mesmo mês do ano anterior e avalia áreas como transportes, telecomunicações, educação e comércio.

Lusa/SOL